Crítica: The Affair encerra seu quarto ano com perdas e um futuro incerto

Imagem: Showtime/Divulgação

Quando comecei esta temporada de The Affair não imaginei as bombas que jogariam em nosso colo. Resolvi pontuar a review por personagem, sua trajetória durante a temporada e seu desfecho na season finale. Para a gente analisar um por um!

Noah

Começo com o personagem que não sou muito simpatizante. Noah nem de longe tem meu afeto, acho o cara muito contraditório e não esqueço todas as coisas asquerosas que ele fez nas outras temporadas. Claro que, pontos positivos um aqui e outro ali, ele tem. Mas nada que apague sua síndrome de vitima.

Nesta temporada, podemos ver um Noah mais altruísta, esforçado e carinhoso. Toda a trajetória dele com Anton foi muito bonita de se ver. A construção de uma relação que a gente não dava nada. Noah, enfim, consegue fazer algo bom, sem esperar nada em troca (tirando, dormir com a mãe do garoto).

Seus momentos com Cole foram maravilhosos! Os dois atualmente funcionam muito bem juntos. A mágoa velada e a tensão no ar, nos entregaram grandes cenas. A season finale, nos mostrou um Noah tentando lutar com a culpa de nunca ter sido feliz com Alison. E a vida jogando ele de volta para os braços de Helen… Mas, não torço nem de longe por isso! Acho que esse ciclo foi fechado, ninguém merece um Noah na vida. Ninguém.

Cole

Meu homem, ninguém sai! Colocando na balança, Cole foi o personagem que mais evoluiu. Eu amei por demais acompanhar ele nessa busca por autoconhecimento.

O episódio que ele tenta se livrar do amor que sente pela Alison foi o mais lindo, disparado! Meu coração se encheu de esperança que os dois reatariam. Eu sempre fui do time que torceu pelo casal. Apesar de indiferente e frio, ele sempre foi um ponto seguro para Alison. E acho que a culpa e a dor deixavam eles mais fortes. Claro, Cole tem seus mil defeitos e não pode tirar o corpo fora pelo caminho que Alison seguiu.

Não adianta apontar o dedo na cara de todo mundo e não olhar para o próprio umbigo. Sinto que agora, longe de Luiza, com os pensamentos mais claros e vivendo seu luto da forma certa, ele terá um caminho lindo para trilhar na última temporada. É um personagem que eu torço para que se reconstrua da melhor forma. E vou adorar acompanhar seu último ano com o coração cheio de paz e seguindo em frente.

Em The Affair, a infelicidade às vezes mata…

Imagem: Showtime/Divulgação

Alison

A personagem mais inconstante e frágil. A bomba que ninguém esperava! Alison morreu! E agora? Como será a vida de tanta gente que foi afetada, direta ou indiretamente pela moça?

Eu não esperava de forma alguma esse desfecho para a personagem. Acho que, Alison merecia muito mais, merecia ter vencido seus fantasmas e medos. Eu realmente acreditei que dessa vez as coisas iam se consertar. ELA MERECIA! Sei que rolou treta nos bastidores, e não teria desculpa para a ausência de uma das protagonistas.

Mas, o sentimento de nadar e morrer na praia (desculpem o trocadilho) foi horrível! Gente, juntando Alison e Noah, tudo que os dois tocaram foi sendo destruído por dor, mágoa e ressentimento. Vê-la bem e ajudando pessoas que passaram pelo mesmo trauma foi encantador.

Eu, sinceramente, engoliria se tivesse sido assassinato. Sei que, para pessoas como Alison, com histórico de depressão e tantos outros pesos, um momento pode ser extremo. Mas, a história que vinha sendo construída era outra. Ben (vou falar mais a frente) nunca me entrou. Alison sempre com esse dedo podre para homem. Seria irônico e poético morrer nas mãos de quem ela buscava amor e aceitação.

Helen 

Deixei Helen por último por ser a pessoa ao lado de Cole que mais gostei de acompanhar. A minha primeira review da estreia da temporada foi ilustrada com a foto de Helen, a última não podia ser diferente.

A personagem passou por poucas e boas nessa quarta temporada. A noticia que Vik está doente caiu como uma bomba no colo de alguém já tão danificada. Eu amei ver os questionamentos pelos quais ela passou até entender que ama Vik. Entender que o amor que ela sentia por Noah não veio acompanhado de toda dor e sofrimento que ela tem hoje em dia.

Entendo completamente seu sentimento de infelicidade quando ela pensa que tirou os últimos minutos de Vik, por não amá-lo. O que não é verdade! Ela só não tinha entendido que grandes amores surgem de formas diferentes. O bem que quero para Cole, quero para Helen. A coitada já foi feita de gato e sapato, não é santa, muito pelo contrário… Mas sempre foi para-raio e drama e traição.

A cena que fecha a temporada, com ela tirando dos ombros todo peso que carregou, por não poder dar o filho que ele queria, por não ser quem as pessoas querem que ela seja, é linda e inspiradora. Helen foi a grande protagonista da temporada! O diálogo que ela teve com Alison foi uma das coisas mais maduras que vi. E por favor, não inventem de juntar ela com Noah de novo, que eu sou capaz de ir pessoalmente acabar com essa série.

Alguns personagens nos deixaram divididos

Ben/Vik/Sierra

Quando Ben surgiu, me causou um misto de sentimentos. Eu não sabia se amava ou odiava. Em The Affair, ninguém é tão bonzinho quanto diz ser. O que ficou provado mais a frente. O cara tinha que ser casado, gente? Tinha! Alison, mais uma vez, montando sua base num alicerce torto.

Quando a temporada se desenrolou, Ben, para mim, não passou de um mentiroso dissimulado. A versão ruim dele é bem mais convincente do que a boazinha. E ainda espero que ele tenha algo a ver com a morte de Alison.

Vik, eu amo demais esse homem, minha gente! Por que vão matar ele? Eu fiquei inconformada a temporada inteira com esse desfecho para um cara tão legal. Cheio de imperfeições como todos que pairam por aqui. Egoísta, mimado e ainda por cima, traiu Helen. Era para eu odiar de um jeito, mas eu não consigo. Ele me desmonta quando mostra o quanto a ama e o quanto está triste por morrer e deixar ela sozinha mais uma vez.

Sierra, assim que apareceu, a gente já sabia que vinha treta das grandes. Muito rainha pegando Vik e Helen. Geral queria estar no lugar dela! Torço para que a personagem tenha vida longa na quinta temporada. Apesar de traidora, tirou Helen da caixinha. Já quero as duas criando o baby Vik juntas!

Temporada em que todas as mágoas se esvaíram 

Entre altos e baixos, The Affair perdeu muita coisa e construiu um futuro incerto para todos os personagens. Os caminhos estão abertos. O que vocês apostam para o último ano da série? Quem mais vai ser traído? Quem mais vai reatar? E quem mais vai ficar pelo caminho de destruição dessa galera da pesada? As respostas vão chegar e a gente vai acompanhar com alegria no coração o final dos nossos infiéis favoritos!

PS: Noah e Cole fingindo ser um casal… <3333

PS 2: Pai da Alison deveria ter permanecido desaparecido. Cara imbecil!

PS 3: Cole fugindo com as cinzas da Alison, eu ri com respeito!

PS 4: Phoebe Tonkin podia voltar e ficar com o Cole para sempre. QUE CASAL!

Crítica quarta temporada

Nota da temporada - 8.5

8.5

Review do fim da quarta temporada de The Affair, do Showtime.

User Rating: Be the first one !

About Renata Ribeiro

Renata Ribeiro
Publicitária, Alagoana e arretada! Faz cosplay de Meredith Grey . Apaixonada por One Tree Hill e O.C .Nas horas vagas é a Gossip Girl. XoXo