Ator de Breaking Bad: Dean Norris é acusado de agressão sexual

Imagem: AMC

Polícia, entretanto, não vê provas o suficiente para conduzir caso… 

De acordo com o Daily Mail, o ator Dean Norris, conhecido por seu trabalho em Breaking Bad como o policial Hank, foi acusado de abuso sexual em junho de 2017, mas a denúncia não foi registrada.

Segundo autoridades, Norris foi acusado de forçar relação sexual contra a vontade de uma mulher que estava de férias na cidade de New Orleans. Mas até hoje o ator não foi preso ou indiciado. A história somente veio a público nesta sexta (23).

Dean Norris fez parte do elenco da série Claws, da TNT, que foi gravada, em parte, na cidade de New Orleans. Atualmente ele está no ar na última temporada de Scandal.

O caso

Não está claro como Norris e a mulher, que não foi identificada, se encontraram. Mas ela teria dito a um jornal que o ator convidou ela e sua amiga para um bar depois que ela pediu uma foto e disse que era fã de Breaking Bad. Em algum momento da noite, o ator, que estava com outra pessoa, convidou as duas para irem até o condomínio onde ele estava hospedado.

A mulher disse que acordou na manhã seguinte sem roupa e confusa, alegando não se lembrar de ter voltado ao condomínio do ator. Ela afirmou não lembrar de alguns momentos da noite por conta da quantidade de álcool que ingeriu.

Ainda segundo o relato da mulher, após ter acordado, Norris a forçou ter relações sexuais com ele, mesmo após ela ter se recusado e ter tentado pará-lo fisicamente. “Eu tentei pará-lo. Eu disse não. O que mais eu posso fazer?”, disse ela.

A mulher, que mora no estado de Ohio, disse que relatou o crime à Policia alguns dias depois de retornar para casa. Ela também revelou que sentiu dores após o abuso e chegou a ir ao hospital para fazer um exame de estupro.

Embora eu não seja uma atriz de Hollywood, eu também tenho importância. Ainda importa que isso tenha acontecido. Eu preciso me defender”, disse.

Defesa refuta acusações

Para a defesa do ator, isso comprova que as acusações são falsas. “O fato da Polícia e da Promotoria de New Orleans, após uma investigação completa, não terem emitido nenhuma justificativa ou ter apresentado queixa, confirma que essas alegações são infundadas“, disse Michael Holtz, advogado do ator.

O advogado afirmou ainda que o depoimento da mulher e contraditado por provas e testemunhas. “Com base nas evidências coletadas até o momento, a Policia de New Orleans não acredita que possui provas suficientes para fazer uma prisão“, ressaltou.

A Promotoria e a Polícia de New Orleans não quiseram comentar a notícia.

About Italo Marciel

Italo Marciel
Cearense, 28 anos. Jornalista especialista em Assessoria de Comunicação. Viciado em séries desde que se entende por gente e apaixonado por cinema. O cara que fica feliz em indicar uma boa série ou um bom filme para os amigos.
  • Pode privatizar tudo!

    Agora a mulherada sai com o cara, vai para o quarto dele, deita no mesmo sofá ou na mesma cama, abre as pernas, vira o zóinho e, tempos depois, sai na imprensa dizendo que foi estuprada. Tá ficando confuso…