American Idol – 16×18/19 – Final

American Idol 16x18/19
Imagem: ABC/Eric McCandless/Divulgação

American Idol chegou a mais uma final. Depois da estreia no canal ABC, sua primeira temporada na nova casa está encerrando essa edição com resultados satisfatórios, elevando os índices do canal nas noites de domingo.

Nossos três finalistas se apresentaram nas duas noites de desfecho, que ainda contou com a presença dos demais candidatos. Além disso, participações especiais e algumas surpresas marcaram a ocasião.

Vamos conferir?

 

PERFORMANCES

 

Caleb Lee Hutchinson – “Johnny Cash Heart”

Edu: Eu sinceramente gostei e muito do single de Caleb. É bastante comercial, tem sua própria identidade, e tem tudo para se tornar hit nas rádios country. Vou até separar pra ouvir depois em meu Spotify.

Gaby: Putz, não me conformo desse aprendiz de karaokê estar na final. Para mim, essa performance foi tão chata que não senti aquela vibe de vencedor. Foi uma ótima música para um cantor mediano como ele.

Let: Nervosismo define, hein! Errou o início, mas cantou bem durante toda a performance. O tom estava certo, e o single tem bem a pegada chata do country atual, então é possível que faça sucesso.

Luke: Eita, o rapaz já começa a performance errando ali. Ainda assim preciso dizer que gostei mais dessa música do que estava esperando. Achei que foi uma escolha boa para o single do Caleb, e mesmo ainda achando que o Michael deveria estar nesse lugar ali, ele não foi todo ruim.

 

Gabby Barrett – “Rivers Deep”

Edu: Assim como Luke, também senti Gabby MUITO nervosa, e isso não é bom. Ok, final, single inédito e por aí vai, mas ela tem que colocar na cabeça de só em chegar aqui já é uma vencedora. A canção começou boa, mas depois me deu preguiça, não sei explicar direito. Para padrões Gabby Barrett eu esperava um pouco mais.

Gaby: Minha xará merecia estar na final, porém, achei péssima a song winner dela. Acredito que ela estava tão nervosa, que acabou se perdendo na performance. Como meu amado Michael saiu, minha torcida é por ela e espero que o povo vote na Gabby pelo conjunto da temporada.

Let: Bem tensa mesmo, não curti muito. Acho que falta nessa música uma grandiosidade ou um ingrediente chiclete. Me pareceu chata e que não vai pegar.

Luke: Só eu senti a Gabby muito nervosa no palco? Tinha ouvido a versão estúdio da música no YouTube mais cedo e achei que tinha ficado ótima pra ela, mas assistindo a performance já fiquei com um pé atrás, porque pra mim não foi o melhor dela por ali.

 

Maddie Poppe – “Going Going Gone”

Edu: QUE MÚSICA MARAVILHOSA! Não sei descrever, mas ela tem uma energia incrível, tem uma vibe meio Phillip Phillips. Só sei que quase levantei pra dançar, e já quero o single na minha lista de favoritos do Spotify. De longe a melhor performance dessa primeira rodada.

Gaby: Não esperava uma performance tão digna de um pré candidato à Idol tão brilhante e perfeita, como Maddie fez. A canção é bastante chiclete e pode vir a fazer muito sucesso nas rádios e concordo com meus coleguinhas que a Maddie parecia o PP, só que de saia!

Let: POXA FOI PRO FOLK E GANHOU MEU CORAÇÃO! Sim Edu, me lembrou tanto Phillip Phillips – nas suas devidas proporções, claro. Maddie ganhou um single alegre, que pega, que anima, e deixou o nervosismo em casa né! Dona do palco. Amei o single!

Luke: De longe a melhor dessa primeira rodada, na minha opinião. Aqui foi o contrário do que rolou com a Gabby, porque a versão estúdio da música não tinha me ganhado, mas ver ela cantando mudou completamente minha opinião e gostei demais da conta. Maddie estava bem confiante no palco e toda linda. Achei que já saiu na frente por aqui.

 

Caleb Lee Hutchinson – “Don’t Close Your Eyes”

Edu: Sinceramente? Eu amei essa apresentação e não foi pouco. Senti Caleb ali, todo seguro de si, com uma voz mais potente que nunca. Veio com uma música certeira, que soube emocionar na medida certa. Mandou super bem!

Gaby: Pode ter sido a melhor performance de Caleb na competição, mas nada que justificasse ele estar na final. Esse menino foi uma grande decepção desde o Top 14 e não adianta cantar bem só no último programa. Caleb foi o único act que não evoluiu na competição.

Let: Olha, foi bem bonita a apresentação. Mas como boa implicante que sou, senti falta de mais emoção na voz, na expressão, me lembrou Michael, só faltou o tic nervoso da cabeça virando pro lado. Sou difícil, Caleb!

Luke: Então, pode-se dizer que o Caleb não teve muitas performances que se destacaram no meio dos outros candidatos, porque pra mim foram poucas as vezes que o rapaz se arriscou a fazer algo fora do normal ali. Então, sem muitas opções eu achei que ele mandou bem escolhendo essa música, porque aqui o rapaz pelo menos conseguiu mostrar o melhor da sua voz e entregou uma boa apresentação.

 

Gabby Barret – “Little Red Wagon”  

Edu: Minha Gabby está viva, AMÉM! Depois da primeira apresentação meia boca, infelizmente, ela voltou mostrando quem manda nessa joça. Mais uma vez, Gabby veio com aquela sensação que é uma artista convidada, que está fazendo uma apresentação no programa para divulgar seu single. Rainha, somente isso!

Gaby: Péssima escolha para cantar na final. Por mais que eu ame a Gabby e tenha notado o seu amadurecimento na competição, essa canção não foi a melhor dela no programa e para repetí-la, ela deveria ter nos entregado uma apresentação perfeita. Não foi isso o que vimos.

Let: Concordei com Luke, não escolheria essa. Na primeira vez foi muito bom, mas dessa vez faltou alguma coisa, não sei o que, mesmo que ela estivesse dominando o palco. O que tá acontecendo? Não consigo me empolgar com a minha favorita.

Luke: Achei que foi melhor que na primeira rodada, mas ao contrário do Caleb, Gabby tinha várias opções de músicas que renderam verdadeiros tiros ao longo da temporada. Essa definitivamente não teria sido minha escolha pra ela, mas serviu pra mostrar toda a presença de palco ótima que a guria tem e o quanto domina o negócio quando está naquele palco.

 

Maddie Poppe – “Don’t Ever Let Your Children Grow Up”

Edu: Desde o Top 10, se não me falha a memória, venho dizendo que Maddie está com sede de vitória. Essa performance foi a certeza mais que absoluta disso. Maddie veio com algo singelo, bem sua cara, entregando um número bacana. You go, girl!

Gaby: Maddie teve sorte com a escolha equivocada da Gabby e, por isso, nos entregou uma performance tão marcante. Não estou dizendo que ela foi ruim ou ok, apenas que parece que Maddie está brigando sozinha pelo pódio. E eu amei essa escolha!

Let: Que apresentação mais lindaaa! Tô meio cansada de dizer isso para Maddie, mas é impossível falar outra coisa. Foi tudo tão singelo, fofo mesmo, e o palco, e o público, a letra, a voz e a vibe indie. Que lindo!

Luke: Mais uma vez achei que a Maddie foi a melhor dos três. Baita risco escolher uma original nesse ponto da competição, mas definitivamente um risco que valeu a pena, porque além da música ser maravilhosa, vimos Maddie mandando bem demais, me deixando aqui todo babão assistindo e querendo demais que um álbum inteiro com essa voz não demore pra chegar. Adorei!

 

Caleb Lee Hutchinson – “Folson Prison Blues”

Edu: Mais uma performance bacana de Caleb nessa final, e eu curti. Saiu um pouco das baladas, e veio com algo mais pra cima.

Gaby: Sim, Luke era para o Michel estar na final e ganhando essa temporada até porque ele foi o grande nome da temporada, ao lado da Ava diva. Eu continuo achando que Caleb canta sempre a mesma musica e, dessa vez, ele decidiu remixar um pouco.

Let: Nossa, que coisa chata! Olha gente, era para ser animado né, ele foi cantar um clássico do Deus do estilo, mas ficou ali parado feito um poste, então foi tudo um terror. Que preguiça.

Luke: Posso dizer mais uma vez que era pra ser o Michael cantando ali? Enfim… deixando a injustiça de lado, Caleb veio mais animadinho nessa última rodada e fez uma performance divertida. Fiquei pulando de alegria aqui? Não, mas pelo menos não deu sono.

 

Gabby Barrett – “Don’t Stop Believin”

Edu: Quando vi que Gabby cantaria essa música não esperava menos que um bom tiro. Entretanto, como na primeira performance, ficou faltando algo. Ela teve sim a presença de palco, aquela voz maravilhosa e tudo mais, só que mesmo assim senti falta de uma pitada a mais de emoção. Gostei, mas não amei.

Gaby: Decepção define!!! Acho que fizeram macumba das bravas para minha xará! Eu amo a Gabby e amo essa musica, mas não rolou química nenhuma entre as duas. Parecia que eu estava assistindo Gabby se despedindo da competição!

Let: Não entendi, mas não era Gabby. Amo demais essa música, mas nada a ver com ela. Não combinou com a voz, bem pelo contrário, mostrou uma parte irritante da voz que não precisava exaltar. Eu achei bem ruim, um desserviço pra ela.

Luke: Sei que a Gabby é a favorita e eu mesmo disse na semana passada que achava difícil ela não levar o prêmio, mas gente, pra mim ela veio nessa semana com algo a menos. Não sei explicar direito, mas achei que ela não estava em seu melhor momento ali. Nessa última rodada pegou esse tiro de música e conseguiu sim fazer uma boa performance, mas se eu disser que senti a emoção que a música sempre traz, estaria mentindo.

 

Maddie Poppe – “Landslide”

Edu: Definitivamente Maddie liderou essa primeira noite de final. “Landslide” é uma música profunda, que ela soube entregar a emoção que é exigida. Maddie é perfeita para apresentações introspectivas, tipo que nem essa.

Gaby: Maddie ganhou a noite de lavada, coisa fácil, já que Caleb nem devia estar nessa final e Gabby entregou a vitória de mãos beijadas para sua colega do programa! Eu não amei a performance da Maddie, eu simplesmente detestei não estar na bancada para aplaudi-la de pé e entregar uma medalha de campeã! Isso que Maddie fez foi mostrar o quanto ela quer ser a próxima American Idol!

Let: GENTE OLHA ESSE PALCO, ESSE TELÃO, QUE COISA LINDA! E essa música? Meu coração quase não aguentou de tanta lindeza junta. Maddie, não é justo mudar a minha torcida assim, logo na final. Que performance e que voz!

Luke: Por outro lado temos a Maddie, que depois dessa noite tem 100% da minha torcida. Precisa nem dizer que eu fiquei emocionalmente instável depois de assistir o vídeo dela voltando pra casa, com direito aquelas criancinhas cantando pra ela e tudo mais, né? Desidratei total aqui. E se não bastasse toda a emoção do vídeo, ela veio com “Landslide” e pronto, foi a cartada final mais maravilhosa que poderia ter lançado. Achei a performance linda, naquela dose de emoção perfeitinha e pra fechar a noite da melhor maneira.

 

SPECIAL PERFORMANCES

 

Luke Bryan & Gabby Barrett – “Sunrise, Sunburn, Sunset”/”Most People Are Good”

Edu: EU TÔ MORRENDO COM A COMPARAÇÃO, LET!!!!! A apresentação me decepcionou, pois apenas Luke brilhou, e mesmo não foi lá aquelas coisas. Gabby morreu e foi substituída, só pode.

Gaby: Eles tipo estão querendo imitar o The X Factor? Esse dueto foi delicioso de se assistir e mostrou o quanto Gabby merece os votos, e que o povo esqueça o que rolou nas apresentações anteriores.

Let: Adorei Gabby homenageando rainha Xuxa nos anos 80 com o look. Fora isso, achei a apresentação fraquinha, Luke tem músicas melhores e que poderiam destacar mais a voz da nossa rainha. Quem sabe esperei demais?

Luke: Eu curti o dueto, essa música é bem bacana e ficou legal as vozes do Luke com a Gabby juntas. Estava esperando por algo assim, pois ambos tem um estilo bem parecido, então era difícil sair algo ruim. E sobre a homenagem pra Xuxa, morri de rir aqui, Let.

 

Kermit the Frog & Maddie Pope – “Rainbow Connection”

Edu: Quando vi Maddie cantando com um fantoche, na hora me fez lembrar de Ana Maria Braga e Louro José e do álbum que ela lançou anos atrás – sim, existe uma joça dessa. Entretanto, acabei me impressionando por demais, e pra mim foi até agora a melhor special performance dos finalistas.

Gaby: Que dueto totalmente inesperado! As vozes se encaixaram direitinho e Maddie está lutando para ganhar essa temporada!

Let: HAHAHSHAHS! QUE COISA MAIS FOFAAA! Eu não tava pronta para esse dueto, acho que ninguém tava. E Maddie arrasou demais – muito mais que na primeira vez. A segurança e a maturidade na voz dela fazem a menina ser o grande destaque dessa final, que coisa, hein!

Luke: Mas gente… Estava pronto pra dar risada aqui desse dueto, mas tipo, foi difícil não gostar. Achei tão gostosinho de ouvir e a voz da Maddie estava linda como sempre! <3

 

Darius Rucker & Caleb Lee Hutchinson – “Wagon Wheel”

Edu: Foi algo muito legal, alto astral. Me segurei aqui pra não me levantar pra dançar, sério mesmo.

Gaby: Depois de ver essa performance cheguei à conclusão de que Caleb tinha que formar uma dupla sertaneja com Scotty McCreery!

Let: Engoli meu ranço, porque foi um dueto bem legal, mas beeeem legal mesmo, animado. Caleb com o tom mais alto é até interessante. Só sei que até meu corpo dançou aqui e eu fiquei sem entender. Pois é, gostei!

Luke: E essa voz do Darius, gente? Boa demais da conta! De longe meu dueto preferido até aqui, porque foi delícia demais de assistir! Não conheço muito o trabalho do cara, mas curti MUITO a voz e fez uma combinação perfeita com a do Caleb. Essa eu curti mesmo!

 

Bebe Rexha & Top 3 – “Meant To Be”

Edu: A sensação que tive foi de um grupo de amigos em um karaokê, já cantando no fim do rolê. Nenhum ali se salvou, sinceramente.

Gaby: Foi muito blah! Sem mencionar que essa música já deu o que tinha que dar.

Let: Não fosse Katia hétera demais, diria que ela e Bebe estão se pegando, porque essa mulher não sai desse palco. Mas realmente, essa música é o grande hit do ano e merece estar na final. Deu um eco mutcho loko no microfone do Caleb, além de Maddie e Gabby entrarem em conflito várias vezes, mas foi até bom. E meu Deus que tanta gente branca no palco, né!

Luke: Achei meio bagunçado esse negócio, hein?! Microfone com uns sons meio doidos, e parece que eles não estavam muito em sintonia. Ainda assim concordo com Let sobre essa ser uma dos hits do ano e pela letra valeu demais essa pontinha na final.

 

TERCEIRO COLOCADO

Gabby Barrett foi a terceira colocada!

Edu: Que choque! Depois de ter perdido Ada e Michael, Gabby era minha última aposta para vencer o programa. Entretanto, deu o mesmo boom negativo que ocorreu em Kyla no The Voice, aqui com ela. Todas suas performances da noite anterior foram desastrosas, e não tinha como defendê-la. Então fiquei desapontado, porém não surpreso.

Gaby: Era de se esperar que minha xará ficasse em terceiro lugar, mesmo achando que Caleb tinha que sair. Agora é só rezar para que esse aprendiz não ganhe a temporada!

Let: Pois é, eu queria Caleb aí, mas depois das apresentações de Gabby, ela mereceu mesmo o terceiro lugar. Não sei o que dizer mais além disso, ela só não conseguiu mostrar todo aquele poder que tinha mostrado até agora. Que pena! Agora vai, Maddie!

Luke: Vale dizer que essa terceira colocação me deixou foi bem chocado aqui. Até na semana passada eu tinha certeza absoluta que a Gabby levaria o prêmio tranquilamente, mas nos quarenta minutos do segundo tempo ela deu uma derrapada e a noite de domingo não foi a sua melhor. Ainda assim eu imaginei que ela tinha grandes chances de ganhar ou menos pelo ficar na segunda colocação, então realmente fiquei chocado.

 

PERFORMANCE FINAL

 

Maddie Pope & Caleb Lee Hutchinson – “Somewhere Over The Rainbow”/”What a Wonderful World”

Edu: Gente, Katy total me representou quando eles assumiram que estão namorando. Sobre a performance? Estou vomitando arco-íris até agora, de tão linda que foi. Acho que o fato deles terem engatado um relacionamento deu um toque a mais na apresentação, deixou mais mágico e encantador. AMEI!

Gaby: Estou mais chocada com o fato dos dois estarem se pegando desde a Hollywood Week, do que com esse dueto. Maddie bem que poderia dar umas aulas de canto para o Caleb, né? Como fã número 1 do Michael, a.k.a Jr, tenho que dizer que preferia ter visto meu vencedor nessa final fazendo um dueto digno de um Top 2!

Let: Como é bom ver Caleb cantar outro estilo que não é o country, né! Até consigo curtir, valorizar o vozeirão. Mas não adianta, Maddie dominou a apresentação com uma voz deliciosa. E foi fofinho os dois de mãos dadas. <3

Luke: Ah gente, precisa nem dizer que esse dueto foi só amor, né? E tipo, COMO ASSIM ELES NAMORAM DESDE A HOLLYWOOD WEEK? WTF! Não fazia a mínima ideia e fiquei foi bem pasmo aqui. O dueto foi lindo, o Caleb é meio bestão (rs), mas eles combinam demais!

 

VENCEDOR

Edu: Maddie vencendo era algo que jamais estava esperando, e tipo semanas atrás até apostava em sua eliminação. Mas de um tempo pra cá, ela realmente despertou uma sede única de vencer o programa, dando o seu melhor. Dos três restantes, ela foi a mais consistente e que realmente lutou pelo título. No afinal das contas até que foi merecido, apesar de meus favoritos terem sido outros. Mas é aquilo lá, antes ela que Caleb. Estou bem feliz mesmo, e espero muito que nossa original Idol da ABC, aka “Kelly Clarkson Reloaded” faça o mesmo sucesso estrondoso que nossa original Idol de todas fez e ainda faz até hoje na cena musical.

Gaby: Eu já tava aqui pronta para pedir o impeachment dessa votação, quando Ryan anunciou a Maddie como vencedora! Foi merecido? Até que foi, visto que parecia que só estava ela competindo para pegar o pódio, porém, o saldo da Maddie no Idol não foi tão positivo assim. Ela nos apresentou muitas performances medianas e poucas inesquecíveis. Para mim, Michael é o grande vencedor e o nome dessa temporada! Parabéns a Maddie e espero que ela não suma daqui alguns meses, como creio que acontecerá com ela.

Let: Ufaaa! Quase morri de medo de Caleb ganhar. Maddie realmente mereceu o prêmio. A menina é o maior exemplo de evolução no programa. De uma criança insegura e cantando músicas infantilizadas, para uma multi-instrumentista que arrasa no vozeirão e não tem medo de ousar. Mereceu Maddie, e amei aquele single, vou ouvir todo dia.

Luke: Que resultado mais lindo, viu! Maddie era minha torcida, principalmente depois do show a parte que fez na noite de domingo. Como estou acostumado a cair do cavalo, estava aqui me borrando de medo dos americanos terem feito aquela ideia de dar o prêmio pro Caleb. Felizmente não foi o que aconteceu, e minha Maddie levou! Merecido demais, pois ela cresceu muito ao longo da temporada e tem uma voz deliciosamente maravilhosa! Já digo que estou ansioso pelo álbum e na certeza que será ótimo!

 

O que acharam desse resultado? Foi justa a vitória de Maddie Pope? Venha comentar conosco, e até a próxima temporada.

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.