Blindspot – 3×04 – Gunplay Ricochet

Imagem: NBC/Divulgação

Estamos de volta com mais um ótimo episódio. Blindspot entrega um caso interessante que acaba trazendo alguém do passado de Jane, revelando um grande segredo, e a introdução de um personagem muito suspeito que tem uma relação secreta com Reade.

PenTech era um terrorista que plantava bombas em lugares públicos e na manhã dos ataques enviava uma carta aos jornais como aviso. Dado como morto, desde a década de 90, uma nova tatuagem de Jane revela à equipe que o terrorista está vivo, executou ataques ao longo dos anos e que planeja seu próximo ataque.

E nessa investigação Jane encontra mais uma pessoa do seu passado. Essa mulher se envolveu com tanta gente que fica até difícil catalogar sua rede de contatos! A pessoa em questão é Rossi, um criminoso especialista em desaparecer e apagar do mapa quem puder pagar por seus serviços. Ela não o reconhece mesmo ele falando sobre sua mãe e Roman. Apesar de tudo, pelo rosto dela, percebemos que ela não se importa com ele e com o passado que compartilham. Jane é uma mulher com uma vida destruída, que teve que se reconhecer e recomeçar. Isso quer dizer esquecer o passado sombrio. A presença de Rossi poderia ter mexido com a cabeça dela, mas Jane aprendeu a compartimentar suas emoções e se mostra profissional. A verdade é que a função dele nesse episódio é clara, jogar uma bomba na mão de Jane e no nosso colo no final do episódio.

Devo dizer que é muito legal ver Jane e Kurt levando uma vida quase normal. Depois de duas temporadas, brigas, separações, finalmente estão juntos, felizes e determinados a permanecerem unidos. Eu sei que com Roman em ação tudo isso vai ruir em questão de tempo, mas por enquanto está sendo bom ver os dois como estão. Uma forma de mostrar que eles podem ser um casal normal e colocar os dois sentados no sofá comendo pipoca e assistindo ao vídeo de casamento com mensagens de seus amigos, mesmo que esse momento tenha sido arruinado por Roman e suas ameaças. Roteiristas, continuem investindo em mais cenas assim.

Roman continua a me deixar curioso. Se infiltrar em um evento de caridade, usando sua nova identidade, é suspeito. Se aproximar de uma mulher e colocar um rastreador nela, muito mais. O que ele pretende com isso? Como isso vai ajudar em seu plano contra Jane? Pelo que li, Blake será o interesse amoroso de Roman nessa temporada. Quero muito saber como essa relação vai funcionar.

Imagem: NBC/Divulgação

Estou gostando de ver a amizade e a parceria de Zapata e Patterson. As duas estão muito mais próximas nessa temporada e isso está rendendo boas cenas e enriquecendo muito as duas personagens. São duas mulheres fortes que confiam e se preocupam uma com a outra.

Um fato importante apresentado nesse episódio foi a questão da diretora Hirst ter ajudado Reade a conseguir seu novo cargo. Eles parecem ser muito próximos, mesmo trabalhando juntos por um período curto. Reade nesse episódio chamou nossa atenção e nos deu motivos para ficarmos de olhos bem abertos. Estou torcendo para ele ser o próximo a ter o segredo revelado.

E como prometido, a série nos deixou atordoados nos minutos finais. Zapata flagrar Reade e o subsecretário West é muito estranho e suspeito, o que pode reforçar sua teoria sobre a morte de Stuart. Seria esse o segredo de Reade? Mas a bomba mesmo foi o presente que Rossi deixou. Jane tem uma filha e a entregou para adoção. Será mesmo verdade? Oscar era o pai? E se essa filha estiver relacionada com o caso de Berlim envolvendo Kurt? O que fazer depois desse episódio? São muitas perguntas que precisam de respostas.

Gunplay Ricochet

Nota do episódio - 8

8

Review do quarto episódio da terceira temporada de Blindspot, da NBC, intitulado "Gunplay Ricochet".

User Rating: Be the first one !

About Yuri Alves

Yuri Alves
Bacharel em Direito, fascinado pelo universo dos heróis e um viciado por séries e filmes. Um escritor a procura de seu espaço. Amante dos livros e da boa música. A série da sua vida, The OC. No Mix, é responsável pela review da série Midnight, Texas, The Defenders e Dynasty.