Crítica: 2×14 de This Is Us entrega episódio mais aguardado da televisão

Imagem: YouTube/Reprodução

Um episódio digno de season finale.

Não é surpresa para ninguém que o atual episódio iria focar no assunto mais esperado e temido pelos fãs de This is Us, ou seja, a morte do nosso querido Jack!

Nos primeiros minutos já era nítido aspectos tensos na cena. Como era de se esperar, Jack agiu como um “super-homem”, e não demonstrou medo das chamas ao enfrentá-las para salvar sua família.

A maioria deve ter pensado que ele morreria queimado, e isso seria uma morte bem cruel, não é mesmo? Para poupar mais sofrimento, tivemos o primeiro plot twist do episódio: Jack saiu ileso da casa e não apenas com o cachorro, mas também com pertences simbólicos: fotos, a fita de gravação de Kate cantando… Realmente Jack acabou pensando mais nas pessoas que amava do que em si próprio.

A esperança que tivemos após ele sair vivo da casa durou pouco. Sabemos que ele está morto desde a primeira temporada e que esse episódio seria fatal!

Não sei quais palavras usar para elogiar a atuação da nossa querida Mandy Moore (Rebecca). A sua atuação foi perfeita e digna de premiações. Até mesmo aquela mordida no chocolate após receber a notícia de que seu marido havia falecido. A sua reação perturbadora de não acreditar no médico até de fato ver com seus próprios olhos a situação de Jack… Sem contar a força que ela teve de enfrentar esse fato e ser a responsável em dar essa notícia trágica para seus filhos.

Jack foi embora de uma maneira trágica, mas continua vivo em nossos corações, assim como permanece acesso em toda a família Pearson.

A maneira como cada um lida com o luto.

Imaginem a dificuldade de lidar com esse acontecido num evento de grande porte que é o Super Bowl e ainda por cima ser a data preferida de Jack! A série ressaltou a forma particular que cada um ainda reage a esse luto após vários anos do acontecido.

Randall tem a filosofia de que, por ser a data preferida do seu falecido pai, tem que comemorar assistindo aos jogos. Mas percebemos que essa felicidade acaba sendo uma forma de auto defesa para tentar afastar o luto.

Kate, por sua vez, assiste à última fita dela cantando que foi filmada por Jack no dia do acontecido.

Kevin, aparentemente, tira essa data para extrapolar o máximo possível, mas dessa vez tirou o dia para ter uma “conversa” com seu pai. Meu coração ainda aperta, por ele pensar ter magoado o pai naquele mesmo dia e não ter tido a oportunidade de ler a carta deixada por Jack.

Rebecca tirou o dia para fazer a lasanha preferida do falecido marido, na esperança de algum sinal que ele mande para ela todos os anos. Como disse a mesma, o sinal dessa vez foi a aproximação entre ela e Kevin.

Um plot twist inesperado!

Eis que, caminhando para seus minutos finais, recebemos uma grande surpresa! E aposto que essa pegou todos desprevenidos: Primeiro, fomos enganados pensando que o menino da adoção iria para a casa de Beth e Randall, mas quem acabou indo para a casa deles novamente foi a querida Deja!

Depois, ficamos sabendo que a moça do serviço da adoção é nada mais nada menos que Tess em sua vida ADULTA! É tão maravilhosa a forma de que This is Us se reinventa de uma forma tão simples e natural. A série aborda a vida e é natural que na vida as pessoas nascem, crescem e morrem.

Dessa forma, This is Us espalha o DNA da família Pearson, dando a oportunidade de explorar diversas histórias entre passado distante, passado, presente (e agora futuro?). Sabemos que já teremos uma terceira temporada, mas se continuar dessa forma, arrisco dizer que cinco ainda seria pouco para explorar essa família que amamos tanto!

Super Bowl Sunday

Nota do Episódio - 10

10

Review do décimo quarto episódio da segunda temporada de This Is Us, da emissora NBC, intitulado “Super Bowl Sunday”.

User Rating: 5 ( 2 votes)

Comments

comments

About Rodrigo Chechi

Rodrigo Chechi
Pedagogo formado pela Unesp e Pós-Graduado em Tecnologia Educacional. Apreciador de café, séries, filmes, livros e músicas. Um coração igual de mãe, sempre cabe mais uma série! rs No Mix escreve as reviews de This is Us, Pretty Little Liars (RIP), Orphan Black (RIP).
  • Eduardo Nogueira

    Só de ler essa review me deu vontade de chorar tudo de novo, meu Deus. Esse episódio foi tão real, intenso, FODA, que deu a sensação de que nós estávamos perdendo um ente querido, pelo menos foi assim que me senti. Desde o começo da série eu sabia que Jack estava morto nos dias atuais, mas doeu de uma forma inexplicável ver um dos melhores personagens atualmente das séries partir. Talvez porque Jack é o personagem mais real e humano que existe, com seus defeitos e vulnerabilidades, mesmo assim sempre foi uma pessoa ímpar. O lance do flash forward me surpreendeu, mas por um lado fiquei tranquilo de ver que Randall envelheceu e não morrerá tão cedo assim, como ele meio que deu a entender no episódio anterior a esse. E sim, Mandy Moore merece muitos prêmios por sua atuação nesse episódio, foram diferentes e densas camadas, mas o ápice foi quando Rebecca teve que contar aos filhos sobre a morte do pai, com uma firmeza sem igual, e depois desmoronando na frente da casa deles então incendiada. Essa hora a minha única vontade era de abraçá-la e dizer que tudo ia ficar bem.
    Excelente review!