5 grandes perguntas que o episódio 2×02 de Westworld deixou para os fãs

Imagem: HBO/Divulgação

Perguntas, teorias… Teremos respostas?

O segundo episódio da segunda temporada de Westworld pareceu confirmar o que o primeiro havia sugerido – a série retornou ainda melhor. Ao passo de que a primeira temporada era essencialmente misteriosa o tempo todo, a temporada atual oferece um fluxo constante de respostas para acompanharmos as mudanças das linhas temporais e os enigmas de “quem é um anfitrião e quem não é”.

Mas só porque a série está mais confortável puxando a cortina e nos mostrando mais de seus segredos, não significa que ela ainda não é misteriosa, às vezes.

E nos flashbacks desta semana, o segundo episódio talvez tenha fornecido grandes questões para os fãs. Confira:

1 – Por que Westworld foi realmente construído?

Os flashbacks revelaram que, após suas aventuras na primeira temporada, o jovem William (Jimmi Simpson) ficou desiludido com tudo o que o parque representava. Com Logan aparentemente arruinando o Westworld, William se aproximou de James (Peter Mullan), o pai de Logan. James concordou que, como tudo no parque é falso, havia uma necessidade de se concentrar no público pagante.

No Westworld, pessoas reais pensam que suas ações são livres de consequências. Eles se tornam, como William sugere, “seus verdadeiros eus“. E com o aval de James, parece claro que os humanos se tornaram o verdadeiro propósito do parque: os anfitriões nunca foram o produto, mas sim os convidados.

Imagem: Divulgação/HBO

Mas por que exatamente? A Delos estaria conduzindo as pesquisas de mercado mais extremas de todos os tempos para entender melhor as pessoas? Ou é tudo uma fraude para apenas fazer dinheiro – chantagear os ricos para que suas ações no parque não sejam conhecidas? Mas se as ações das pessoas no parque não são “reais”, ou julgadas duramente, por que importaria se vazasse?

E se todos sabem que nada no parque vai ser realizado contra eles, podemos realmente dizer que as ações de alguém são o seu “eu verdadeiro“?

Continua após a publicidade

Seja qual for o motivo, ainda está acontecendo nos dias atuais. Aqueles drones no primeiro episódio ainda estavam colhendo experiências de convidados, e Bernard parecia chocado com isso.

2. Até em qual ponto Ford ainda está afetando as coisas?

Sir Anthony Hopkins pode não estar retornando nesta temporada (até onde sabemos), mas uma coisa é certa: o fantasma de Robert Ford continua a assombrar a série.

O Homem de Preto/William parece ser particularmente suscetível às várias maquinações de Ford além do túmulo. O fato dos Anfitriões se dirigirem à William pelo nome sugere que, quando ele orquestrou essa rebelião, Ford incluiu muitos códigos destinados a enganar esse homem em particular.

E se Ford fosse presciente o suficiente para saber exatamente o que William tentaria, o que mais ele previu e acrescentou? E isso tudo são apenas previsões no chutes?

3 – O que é a direção para qual Dolores e o Homem de Preto estão correndo?

É seguro presumir neste ponto que o “Além do Vale” para qual Dolores se dirige, e o “tesouro” que William está procurando no Ocidente, são a mesma coisa. De fato, nós até conseguimos vê-lo em flashbacks, quando William mostra algo que Dolores (Evan Rachel Wood) não deveria ter visto. Mas o que exatamente estávamos olhando? Dolores chama isso de arma e William se refere a ele como seu maior erro de todos os tempos.

Para nós? É difícil dizer, mas parece que há duas grandes máquinas industriais no processo de esculpir a paisagem. Esses dispositivos de terraplanagem estão sendo usados ​​para construir ou moldar o parque? Se sim, como isso se torna uma arma?

Imagem: Divulgação/HBO

Poderia Dolores estar planejando usá-los para refazer o ambiente em uma rota fora do parque, possivelmente em um mundo vizinho? Ou poderia ser uma rota para o continente para que ela pudesse continuar sua cruzada contra os humanos que a criaram?

Alternativamente, o que quer que esteja agora no local em que aquelas máquinas estavam reformando, se tornou a verdadeira arma: poderia William ter construído algum tipo de instalação secreta?

Continua após a publicidade

4 – Dolores está vivendo uma narrativa programada?

Apesar de Dolores parecer bem ativa, e pronta para destruir os humanos do parque, há indícios de que ela esteja vivendo uma narrativa pronta.

Muitas falas que ela usou no episódio, como “Há uma guerra a combater“, são de narrativas que ela já experimentou. Estaria ela participando do jogo de Ford?

Ou mais ainda: ela faz parte do plano de William, que também pode ter criado essa narrativa para expor a podridão do parque?

5 – Quem ou o que é a ‘Iniciativa Argos’?

Logo no início do episódio, onde Logan (Ben Barnes) é apresentado pela primeira vez ao conceito dos anfitriões, ele é guiado por Angela (Talulah Riley), a host no vestido branco que foi vista recepcionando as pessoas na primeira temporada.

Ela afirma representar a ‘Iniciativa Argos’. É a primeira vez que ouvimos esse nome, e partimos do ponto que Arnold (Jeffrey Wright) e Robert são os criadores originais dos anfitriões. Mas quem mais trabalha para ou com eles? Mais importante, eles têm catálogos desses anfitriões, a ponto de saber exatamente quantos são? Essa ‘Iniciativa Argos’ interfere nisso a qual ponto?

A ideia de um parque veio depois de Logan? E se sim, quais foram os planos iniciais de Arnold e Robert para os anfitriões? Além disso, não seria Angela naquela festa com Logan um ser humano? Ela pode simplesmente ser uma funcionária da Argos que mais tarde teve um modelo clonado baseado nela.

Muitas perguntas… Será que veremos respostas para elas? E você, arrisca algum palpite?

Westworld continua com episódios inéditos todos os domingos, às 22h, pela HBO.

Leia mais: Teoria sobre Maeve está explodindo a cabeça dos fãs de Westworld

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.
  • Dennis Costa

    Nossa… muito bom esses questionamentos. Nem tinha percebido alguns detalhes. Valeu!!