Crítica: Arrow percorre novos caminhos com episódio 7×02 “The Longbow Hunters”

Imagem: The CW/Divulgação

Arrow parece realmente ter entrado em uma de suas melhores temporadas em anos

A trama da sétima temporada de Arrow parece estar sendo desenvolvida com um cuidado extra pela equipe da nova showrunner, Beth Schwartz. Para agradar e prender ainda mais seus fãs, a história tem feito muitos paralelos e bebido bastante da fonte de sua primeira temporada. Em paralelo, temos acompanhado o desenrolar das consequências da temporada anterior.

Os flash-fowards tem feito o principal elo com o primeiro ano de Arrow. A trama paralela voltou a empolgar tanto quanto – em alguns momentos até mais – a trama central da história [também conhecida como presente]. Mostrar acontecimentos de um futuro que, talvez, jamais veríamos na série foi um ponto muito acertado pelos roteiristas. Colton Haynes está ainda melhor como Roy Harper.

Ser ele quem irá conduzir a história, ao lado de um William adulto, foi uma boa escolha. O mistério que acerca o futuro dos dois é muito interessante e parece que poderemos ver a ascensão de William como Connor Hawke na série.

Arrow também retomou ótimas cenas de ação acompanhadas de boas coreografias de luta

Claro que nem tudo sai perfeito, vide a burrice dos agentes da ARGUS em insistir em atirar no escudo do cara e não nas pernas ou cabeça. Mas voltaram a ser mais brutais e urbanas, como temos visto com Oliver na prisão. Aliás, a trama de Oliver atrás das grades parece estar progredindo, episódio após episódio. Assim, dá certo alívio ao vermos que não seremos enrolados pela produção. Sua luta diária para manter seus princípios e ainda por cima enfrentar a vida na cadeia não tem sido nada fácil.

Os Longbow Hunters e Diaz parecem ter formado um forte grupo de vilões para este ano em Arrow. Ao menos o que vimos neste segundo episódio mostrou potencial para o que está por vir. Certamente, o destaque do grupo pra mim se deu pela Sinlencer, integrante que controla o som no ambiente a sua volta, que trouxe momentos incríveis pro episódio.

Dupla dinâmica

A dobradinha especial do episódio foi protagonizado pela dupla mais incrível de mulheres dessa série. Estamos falando das bad-ass Dinah Drake e Laurel Lance. Na temporada anterior tínhamos visto elas como grandes inimigas, agora as vimos como aliadas, o que foi um presente para os fãs.

As duas Canários mostraram uma química ainda maior em tela. Espero que explorem mais essa dupla neste ano que promete grandes cenas. Parece que Laurel ainda conseguirá sua redenção afinal de contas.

Já Diggle parece ter encontrado seu papel na série. Como chefe da ARGUS, ele deixa claro que não combina nem um pouco com aquele capacete vergonha-alheia que usava como Espartano. O personagem voltou a ser aquele homem sério e bruto que um dia foi lá no início da série. Por outro lado, quem não demorou muito para ter uma recaída e causar confusão foi Felicity. Ela não só atrapalhou os planos de Diggle e a ARGUS por motivos pessoais, como tentou agir a frente deles. Quem sabe sua união com a agente Watson não lhe traga uma luz.

Toda série tem suas falhas, seus problemas, mas poucas conseguem reacender as chamas tantas vezes como Arrow tem tentado e feito nos últimos anos. Sinal de que a série ainda tem fôlego para se manter e trazer muitas tramas e personagens dos quadrinhos direto para as telas. Afinal de contas, a fonte é abundante, e se dela souber beber, poderá sobreviver por muito mais tempo ainda.

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– Nos quadrinhos, os Longbow Hunters (Caçadores) foi fundado e liderado por Diaz, também conhecido como Dragon. A equipe era composta por Conde Vertigo, Rei Relógio, Brick, Dardo Vermelho e Mariposa Assassina. Seu propósito era unicamente eliminar o Arqueiro Verde. Na série os integrantes são: Dardo Vermelho, Kodiak e Silencer.

– Nos quadrinhos, Kodiac foi o líder do clã Escudo, um dos oito clãs dos Renegados. Ele empunha o Totem Escudo que garante ao seu portador imortalidade e verdadeiro conhecimento.

– Nos quadrinhos, Silencer é uma Convidada de Honra, uma assassina mortal que trabalha para Leviatã até Talia al Ghul a deixar se aposentar. Ela então viveu em paz ao lado de um esposo e filho até que foi forçada a voltar como Silencer para proteger sua família. Ela tem a habilidade de criar zonas de silêncio total.

– Nos quadrinhos, o verdadeiro nome da Dardo Vermelho é desconhecido. A vilã utiliza vários tipos de dardos para vários tipos de situações.

– Quando Felicity aciona o sistema auto-destrutivo, ela diz “frak”, expressão de Battlestar Galactica.

The Longbow Hunters

Nota do Episódio - 9

9

Review do segundo episódio da sétima temporada de Arrow, da The CW, intitulado "The Longbow Hunters"

User Rating: Be the first one !

About Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.