American Idol – 16×17 – Semifinal

american idol 16x17
Imagem: ABC/Divulgação

American Idol está chegando em sua fase decisiva. Estamos agora na semifinal, onde apenas cinco continuam na disputa. O programa do último domingo foi pra lá de especial, contando com a presença da cantora Carrie Underwood, vencedora da quarta temporada e que foi mentora dos candidatos essa semana.

Mais uma vez trabalho com tema duplo, o primeiro foi justamente com canções da diva country, enquanto o segundo tema foi uma homenagem às suas respectivas mães.

 

PERFORMANCES

 

Michael J. Woodard – “Flat On The Floor”

Edu: Michael abrindo essa semifinal com tudo! Foi uma apresentação alegre e vibrante, assim como ele. O rapaz soube usar uma presença de palco incrível, que contagiou de forma única. Pra mim ele simplesmente arrasou!

Let: Michael é especialista em arrasar quando todo mundo acha que não vai dar certo, hein?! Em um primeiro momento ele não tem nada a ver com a música, e aí vai lá e se apropria, destrói, mostra que estávamos errados. Gostei!

Luke: Gente, curti demais a ideia de cantarem as músicas da Carrie, porque ela tem uma lista maravilhosa e Michael abriu a noite me surpreendendo demais. Fiquei meio com o pé atrás com ele, porque não achei que conseguiria fazer bonito com uma música dela, mas sério, foi uma ótima performance e novamente ele fez bonito.

 

Gabby Barrett – “Last Name”

Edu: Já cansei de dizer que Gabby é uma versão 2.0 da Carrie, portanto esse tema lhe caiu como uma luva. Que apresentação mais incrível, uma de suas melhores no quesito canções agitadas. A sensação que tive foi de uma artista com anos de estrada, se apresentando em um programa para divulgar algum single.

Let: Esse encontro não poderia ser mais perfeito: Gabby e Carrie. Eu amei demais a performance, caiu como uma luva para a moça que também arrasa demais no country. A voz rasgada ganhou destaque e a presença de palco tava impecável.

Luke: Nessa eu tenho que concordar viu Edu, dessa vez vi assisti a Gabby e enxerguei uma Carrie por ali, porque olha, muito parecidas mesmo. A música foi a escolha perfeita pra ela e não poderia ter sido melhor. Particularmente se tivesse rolado uma música mais lenta eu teria gostado ainda mais, mesmo assim novamente Gabby estava sensacional naquele palco.

 

Cade Foehner – “Undo It”

Edu: Sinceramente não sei o que acontece com Cade. Ele estava numa vertente em ascensão, quando de repente começou a derrapar desde a semana passada. Mais uma vez ele está me decepcionando. Acho que a temática não combinou tanto com o estilo, ou a song choice foi errada, só sei que foi tudo bem just ok.

Let: Pois é, não deu muito certo. Eu ainda amo Cade e vou defender quando for justo, mas aqui não tinha como mesmo. Que pena, fiquei com medo agora de não ver o moço na final.

Luke: Ao contrário do que rolou com Michael, eu também estava com um receio sobre o Cade cantar algo da Carrie, mas aqui infelizmente não funcionou mesmo, porque pra mim ele não conseguiu entregar um resultado muito positivo. A apresentação teve sim seus momentos, mas pra mim a maior parte não rolou.

 

Caleb Lee Hutchinson – “So Small”

Edu: Não vou negar, foi uma apresentação bacana. Entretanto, a essa altura do campeonato, Caleb podia ter vindo com algo um pouco menos tradicional.

Let: Aiiiiiiiii que rançooooooooo! Já nem sei se eu não gosto porque realmente não foi bom, ou só porque não posso mais com Caleb. Mas vou apostar aqui que não foi tão bom quanto poderia, e olha que a temática era toda pra ele arrasar. Pois é!

Luke: Eu acho essa música linda demais da conta, mas realmente o Caleb novamente ficou só no “just ok” com essa apresentação. A música é maravilhosa, mas ele com certeza deveria ter escolhido algo que valorizasse um pouco mais sua voz.

 

Maddie Pope – “I Told You So”

Edu: Que apresentação mais linda! Maddie conseguiu se superar, e vindo com uma song choice certeira. A canção soube valorizar extremamente sua voz, e ela transmitiu uma emoção simplesmente indescritível. Amei e não foi pouco.

Let: Nossa, isso foi lindo. Maddie tá cada vez melhor, e sinto cheiro de final e nem sei como lidar com isso. A menina só cresce, só se supera, só arrasa como instrumentista, levando a sério mesmo, mostrando que quer evoluir, ousar e acertar. Foi maravilhoso!

Luke: Se eu fiquei derrubado aqui com essa performance? COM TODA CERTEZA! Já comentei em outros momentos que essa música acaba comigo de tão maravilhosa que é, mas tipo, a Maddie fez uma apresentação tão linda que eu tive que assistir mais de uma vez. Maravilhosa demais!

 

Gabby Barrett – “I Have Nothing”

Edu: É PRA ME DERRUBAR, SÓ PODE!! QUE APRESENTAÇÃO FOI ESSA? Gente, pelo amor de Deus já podem encerrar a temporada e dar o prêmio a Gaby. Estou boquiaberto e em posição fetal com essa obra prima de performance, sinceramente. Não sei mais do que ela é capaz, sério mesmo.

Let: ESSA MÚSICA, ESSA MENINA! Tá, Gabby quer nos matar e tá conseguindo. Tudo que ela canta é perfeito, é destruidor, nos deixa no chão. Sem saber que era impossível, ela foi lá e pegou um baita clássico da deusa, e até Lionel diz que ela se mostrou original. Eu amei e não foi pouco, tanto que vi cinco vezes.

Luke: Pera, primeiro vem essa ideia de homenagear as mães e já foi mais do que suficiente pra dar uma tombada no meu emocional aqui, aí depois a Gabby vem e pronto, um tiro de bazuca na minha cara com essa performance. Caramba gente, que coisa mais sensacional. Olha, assistindo eu não conseguia enxergar um final onde ela acabe levando o prêmio pra casa, porque amigos, essa menina destruiu demais.

 

Cade Foehner – “Simple Man”

Edu: Já vi que vou chorar em todas as apresentações desse segundo bloco da noite, dedicado às mães. Cade veio com esse hino de canção, e me fez lembrar da apresentação de Trent na temporada passada, que já havia me feito chorar rios. Foi interessante ver esse lado diferente de Cade, mais emotivo e introspectivo. Deu pra ver que ele cantou com a alma, abriu seu coração para essa canção maravilhosa. Uma das melhores dele na disputa, pra mim, é claro.

Let: Ai que apresentação linda! Realmente, o objetivo é nos destruir e estão conseguindo. Vi o Cade que fazia um tempinho que não via, e mais maduro também. Eu achei lindo o conjunto todo, homenagem, voz, arranjo, palco.

Luke: Ah gente, o estoque de lenço já tinha acabado e ver o Cade com a mãe dele necessitou de uma pausa aqui antes de assistir a performance. Aliás, “Simple Man” resolveu fazer dobradinha nos reality nessa semana, hein?! Achei que a performance foi linda demais, aqui o Cade compensou a anterior, porque foi realmente muito boa. Ele conseguiu passar uma emoção enorme cantando e do lado de cá não tenho do que reclamar.

 

Michael J. Woodard – “Still I Rise”

Edu: Olha, eu até gostei da performance, mas preferi mais a primeira. Não sei se a música combinou tanto assim, mas foi algo bonito. Entretanto, não me prendeu e tampouco me comoveu como as anteriores desse bloco dedicado às mães.

Let: Foi uma linda apresentação, e mais para o final Michael cresceu como sempre faz. Só não me emocionei tanto quanto deveria porque nem conhecia essa música, não peguei a vibe. Poderia ser um hino mais conhecido e com mais oportunidade para vozeirão, sei lá!

Luke: Eu achei que no começo da performance não estava dando muito certo, mas como de costume o Michael foi crescendo demais ao longo da música e no final das contas gostei bastante. Não vou dizer que foi a melhor dele, aliás, parece que o rapaz deu uma estacionada nessa noite, mas ainda assim é uma das minhas torcidas da temporada.

 

Caleb Lee Hutchinson – “Stars In Alabama”

Edu: A mãe dele sofre de insônia? Pois se sim, ele conseguiu vencer o problema.

Let: HAHAHAHAHAHAHA SIMMMM EDU! Sabe o que me aconteceu durante a apresentação? Cochilei. Foi tão Zzzz que sei lá. Não foi ruim, mas não foi emocionante.

Luke: Eu achei que foi uma performance bonita de assistir, mas daquele tipo que cinco minutos depois você nem lembra mais.

 

Maddie Pope – “God Only Knows”

Edu: Maddie fechou essa noite de semifinal com chave de ouro, de forma extremamente emocionante. Eu achei demais suas duas apresentações, pois ela soube usar as ferramentas certas para cativar a audiência. Depois dessa é questão de honra uma das vagas da final ser sua.

Let: Que menina inteligente nas escolhas musicais dessa noite. Maddie mostrou que está crescendo mesmo, e lacrou a noite com esse grande clássico conhecido e amado por todo o mundo. Foi lindo, foi singelo, foi perfeito.

Luke: Olha, Gabby e Maddie definitivamente dominaram essa semifinal e aqui Maddie novamente me deixou todo derrubado aqui. Outra performance linda dela, com uma combinação perfeita de música e voz. Quero muito um álbum dessa guria.

 

ELIMINAÇÕES

Edu: COMO ASSIM MICHAEL FORA DA FINAL? Olha, nem sei o que dizer, francamente. Estou em choque até agora com tamanha injustiça. Ok, a segunda apresentação esperava um pouco mais, mas a primeira foi incrível. Não é segredo a ninguém que eu gosto do Caleb, mas ele não contribuiu em absolutamente nada na semifinal. Cade foi péssimo na primeira performance, mas se redimiu na segunda. Maddie e Gaby reinaram a noite toda, sendo a ida delas à final mais que justa. É questão de honra Gaby vencer, só digo isso.

Let: PAGE CARDIO, PORQUE EU NÃO TÔ AGUENTANDO. MICHAEL FORA? SÉRIO? MICHAEL? AQUELE ALI QUE DESTRÓI TODAS AS SEMANAS? Pera, gente, tá errado isso. América mostrando mesmo que não sabe votar, são piores que nós (porque brasileiro pelo menos sabe votar em reality né), e deixando de fora o dono da temporada. Bom, que Gabby ou Maddie vençam. Porque se Caleb ganhar, eu vou até o estúdio do American Idol quebrar tudo.

Luke: Gente, eu não aceito o fato do Michael ter ficado de fora dessa final, uma injustiça muito grande sim. Eu entendo que nessa semana ele não teve seu melhor momento, mas olhando o que o rapaz já fez, o tanto que surpreendeu ao longo das semanas, definitivamente merecia uma vaga por ali. Gabby e Maddie foram maravilhosas e mereceram sem sombra de dúvidas uma vaga, já o Caleb não consegui entender muito, então não vou aceitar se o cara ganhar. Como comentei anteriormente, acredito que Gabby leva facilmente, mas nesse momento bateu uma revolta grande por ver Michael indo embora.

 

Acharam justa  a formação dos finalistas? Venham comentar conosco!

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.