Audiência – Análise de 28/07 a 03/08: The Originals, Making It, Quantico e mais

Audiência, Análise de Audiência, The Originals, Making It, Quantico
Imagem: CW/Divulgação; NBC/Divulgação; ABC/Divulgação

Com a Summer Season entrando em agosto, começamos a ver os últimos grandes lançamentos saindo da TV a Cabo assim como um alto número de finais de temporadas na TV aberta. Como disse, na semana passada, ainda é cedo para afirmar se essa temporada foi um fracasso ou mais um sintoma da total falta de estratégia de alguns canais em adaptarem-se a nova realidade. Porém, pode-se identificar com facilidade que embora essa tenha sido a temporada dos reality shows, as franquias continuam sendo as apostas certas.

The Bachelorette encerra, nesta semana, mais um ano bem sucedido, enquanto a Fox colhe frutos de uma excelente estratégia quanto ao lançamento de The FourThe Real Housewives continuam com a audiência de sempre ao ser vice na quarta-feira com um aguardado episódio de New York City. Além disso, ainda tivemos o grand finale de The Originals; a estreia de Making It e muito mais.

Vamos aos números?

ABC

Embora tenha exibido uma reprise de Celebrity Family Feyd às 20ha ABC registrou sólidos 0.8, que foram repetidos por The $100,000 Pyramid e diminuídos por To Tell The Truth (0.7). Mesmo com quedas e reapresentações, a emissora venceu seu sexto domingo consecutivo graças a força do bloco de Sunday Fun & Games, batendo a CBS por 14%.

Na segunda-feira, The Bachelorette perdeu 0.1 para 1.3, enquanto The Proposal repetiu os 0.6 da semana passada. Na quinta-feira, tudo estabilizado com The Gong Show (0.5) e Take Two (0.4). No dia seguinte, o Series Finale de Quantico ficou estável em 0.4, mesmos números de What Would You Do?.

NBC

Depois de um Series Low no domingo passado, Shade of Blue ganhou 0.1 para 0.5, apesar de ser exprimida por duas reprises. Na segunda-feira, American Ninja Warrior ganhou 0.1 para 1.1, mesmo movimento feito por America’s Got Talent na terça-feira ao oscilar de 2.0 para 2.1.

Logo em seguida, Making It fez decentes 1.1, embora abaixo do que World of Dance fez na semana passada (1.2). Na quarta-feira, o reality show de dança reagiu ao subir para 1.1, enquanto Reverie, que vai para seu último episódio, ficou com os desanimadores 0.4 de sempre.

Continua após a publicidade

FOX

Na segunda-feira, So You Think You Can Dance permaneceu estável com 0.6 no demográfico alvo, o que significa uma repetição da Series Low. Na terça, Beat Shazam fez 0.7, mas Love Connection caiu 0.1 para 0.4. No dia seguinte, Masterchef perdeu fôlego para 0.9, enquanto o Season Finale de The Four cresceu 0.1 para 1.0.

 

CBS

Sendo o único original da noite, o Big Brother manteve seus estáveis 1.5 no demo da semana passada. Na segunda-feira, Salvation (0.3) e Elementary (0.4) ficaram na mesma. Tanto na quarta quanto na quinta, a emissora teve a mesma coisa: Big Brother ficar com o demo de 1.5.

Movendo-se para sexta-feira, TKO: Total Knock-Out fez 0.6, surpreendentemente os mesmos de quando foi exibido na quarta-feira. Exibido mais tarde, Whistleblower ficou estável nos 0.4 da semana passada.

CW

Na segunda-feira, o único original da noite, Whose Line Is It Anyway? fez estáveis 0.3. Na terça-feira, The 100 manteve-se firme nos 0.3, assim como The Outpost ficou estacionada nos 0.1. Exibida após a Series Finale de The Originals (abaixo), Burden of Truth ficou com seus sólidos 0.2. Na sexta-feira, por fim, Masters of Illusion ficou com 0.2 no demográfico alvo.

 

TV a Cabo

Imagem: Divulgação

Mostrando sua dominação na TV aberta, a Viacom usou (quase) todos seus canais para uma transmissão simultânea do comentado The Comedy Central Roast of Bruce Willis. Os números seguem: Comedy Central (0.79), MTV (0.15), VH1 (0.14) e BET (0.12). Comparando com o mais recente roast (feito sobre Rob Lowe), o programa de humor apresentou uma alta de 17% no total de telespectadores e 21% no demográfico alvo. Além disso, dentro todos os canais do pacote básico, a Comedy Central foi a mais comentada nas redes sociais.

No Starz, Power perdeu pouca coisa (0.04) em razão da competição por telespectadores mais jovens, ficando com 0.53. Às vésperas da sua Season FinaleClaws caiu 0.03 para 0.42. Enquanto na HBO, Sharp Objects perdeu 0.04 para 0.24, assim como Succession que marcou 0.13. Já na AMC, Preacher continua perdendo fôlego, desde vez ao cair 0.04 para 0.22. Encerrando os destaques de domingo, The Affair ficou estável em 0.08.

Na segunda-feira, a Season Finale de Dietland marcou 0.09 (+0.02). Na terça-feira, Animal Kingdom ganhou 0.03 para 0.39, assim como Younger (+0.04) para 0.22, mas The Bold Type caiu 0.04 às vésperas do seu Season Finale. Na quarta, o grande destaque ficou com o retorno de The Sinner, cuja audiência foi de 0.31, uma queda de 0.11 em relação a estreia de 2017, mas que ajudou Suits a subir 0.02.

Na quinta-feira, Snowfall subiu 0.02 para 0.41. Queen of the South também subiu 0.02 para 0.35, assim como Shooter que foi a 0.17. Ainda na quinta, a Season Finale de Cloak & Dagger caiu 0.04 para 0.15.

Notas do Acúmulo:

CNN: Pelo 49º mês consecutivo, a CNN venceu a MSNBC em julho no demográfico alvo (25-54 anos). Além disso, outros destaques foram: Cuomo Prime Time com a maior audiência do canal no mês. Erin Burnett Outfront Anderson Cooper 360 vencendo a MSNBC nos seus respectivos horários no demo alvo. A emissora ressalta ainda que o CNN Tonight with Don Lemon foi o último programa das 22h a subir no demográfico alvo.

Comedy Central: O canal a cabo teve um excelente mês de julho. Após ser indicado na disputada categoria de Melhor Talk Show nos Emmys deste ano (com o The Daily Show), a audiência da emissora apresentou um bom crescimento. Dobrando sua marca em adultos entre 18 a 49 anos, seja durante o dia ou no horário nobre graças ao aumento da participação das mulheres.

The Four: Batte for Stardom: No período de 23 a 29 de julho, o penúltimo episódio da temporada do reality show cresceu 22% com o acréscimo do L+3, atingindo assim um Season High e se reafirmando como um dos maiores sucessos da Fox na temporada.

Continua após a publicidade

Análise Especial da Semana: The Originals 

The Originals, CW, Audiência, Análise
Imagem: CW/Divulgação

Eu gostaria de dizer que o Series Finale de The Originals é o fim de uma era. Não porque eu abomino o gênero ou a proposta, muito pelo contrário, mas sim porque me daria um excelente (e dramático) início de texto. Brincadeiras a parte, é realmente um marco na televisão ver uma produção tão interessante como essa chegar ao fim. Foi concebida a partir de outra série bem sucedida, e mesmo sem repetir o mesmo sucesso retumbante da sua genitora, foi capaz de entregar números sólidos para uma CW que a partir de 2013 buscava uma reformulação na sua abordagem.

Após uma breve pesquisa, constatei que a estreia de The Originals foi quase tão silenciosa quanto sua despedida nessa semana. A BuzzFeed, inclusive, fizera uma análise sobre a grande audiência de Hell On Wheels aos sábados, mas nada de Originals. Isso mostra a singularidade do drama desde o começo pela sua estabilidade e previsibilidade em relação aos seus números. Quando determinado dia o horário nobre estava em baixa, a série acompanhava e quando estava em alta, ela também subia. Foram os mais diversos horários durante esses cinco anos, sendo dois deles apenas nessa última temporada.

Os 0.3 no demográfico alvo (18-49 anos) registrados na Series Finale da última quarta-feira (1º) não são bons, mas também não são ruins. Evidenciam a situação atual (e periclitante) da TV aberta, mas não estão muito longe do que outros dramas populares da CW fizeram nas suas despedidas. Abaixo temos a possibilidade de ver dados da própria The Originals assim como outros Series Finales populares.

Média Geral das Temporadas:

1ª temporada: 0.9 no demográfico alvo (18-49 anos) / 1.98 milhão de telespectadores

2ª temporada: 0.5 no demográfico alvo (18-49 anos) / 1.31 milhão de telespectadores

3ª temporada: 0.38 no demográfico alvo (18-49 anos) / 0.93 milhão de telespectadores

4ª temporada: 0.32 no demográfico alvo (18-49 anos) / 0.94 milhão de telespectadores

5ª temporada: 0.30 no demográfico alvo (18-49 anos) / 0.83 milhão de telespectadores

Series Finale de séries populares:

Smallville (2011): 1.3 no demográfico alvo (18-49 anos) /  1.30 milhão de telespectadores

One Tree Hill (2012): 0.8 no demográfico alvo (18-49 anos) / 1.42 milhão de telespectadores

Gossip Girl (2012): 0.8 no demográfico alvo (18-49 anos) / 1.55 milhão de telespectadores

The Carrie Diaries (2013): 0.3 no demográfico alvo (18-49 anos) /  0.86 milhão de telespectadores

Hart of Dixie (2015): 0.4 no demográfico alvo (18-49 anos) /  1.33 milhão de telespectadores

The Vampire Diaries (2016): 0.4 no demográfico alvo (18-49 anos) /  1.14 milhão de telespectadores

O que veremos na próxima semana: Season Finale de The Bachelorette e o Season Premiere de Bachelor In ParadiseSeason Finale de Suceccsion e retorno de Better Call Saul; ABC aposta em Castaways e mais.

About Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.