13 Reasons Why: a mais nova série que já viciou os assinantes da Netflix

Imagem: Banco de Série

A tão esperada série produzida pela cantora Selena Gomez, chegou à Netflix. Baseada no livro de Jay Asher, 13 Reasons Why, retrata de maneira fundamentada a dimensão de brincadeiras, abusos psicológicos e físicos.

Hanna Baker (Katherine Langford) é uma adolescente de dezessete anos, que vive com os pais em um novo bairro. Diante de diversos problemas que a cercam, Hanna vê-se arruinada e decide tirar a própria vida. Mas antes, a jovem grava treze fitas contando os porquês que a levou a cometer suicídio.

Com as treze fitas em mão, a trama mostra o amigo da garota, Clay Jessen (Dylan Minnette), ouvindo passo a passo a vontade e confissão da amiga. À medida que as fitas rodam, um lado obscuro é revelado em cada personagem. Flashbacks e o presente se misturam em chocantes e inesperadas informações. Ainda que esse detalhe não tenha nos livros por falta de visualização, Jessen passa a trama toda com um machucado em sua testa, o que é o divisor de águas nas construções das cenas entre o passado e o presente.

Imagem: Banco de Série

A história une diversos elementos que nos faz querer assistir um episódio atrás do outro. Acertam em cheio em mistério e coragem para tratar de assuntos como depressão, assédio sexual e bullying. Hanna mostra à proporção que brincadeiras de adolescentes podem causar em uma pessoa. Mas as discussões vão além do ocorrido com a protagonista. Em diversos momentos, há um choque de revelações de outros personagens, o que acarreta em debates ainda maiores.

Falando sobre outros personagens, o elenco traz diversos atores poucos conhecidos, o que não prejudica em nada e que juntos, funcionaram muito bem. Ressalto, ainda, a atuação incrível da Kate Walsh no papel de Olivia Baker, mãe de Hanna. Kate conseguiu transmitir o sofrimento que uma mãe passa ao perder um filho e a batalha para entender e achar os possíveis culpados. Destaco também as atuações de Alisha Boe e Brandon Flynn, nos papéis de Jessica e Justin, que possuem uma grande importância na trama.

O conceito de 13 Reasons Why é, literalmente, contar o que leva uma pessoa a tirar a própria vida. Em diversas vezes os personagens dizem “Hanna se matou para chamar a atenção”, e ao rolar das fitas, as opiniões mudam, inclusive a de quem está assistindo. Brincadeiras e piadas dão abertura para problemas ainda maiores e a série é muito pura, ao mostrar o sofrimento que “Mini problemas” causam.

As representações são nítidas e já avisam antes dos episódios ‘‘Esse capitulo possui cenas que podem causar mal-estar nas pessoas” e eles não abrem mão de mostrar a verdade escancarada, seja em uma cena de estupro, morte e principalmente, nas falas, onde os diálogos são carregados de palavrões.

13 Reasons Why encerra sua primeira temporada de maneira precisa, ainda que com algumas pontas soltas, dando asas para a imaginação  – e para uma possível segunda temporada.

Então pegue o seu lencinho e corre assistir. Ah, e não perca as reviews aqui no Mix de Séries.

Comments

comments

About leticiagarcia

Check Also

O elenco de Felicity: onde eles estão agora?

Os mais velhos irão lembrar: Felicity foi uma sensação no final da década de 1990. …