8 celebridades que odeiam as séries de TV a qual estrelaram

Imagem: CBS/ABC/FOX/Divulgação

Nem todo mundo gosta do seu trabalho. Isso é bem comum no nosso dia-dia e, acredite, acontece nas melhores séries de TV.

Às vezes, o ambiente de trabalho não agrada algum ator. Ou, na mesma proporção, podem acontecer conflitos de bastidores ou a busca de um “projeto melhor” por parte das estrelas.

Ingratidão ou não, algumas personalidades já vieram a público falar mal da série de TV em que foram protagonistas. Que tal relembrarmos alguns destes momentos?

Charlie Sheen and Angus T Jones – Two and a Half  Men

Sheen foi demitido de Two and a Half Men, após uma disputa pública com o criador da série, Chuck Lorre. “Agora eu posso tirar todos os adereços, nunca mais ter que olhar para o ‘Whatshiscock’ novamente e eu nunca terei que colocar com essas camisas tolas, desde que esse bruxo exista na dimensão terrestre“, disparou o ator. Sheen continuaria a falar mal da série, da co-estrela Jon Cryer, e dos executivos, por um longo tempo.

E se não bastasse, Angus T Jones chamou o show de “lixo” e incentivou os fãs a não mais assistirem, após ele “abraçar a Jesus”, de acordo com declaração do próprio ator. Pelo menos, ele se desculpou e continuou a aparecer na série até 2015.

Imagem: CBS/Divulgação

Mischa Barton – The O.C.

Barton já admitiu diversas vezes que, se ela pudesse voltar no tempo, ela provavelmente não teria assinado para fazer The O.C. (o que significa que ela continuaria sendo a garota “meio sinistra” de O Sexto Sentido).

É algo que eu cheguei tão perto de não fazer“, disse ela. “As pessoas dizem ser grato pelo que você tem, mas certamente não era o tipo de coisa que eu esperava“.

Imagem: FOX/Divulgação

Shannen Doherty – Charmed

Não é um grande segredo que Charmed perdeu seu “charme” em suas oito temporadas, mas parece que Doherty – que deixou seu papel de Prue Halliwell depois de três anos – nunca foi enfeitiçado por sua magia. “Em Charmed, houve alguns momentos em que eu dei o desempenho mais brutalmente honesto que eu já poderia ter dado como atriz“, disse ela. “O que você viu veio do meu intestino“.

E quando eu olhei esses momentos na série, eu sabia que eles não estavam sendo devidos, porque eles estavam em Charmed. É uma série para crianças de 12 anos!

Imagem: WB/Divulgação

Katherine Heigl – Grey’s Anatomy

Heigl recusou-se a se submeter a uma categoria no Emmy em 2008, explicando em um comunicado: “Não senti que me deram o material nesta temporada para garantir uma indicação ao Emmy e, em um esforço para manter a integridade da organização da academia, retirarei meu nome da disputa“.

Um ano depois, ela bateu de frente com produtores “cruéis”, ao reclamar que precisou gravar um dia direto por quase 17 horas, acrescentando: “Espero que isso os deixe constrangidos“.

Caramba! Ela deixou Grey’s Anatomy em 2010 após faltar as gravações, deixando a situação com Shonda Rhimes em péssimas condições.

Imagem: ABC/Divulgação

Amy Jo Johnson – Mighty Morphin Power Rangers

Amy Jo Johnson já disse que o clássico dos anos 1990 foi um “campo de treinamento” para sua carreira de atriz, além de ter lhe “ensinado muito”. Entretanto, nunca mediu para falar sobre o péssimo pagamento que recebia pela série.

Literalmente, quase pagávamos para trabalhar. Recebíamos 600 dólares por semana. E gravávamos dois episódios por semana.“.

Pior ainda, ela nunca obteve um acordo para taxas de licenciamento ou de exibição de sua imagem na série em reprises. Ou seja, nada de verde para a ranger rosa.

Imagem: Saban

 Billy Ray Cyrus – Hannah Montana

Pobre Billy Ray: admitiu em 2011 que trabalhar em Hannah Montana da Disney Channel com a filha, Miley, partiu o seu coração dolorido.

Eu vou te dizer agora, o maldito show destruiu minha família“, disse ele. “Eu entregaria isso de volta em um segundo. Para minha família, estar aqui com todos teria sido fantástico. Eu apagaria tudo em um segundo se eu pudesse.”

Na época, Cyrus tinha acabado de se separar de sua esposa, Tish, e afirmou que não estava falando com Miley – embora ele tenha voltado aos bons termos com sua filha nos dias de hoje.

Imagem: Disney/Divulgação

Mandy Patinkin – Criminal Minds

Eu pensei que seria algo diferente“, disse Patinkin após sair de Criminal Minds em 2007 – por onde ficou apenas duas temporadas. “Eu nunca pensei que eles iriam matar e estuprar todas essas mulheres, todas as noites, todos os dias, semana após semana, ano após ano“.

Foi bem destruidor para minha alma e para minha personalidade.“, completou, chamando Criminal Minds de “o maior erro público que eu já cometi“.

Essa doeu. Não é para menos que seu personagem Jason Gideon acabou sendo terrivelmente morto após a saída do ator.

Imagem: CBS/Divulgação
Fonte: Digital Spy

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.