Audiência – Jesus Christ Superstar, The Crossing, Legion e mais: Análise de 31/03 a 06/04

Legion, Jesus Christ Superster, The Crossing, ABC, NBC, FX, Audiência
Imagem: Eike Schroter/ABC; Eric Liebowitz/NBC; FX/Divulgação

Depois de uma overdose de novidades na semana passada, temos uma situação mais calma. Talvez pelo fato de estarmos no início Spring Season que, consequentemente, tem coisas novidades. Todavia isso não quer dizer que não temos nada. A temporada de 2018 da MBJ (Major Baseball League) começa a ganhar atenção, enquanto a NBC nos apresenta com Jesus Christ Superstar na Páscoa.

Também não podemos deixar de destacar a estreia de The Crossing, o retorno de LegionFamous In Love e a despedida de The Magicians.

Vamos aos números?

ABC

A reprise de Roseanne no domingo fez bons 0.8 no demo, números que alguns originais suam para registrar (alô, Deception!). Em seguida, o episódio de domingo de American Idol fez sólidos 1.6 no demo, enquanto a exibição de segunda-feira fez 1.4, o que é uma queda de 0.3 em relação com a semana passada, mas vale lembrar que desta vez competia com o final da NCAA Tournament (abaixo). No final do domingo, Deception respirou fundo e subiu de 0.7 para 0.8.

Series Premiere de The Crossing foi um desastre. Registrando 0.9 no demográfico alvo, o drama não só perdeu 0.8 da Season Finale de The Good Doctor, mas abaixo do que a última temporada de Castle fez no horário (1.12) em setembro de 2015 e no mesmo patamar de quando a fracassada Conviction (0.9) foi lançada em março de 2016.

Na terça-feira, Roseanne continua detonando. Apesar da queda considerável (e esperada) de 1.3 (25%) em relação ao Series (ou Season?) Premiere, a comédia continua sendo o melhor que a TV aberta tem a oferecer com 3.9 no demo e mais de 15 milhões de telespectadores. The Middle, que atrai o mesmo tipo de telespectador esquecido, pulou 0.8 da sua última exibição para 2.2. black-ish despencou 1.1 da semana anterior, mas ainda marcou fortes 1.5, que é bem acima da média desta temporada.

A gente cai, levanta, mas cai de novo

A segunda semana de Splitting Up Together viu uma queda (-0.7), mas ainda sim segurando com sólidos 1.4. Encerrando a noite, For The People caiu para 0.8. Na quarta-feira, The Goldbergs manteve-se firme nos 1.4, mas não foi suficiente para impulsionar Alex Inc. de pé após uma estreia mediana. Isso porque a comédia despencou (-0.2), indo de 1.1 para 0.9.

Modern Family subiu (1.4 x 1.5), mas American Housewife caiu 0.1 para 1.2. Designated Survivor continua apresentando números horrorosos ao cair de 0.7 para 0.6. No entanto, não se engane: o drama é forte no L+7 e distribuído para alguns países pela Netflix. Ou seja? Dá dinheiro para Disney e no final do dia é isso que importa.

Na quinta-feira, resultados positivos e negativos. Grey’s Anatomy voltou a marcar sua Series Low (1.7) com um episódio controverso, enquanto Station 19 despencou (-0.2) e fechou a semana com 1.0. Mais tarde, Scandal subiu (0.1) com um episódio poderoso e foi para 0.8. Por fim, na sexta-feira, Once Upon a Time ficou estáveis nos modestos 0.5 no demográfico alvo, enquanto Agents of SHIELD subiu para 0.6.

NBC

Imagem: NBC/Divulgação

Na segunda-feira, a estreia dos Knockouts no The Voice viu uma pequena queda (-0.1) para 1.9, mas que manteve Good Girls firme e capaz de vencer a estreia de The Crossing. Na terça, toda a programação subiu. The Voice (1.8 x 1.7), Chicago Med (1.1 x 1.0). Rise estabilizou nos 0.8 da semana passada, o que é mediano beirando o preocupante.

Voltando de três semanas de férias, The Blacklist continuou firme nos medianos, porém lucrativos 0.9 no demográfico alvo. Na quinta, tudo estável. Superstore ficou nos 0.8, AP Bio nos medonhos 0.6, a Season Finale de Will & Grace com 1.0, Champsions com depressivos 0.5 e Chicago Fire, vencendo o horário, com 1.0 no demo.

Exibida mais cedo em virtude de um Dateline especial de duas horas de duração, Taken subiu ligeiros 0.1 para 0.4.

FOX

No domingo, Bob’s Bugers caiu 0.2 para fracos 0.7, enquanto The Simpsons segurou nos 0.9, assim como Family Guy. Já Brooklyn Nine-Nine The Last Man On Earth fizeram 0.8 e 0.6, respectivamente. Na terça-feira, La to Vegas subiu de 0.6 para 0.7, enquanto a Season Finale de The Mick fez 0.7.

Depois de uma estreia interessante, Empire piscou para sua pior marca ao despencar 0.2 para de 1.8. A queda foi acompanhada pela sua parceira de noite, Star, que oscilou de 1.5 para 1.3.  Na quinta-feira, os incríveis casos da estabilidade ficaram na mesma: Gotham com 0.7 e Showtime At Apollo com 0.6. Ainda mostrando como se faz, MasterChef Junior fez 0.8 na sexta-feira.

CBS

Sem nenhuma Stormy Daniels nessa semana, 60 Minutes fez seus números normais – 0.8 no demo. A ausência de uma programação forte fez com que Instinct despencasse 0.7 e marcasse miúdos 0.6. NCIS: Los Angeles caiu 0.3 para 0.8, enquanto Madam Secretary também perdeu fôlego (-0.2) para 0.5.

Na segunda-feira, Living Biblically era única original e subiu de 0.7 para 0.8. A escolha por não exibir originais de Kevin Can WaitMan With a Plan Superior Donuts não só mostra que a CBS quiz preservar comédias que são importantes contra a final do NCAA Tournament, como também não quis competir a atenção do telespectador masculino.

Na terça, NCIS ficou firme em 1.3, Bull subiu 0.1 para 1.2 e o episódio de NCIS: News Orleans que viu uma personagem importante sair do elenco regular ficou estável nos 0.9. Na quarta-feira, Survivor ficou firme nos 1.7, enquanto Criminal Minds fecou a noite com uma pequena queda de 0.1 no demo e ficou nos 1.0. Na quinta-feira, todos perderam 0.1: The Big Bang Theory (2.4), Young Sheldon (1.9), Mom (1.3), Life In Pieces (0.9). Apenas S.W.A.T. ficou estável com 0.8.

Vencendo mais uma sexta-feira com folga, Hawaii Five-0 caiu de 1.0 para 0.9, mesmo movimento feito por Blue Bloods. Já MacGyver ficou estável nos 0.8.

CW

Estabilidade e solidez foi a palavra de ordem na segunda e terça-feira. Legends of Tomorrow fez 0.4 na véspera da sua Season Finale, enquanto Black Lightning repetiu os 0.5 de sempre. Na quarta-feira, um fenômeno muito curioso: Riverdale ficou de folga essa semana e a CW exibiu uma reprise da série.

A audiência? Modestos 0.2 no demo. O problema é que logo em seguida, Life Sentence foi ao ar pela última vez na quarta-feira. Seus números? Estáveis, porém medonhos 0.1 no demo. Entende o problema? Supernatural despencou depois do grande episódio crossover com Scooby-Doo: de 0.7 para 0.4, mas Arrow caiu pouco (0.1) para 0.3. Na sexta, tudo suave na nave: Dynasty e Jane the Virgin nos 0.2.

TV a Cabo

Imagem: Divulgação

Inteligentemente, a TBS aproveitou a grande audiência da cobertura das semifinais da temporada de basquete universitário para exibir um sneak peak da sua nova aposta de comédia, The Last O.G. com o retorno de Tracy Morgan à TV. A amostra (que nada mais foi do que uma exibição não oficial do piloto) fez fortes 0.70, enquanto a exibição simultânea na TNT fez 0.27. O lançamento oficial acontece na terça-feira (03).

Depois de se manter estável por alguns semanas, The Walking Dead voltou a sofrer ao cair 0.32 para 2.63. Ainda venceu o domingo, mas essa perda de fôlego é sempre importante ressaltar. No mesmo dia, toda HBO caiu: Silicon Valley marcou 0.24 (-0.07), Barry com 0.21 (-0.01) e Here and Now (0.10 x 0.11). Na Showtime, Homeland caiu um pouquinho (0.32 x 0.30), assim como Billions (0.24 x 0.26). Trust perdeu ainda mais na sua segunda semana – de 0.20 a minissérie oscilou para 0.19.

Na segunda-feira, The Terror venceu a competição roteirizada com 0.27 no demográfico alvo, enquanto McMafia retornou de uma semana de folga para números ainda menores de 0.04. Esquentando para sua Season FinaleMary Kills People fez 0.08 (+0.02), enquanto UnReal registrou 0.07 (-0.02).

Passos de bebê, mas a gente chega lá

Season Premiere de Legion foi baixa (0.30) em comparação com marcas anteriores: Series Premiere fez 0.69 e a Season Finale com 0.42. Porém com uma queda em toda a sua programação, tais números são bem saudáveis. Eles não podem é cair mais. Shadowhunters fechou a terça-feira com uma subida. O drama oscilou de 0.16 para 0.20.

A terceira semana de Krypton foi de estabilidade. Ufa! O drama fez 0.29, o que é levemente inferior aos 0.30 na semana passada. Entretanto, vale lembrar que os números do L+7 (audiência acumulada de sete dias) da estreia foram divulgados nesta semana. O resultado? O prequel de Superman cresceu 133% indo de 0.42 para 0.90. Já a Season Finale de The Magicians caiu. O drama foi de 0.28 para 0.28. The Americans por sua vez operou uma subida ao oscilar para 0.15.

A estreia de Famous In Love foi agridoce. Embora dos bons 0.30 da Series Premiere de Siren na semana passada, o drama da criadora de Pretty Little Liars fez 0.12 no seu retorno. É uma queda impressionante dos 0.30 da estreia em 2017, mas 0.04 a mais da Season Finale co, 0.08. Um episódio extraordinário de Atlanta que o FX levou ao ar sem comerciais, trouxe uma alta de 0.09, deixando a comédia no 0.41.

Realitys Shows Unidos jamais serão vencidos

Na quarta-feira, o Bravo exibiu a estreia da 10ª temporada de The Real Housewives of New York City. Cercada de controvérsias, seja com a Countess Luann presa ou uma quasi-tragédia num barco, o reality show foi bem e venceu a noite na programação não-esportiva. Fez 0.46 no demográfico alvo, além de um forte toal de telespectadores: 1.36 milhões de telespectadores, que é acima do que o Season Premiere da 09ª temporada fez (1.27 milhões), mas abaixo do Season Finale com 1.72 milhões.

O grande, esperado e alardeado retorno de Jersey Shore simplesmente destruiu a competição na quinta-feira. Com duas horas de duração, o reality show fez 1.49 na primeira hora e 1.42 na segunda hora. E sim, nós podemos contar nos dedos quantas séries da TV aberta fizeram esses números nessa semana.

Por fim, RuPaul’s Drag Race pulou 0.13 da semana passada para esta e ficou com 0.42 que também é uma Season High.

Hora de dar tchau

Março acabou. Isso quer dizer o que? Exatamente isso que você pensou – o final da March Madness e consequentemente da temporada 2018 da NCAA. No sábado (31), tivemos a cobertura do Final Four (ou entre outras palavras os últimos quatro. O jogo exibido mais cedo, Loyola Chicago vs. Michigan State fez grandiosos 3.26 no demo enquanto Kansas State vs. Villanova fez 2.99 na TBS.

Sem surpresa, a grande final do NCAA Tournament (ou NCAA Tournament Championship) detonou tudo. O jogo dominou a noite com 4.09 no demográfico alvo, que mesmo sendo gigantesco foi abaixo dos feitos em 2017 (7.1 na CBS) e em 2016 (5.9 na CBS).

Análise Especial da Semana: Jesus Christ Superstar

Jesus Christ Superstar, NBC, John Legend
Imagem: NBC/Divulgação

Nada melhor para um domingo de Páscoa do que Jesus Christ Superstar, não é mesmo? Em mais uma produção musical ousada da NBC, não vi muita divulgação do especial. Para fazer a divulgação em termos de comerciais, a NBC preferiu concentrar seus esforços na internet e em grandes mercados locais como Seattle. Pouco foi feito nas transmissões nacionais além do Super Bowl enas exibições regulares do The Voice.

Na mídia tradicional, pouco também. John Legend e outros membros do elenco concederam uma entrevista para a popular quarta hora do Today Show, mas nenhuma participação no Jimmy Fallon, Seth Meyers ou aparição no Saturday Night Live. Com isso, vamos aos números.

O especial fez bons 1.7 no demográfico alvo, o que é abaixo do que Hairspray fez em 2017 (2.3 x 1.7), mas acima do que a Fox apresentou em 2016 com The Passion (1.6 x 1.7). A boa notícia é que o musical, descrito pelo The New York Times como um “triunfo”, atraiu a atenção dos telespectadores mais velhos se tornando o programa mais assistido da noite de domingo.

Sound of Music Live! (2013/NBC) –   4.6 no demográfico alvo/ 18.624 milhões

Grease: Live (2016/Fox) – 4.3 no demográfico alvo / 12.206 milhões

The Wiz Live! (2015/NBC)  – 3.4 no demográfico alvo/ 11.498 milhões

Peter Pan Live! (2014/NBC) – 2.4 no demográfico alvo/ 9.211 milhões

Hairspray Live! (2016/NBC)  – 2.3 no demográfico alvo/ 9.045 milhões

Jesus Christ Superstar (2018/NBC) – 1.7 no demográfico alvo/ 9.61 milhões

The Passion  (2016/Fox) – 1.6 no demográfico alvo/  6.648 milhões

A Christmas Story Live!  (2017/Fox) – 1.5 no demográfico alvo/ 4.481 milhões

About Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.