American Idol – 16×05 – Auditions

Imagem: ABC/Divulgação

No domingo passado aconteceram as últimas audições dessa temporada de American Idol. Katy, Lionel e Luke continuam pela busca da nova sensação da música, e podemos dizer que tivemos grandes surpresas.

Vem com a gente!

 

Gabby Barrett – “Good Girl”

Edu: Mais uma Carrie Underwood wannabe. Galera, ser original é de graça e mais honesto, tá? Gabby até que canta bem, mas se quiser continuar na disputa terá que mostrar seu verdadeiro lado. Já peguei ranço.

Gaby: Olha eu ai… Mentira, não sou eu, até porque sou um desastre cantando. Essa Gabby, minha xará, tem uma voz enjoativa, chatinha e tal, mas é bastante original. Entre ela e eu, sou mais eu! Kisses

Luke: Gabby definitivamente tem uma boa voz, mas o fato de querer apenas imitar a rainha Carrie Underwood já lhe deixou com vários pontos a menos. A sorte foi ter recebido a chance de cantar uma segunda música, caso contrário definitivamente não teria seguido pra próxima fase. E a maldade que fizeram com o pai dela, gente? Sei que é errado, mas eu ri demais aqui.

 

Drake Milligan – “You Look So Good In Love”

Edu: Drake tem algo que lhe destaca. Aparentemente genérico, ele não é tão “mais do mesmo” assim. O rapaz tem um elemento que cativa, uma voz suave, e que dependendo de como for daqui pra frente, pode nos surpreender.

Gaby: Drake é bonito, canta bem, tem uma voz gostosa, porém, não senti nada de tão especial nele. Ele precisa se soltar mais, pois caso contrário não durará muito.

Luke: Eu estava mesmo esperando que ele fosse fazer mais uma versão do Elvis, mas graças a Deus foi pela opção contrária e gente, que voz boa, hein?! Acho que ele tem potencial pra conquistar cada vez mais o público na próxima fase, mas com certeza vai precisar encontrar alguns pontos para se destacar dos outros candidatos.

 

Caitlin Lucia – “I Kissed a Girl”

Edu: Eu até que gostei, não vou negar, mas senti Caitilin meio perdida em alguns momentos. Ela precisa trabalhar melhor em seu nervosismo, ou isso ainda lhe prejudicará.

Gaby: Amy Winehouse parece que está viva! Caitlin tem uma voz gostosa, é carismática e fez uma boa audição. Mas eu só via a Winehouse, não a Katy Perry ou a Caitlin Lucia, ou seja, falta personalidade.

Luke: Eu adorei essa versão que ela fez da música e já me ganhou demais com sua voz. Com certeza tem alguns pontos pra ser trabalhados ali, mas eu gostei demais da guria!

 

Mylon Shamble – “Stand By Me”

Edu: Além de ter sido uma audição curta, não senti para o que ela veio. Próximo!

Gaby: Quando a audição estava esquentando, não é que ela acaba?! E eu nem pude terminar de cantar… #Xateada

Luke: Não deu pra ver direito qual a da Mylon, mas preciso dizer que eu gostei bastante dela. Não sei porque, mas aquele tom chamou demais minha atenção.

 

Lee Vasi – “Love Should Brought You Home”

Edu: Lee é linda e carismática, mas achei sua audição exagerada. Ela tem uma voz incrível, além de ser totalmente comercial. Entretanto, ela precisa trabalhar melhor em seu equilíbrio, ou pode se queimar já nas fases seguintes. É um nome para ficarmos de olho, e que tem tudo para se superar. É claro, ela precisa melhorar a questão da afinação e limitar os exageros. Fazendo isso a guria pode ir muito mais além.

Gaby: Lee, primeiramente, eu achava que você fosse um homem. Dito isso, preciso dizer que estou apaixonada por você, garota!!! Se eu fosse lésbica, iria me casar com você! Essa garota é talento puro!!! Já prevejo ela fazendo sucesso no Idol e pós programa, pois a mesma tem o conjunto da obra. Ela deu umas desafinadas e tal, mas Lee é alguém que trabalhando bem, pode nos surpreender.

Luke: Rapaz, mais uma que eu fiquei um tanto apaixonado aqui logo de cara. Gostei MUITO da voz da Lee e mesmo concordando com o Du sobre alguns exageros que rolaram na audição, achei que ela tem aquele pacote completo. O começo foi maravilhoso e assustei quando ela começou a desafinar daquele jeito, torci demais pra que dessem uma chance pra ela pra que pudesse voltar surpreendendo na próxima fase.

 

Michael J Woodard – “Make It Rain”

Edu: De tanto que cantam a música no The Voice já peguei um ranço gigantesco. Michael é sonso, totalmente sem sal. Sua apresentação me deu no tédio aqui, e não entendi dele ter passado. Deus me dibre.

Gaby: Olha o Junior de Eu, a patroa e as crianças aqui no Idol! Estou amando essa participação desses personagens nesse revival e Junior – aka Michael J. Woodard (até o nome é igual. Coincidência?) – foi exatamente como eu esperava que seria: uma tentativa frustrada de virar cantor. Só confesso que estou curiosa para saber o que vai acontecer nas próximas etapas.

Luke: Ele começou ruim devido ao nervosismo, mas na segunda tentativa conseguiu entregar uma audição bastante interessante. Não é aquele tipo de act que enxergo chegando muito longe, mas mereceu passar.

 

Brielle Rathbun – “Gravity”

Edu: Brielle tem uma voz que encanta, um estilo único. Toda diferentona, aposto minhas fichas nela para seguir firme na disputa.

Gaby: O que foi o Luke tentando fazer os passos da Brielle? Hilário!!!! Tirando isso, Brielle me surpreendeu, pois já esperava uma audição engraçada, mas no fim, acabei me emocionando. Essa garota tem talento e tem tudo para amadurecer na competição.

Luke: Ela tentando ensinar o Luke a dançar gente, hilário! Em relação a audição, eu achei a voz bastante interessante, mas confesso que teve alguns detalhes que me irritaram um pouco. Ainda assim acho que ela foi ótima e tem potencial pra seguir surpreendendo.

 

Carly Moffa – “I’d The Lion Out”

Edu: Carly é toda fofinha e angelical, mas não sinto que ela está preparada, pelo menos ainda, para uma competição como essa. Se eu vou pagar minha língua com isso? Duvido muito.

Gaby: Que voz é essa? Carly tem uma voz que a destaca dos outros até agora e isso pode ser bom ou ruim. Eu amei esse jeitinho dela, mas ainda não sei se Hollywood está pronta para alguém como Carly Moffa.

Luke: Gente, me apaixonei já pela história e quando começou a cantar fiquei ainda mais vidrado nela. Sobre a música eu gostei demais e fiquei até querendo uma versão completinha aqui pra ficar ouvindo. Apostei minhas fichas nela e quero demais que permaneça na competição por um bom tempo.

 

Samuel Swanson – “Let’s Stay Together”

Edu: Samuel me surpreendeu, que voz! Totalmente afinado e seguro de si, sabendo exatamente o que estava fazendo, ele cantou e encantou. Um candidato que vale a pena acompanhar seus passos, apesar de não achar que vá tão longe assim na disputa. Independente disso, já criou seu legado dentro do programa.

Gaby: Duas perguntas: Samuel colocou a cueca por cima da calça e esqueceu de soltar a toalha da cabeça? Bom, tirando esses detalhes, na qual ele parecia que estava tomando banho e saiu correndo, o cara até que mandou bem. Samuel é o típico cantor de chuveiro que toda temporada aparece no American Idol.

Luke: Mais um que eu não estava esperando por um vozeirão desse. Samuel tem um tom de voz surpreendente e conseguiu dar aquela arrepiada aqui com sua audição. Fiquei com a mesma impressão que o Luke, sobre ele ter feito um excelente trabalho, mesmo estando super nervoso. Tipo, imagina o tiro quando estiver totalmente confiante no palco?

 

Jurnee – “Rise Up”

Edu: Que história! Eu gostei da audição, apesar da canção já estar batida (obrigado de novo, The Voice). Mesmo assim, Jurnee fez um bom número e mereceu ter passado SIM!

Gaby: Que preguiça desse tipo de audição. Jurnee estava indo bem até que começou a desafinar e foi uma tortura aguentar seus gritinhos. Para mim, não deu.

Luke: Ah gente, adoro essa música, mas é outra que poderia deixar fora por uns tempos desses programas né? Sobre a Jurnee, eu gostei da voz, achei que tem potencial, mas me irritou um pouco por causa da música, poderia ter escolhido algo diferente que com certeza iria ser um dos destaques desse episódio.

 

Ada Vox – “House Of The Rising Sun”

Edu: Eu não me lembro dela como Adam, pois larguei a season 12 logo de cara, com aquele teatro todo entre Mariah Carey e Nicki Minaj. Ada surpreendeu, tem uma voz incrível, mas não sei se vai muito longe na disputa. Talento tem e isso é nítido, mas essa safra de novinhos que já passaram por aqui não estão para brincadeira também.

Gaby: Jesus amado! Que audição foi essa!!! Um trans no Idol???!!! Acho que isso é inédito, não? Bom, de qualquer forma, Ada Vox arrasou e tem tudo para nos surpreender. Eu nem lembrava dela como Adam, pensava que era a única, ainda bem que Luke também não lembrava dele/dela. Bom, eu estou mega ansiosa para saber o que Ada vai aprontar, mesmo achando impossível ela ganhar o programa.

Luke: CARAMBA! Primeiro que nem lembrava da participação anterior e segundo que levei um baita tiro quando ela entrou ali na sala. Tipo, da onde foi que saiu aquele vozeirão todo gente? Arrepiou total aqui e fiquei torcendo demais pra que Ada fique por MUITO, MUITO tempo na competição.

 

Agora vem uma das fases mais intensas da disputa, a Hollywood Week. É a hora que uma boa limpa é feita, e muita gente acaba saindo. Preparados?

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.