As Novidades da Netflix de 01/06 a 15/06: o que vale a pena (ou não) assistir

Imagens: Netflix

Quinzena pouco movimentada na Netflix. De qualquer forma, como sempre, há algumas boas novidades para quem procura novas séries ou o retorno de alguns sucessos

Imagem: Netflix

A quinta temporada de Orange is the New Black veio com uma proposta interessante e arriscada: comprimir seus episódios no espaço de poucos dias, acompanhando a rebelião das detentas quase que minuto a minuto. Embora seja uma ideia bacana, é preciso encarar uma dura verdade: não há história suficiente para ser contada neste contexto. Orange sempre funcionou muito bem sem as amarras do tempo e das situações; agora, limitada à rebelião, até mesmo os flashbacks ficaram escassos e vazios e a sensação de repetição é inevitável. De qualquer forma, ainda é uma ótima temporada de uma ótima série. Devemos pensar, entretanto: a Netflix cansou? Depois de cancelar dois grandes programas (Sense8 The Get Down) e ver seus dois principais carros-chefe (Orange House of Cards) em suas piores temporadas, a plataforma precisa repensar alguns caminhos.

Imagem: Netflix

Outra produção original que retornou em junho é Flaked. Esta, contudo, é bem menos conhecida que Orange is the New Black. Apagada no catálogo, a comédia dramática com Will Arnett tem vários problemas (talvez mais erros do que acertos), mas há algo nela que me cativa. Talvez seja a ambientação, o roteiro despretensioso ou o elenco simpático. O fato é que Flaked é agradável, rápida e envolvente. Isso, no fim, é o que procuramos em séries de TV. O sucesso de público e crítica é baixo, o que pode ocasionar o cancelamento do programa. Ainda assim, dê uma chance a essa pequena joia escondida nas entranhas da Netflix. Pode valer a pena.

Imagem: Netflix

Phoebe Waller-Bridge me conquistou com Fleabag. Aquela que talvez seja a melhor comédia do último ano cativou pelo roteiro inteligente e pela atuação sincera da roteirista que também é ótima atriz. Em Crashing, outra de suas comédias britânicas, Bridge investe num elenco maior e numa história mais palatável, com piadas mais acessíveis e humor rasteiro. Mesmo assim não perde a forma e a elegância, fazendo desta mais uma curiosa investida no gênero. A pouca quantidade de capítulos facilita a vida de quem quer maratonar. Mas atenção: esta é uma comédia britânica, e, por isso, diferente do convencional americano. Com isso em mente, tudo pode funcionar muito bem.

Imagem: Netflix

Party of Five retorna ao catálogo da Netflix depois de meses fora da lista. O querido, mas pouco conhecido, drama familiar trazia Matthew Fox antes de Lost e Neve Campbell bem no início da carreira. Na trama, cinco irmãos devem se adequar a uma nova realidade: ao perderem os pais, o irmão mais velho vira o chefe da família e, assim, devem enfrentar as adversidades que o dia a dia os impõe. Trata-se de um drama aparentemente leve, mas que esconde uma gama de boas intenções e uma infinidade de debates complexos.

Comments

comments

About Matheus Pereira

Matheus Pereira
Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.
  • Eduardo Nogueira

    Nossa nem lembrava que Flaked ainda existia, vi os 10 minutos do primeiro episódio e larguei