Após 8 anos, Prison Break retornou em forma e como se nunca tivesse acabado

Imagem: Banco de Séries

Os irmãos mais f%&* da TV estão de volta! Depois de oito anos, Prison Break retorna com um baita episódio.

Começo dizendo que eu realmente acreditava que o Lincoln seguiria com a sua casa na praia, vendendo pranchas, sendo lindo e feliz com a Sofia. Mas não. Ele voltou a ser o Lincoln de antes, o de Fox River. Já no começo vemos Burrows sendo perseguido por um grupo a quem ele devia dinheiro. E Sofia?? O que aconteceu? Quantas perguntas!

Uma das minhas grandes dúvidas sobre esse revival era sem dúvidas, T-bag. Como ele conseguiria sair da cadeia depois de duas fugas (se contarmos a da primeira temporada e a da série Breakout Kings)? E já responderam logo de cara: Por ser um “cidadão exemplo”, o que fica bem óbvio que alguém mexeu diversos pauzinhos para tirá-lo de lá.  E na saída do presídio, Bagwell recebe um envelope com a foto de nada mais nada menos que Michael Scofield.

Como cansamos de ver nos trailers que foram divulgados nos últimos meses, T-bag corre para a casa de Lincoln para informá-lo que, talvez, o seu irmão possa estar vivo. Como uma pessoa que perdeu uma irmã, só consigo imaginar o desespero, angústia e a pontada de esperança que isso pode proporcionar. Quando Burrows vai até a casa da Sara para informá-la, mais novidades: A ex-viúva de Scofield casou novamente. Claro, Tancredi não acreditou na possibilidade e ficou em choque sobre a revelação do ex-cunhado.

Disposto a descobrir a verdade, Lincoln inicia uma caça atrás de provas de que seu irmão esteja mesmo vivo. Algumas até bem desesperadas, como desenterrar um corpo. Sim, isso foi demais para mim. E óbvio, o corpo não estava lá. Burrows então fez o que um cara que conhece bem o irmão faria: Procure algo nas roupas, no caixão, porque Scofield é ótimo nas mensagens subliminares.

Agora, e essas pessoas seguindo Lincoln… bem vago, né? Não deram nenhuma pista do que possa ser. Esse começo seguiu o histórico da primeira temporada, onde só nos contaram o motivo de culparem Burrows pelo assassinato do irmão da Vice-Presidente no meio da temporada. E provavelmente será também dessa maneira, que desencadeará o plot de Michael.

C-Note foi um dos personagens fundamentais para o desenrolar das outras temporadas e, com toda certeza, será nessa também. A ida dele com o Lincoln para o Iêmen atrás de Scofield foi perturbadora. E eu, inocente, achava que nada poderia ser pior que Sona. A emboscada, logo na chegada ao país, mostra que o resgate não será nada comparado aos outros.

E sobre o Michael, que é Michael, mas não é mais Michael. Oi? Agora ele atende por Kaniel Outis, nome que está no paletó que Lincoln pegou quando desenterrou o suposto caixão do irmão. Nome também que está por trás da cirurgia de T-bag, que como o médico disse, organizou a cirurgia para colocar a mão robótica no vilão.  Mas voltando ao plot de Scofield, que supostamente não se lembra do irmão – o que pra mim, na longa fechada nos olhos de Michael ao se despedir do irmão, acredito que não passe de um plano. Conhecendo Michael Scofield, como nós conhecemos, sabemos que seus planos sempre funcionam e é só aceitar, dá a mão e ir.

Ogygia mostrou que Prison Break tem muita lenha para queimar ainda, apesar de diversos pontos de interrogações e forçações de barra em muitos momentos – como quando Lincoln voa do carro e sai ileso. Mas que como uma boa série que gosta de prender quem está assistindo, as respostas irão aparecer, assim como mais perguntas. O que nos resta? Esperar até a próxima terça. Mas o sentimento, após o final do episódio, é como se a série jamais tivesse nos deixado. Nostálgico!

Ah, fique ligado, teremos reviews semanais aqui no Mix de Séries. 🙂

PS: A MÃO! Eu tenho certeza que aquela mão, com aquela tatuagem de um olho, queria dizer alguma coisa. Focou demais nisso. Bora pesquisar, Lincoln.

PS 2: Peninha Lincoln não ter deixado Sucre ir junto. Espero que Sucre apareça mais.

PS 3: Os diálogos de Michael Junior com a Sara, que coisa linda. Já quero ver esse reencontro.

PS 4: Eu não consigo parar de pensar na mão robótica do T-bag, funcionou fácil, né?

Após 8 anos, Prison Break retornou em forma e como se nunca tivesse acabado

Nota do Episódio - 9.5

9.5

Review do primeiro episódio da quinta temporada de Prison Break, da FOX, intitulado ''Ogyia".

User Rating: 3.65 ( 5 votes)

Comments

comments

About leticiagarcia

Check Also

O elenco de Felicity: onde eles estão agora?

Os mais velhos irão lembrar: Felicity foi uma sensação no final da década de 1990. …