Crítica: Episódio 14×03 de Supernatural é marcado por clichês

Imagem: CW/Divulgação

Ao que tudo indica, Dean Whinchester é, novamente, Dean Whinchester em Supernatural

Contudo, em Supernatural, o motivo de Miguel ter deixado o seu receptáculo perfeito de lado tão rapidamente ainda é um mistério. Até o momento, sabemos que Miguel está mesmo construindo seu próprio exército, o qual possui entre os integrantes vampiros meio lobisomens.

No entanto, nesse último episódio, vimos que o poderoso arcanjo possui uma vulnerabilidade: a lança que a criatura que assassinou Kaia é capaz de feri-lo. Lembram que ela foi morta em outro universo por uma criatura estranha, que conseguiu atravessar o portal para o nosso mundo?

Descobrimos isso porque Dean percebe que está com uma estranha cicatriz no braço e não se lembra de como a conseguiu. Então, ele pede para que Castiel invada sua mente e busque por essa memória perdida.

Assim, Dean se lembra que a criatura do outro mundo feriu Miguel com a lança e, junto com Sam e Jody, vão atrás do tal ser para capturar a lança e ter uma chance contra Miguel. Nada novo sob sol: o Whinchester mais velho está cheio de raiva e se deixa cegar por esse sentimento, colocando sua vida, a de Sam e a de Jody em risco, desnecessariamente.

No final das contas, eles encontram a criatura, mas não conseguem a lança. Adorei a cena em que os mocinhos estão ameaçados pelos vampiros/lobisomens e a criatura que assassinou a Kaia os salva com a lança. Parece até que aquela cena dela rodando o artefato não era rela.

Jack corre perigo – de novo!

Enquanto isso, Jack, que havia tomado a decisão de ir embora do bunker, muda de ideia, quando uma garota enfeitiçada por uma bruxa com um feitiço de envelhecimento chega ao QG dos WhinchestersCastiel tenta salvá-la, mas não consegue. Jack, mais uma vez, chora por ter perdido seus poderes e não possuir meios de salvar a jovem.

Contudo, nesse meio tempo, ele descobre que pode usar sua inteligência e sabedoria para continuar fazendo bem e salva a garota – bem clichê, não? Depois dessa vitória, vemos que o nefilim está expelindo sangue – mais um problema para os Whinchesters. Mas, duvido muito que ele morrerá logo agora.

A cena em que Sam e Dean voltam para casa, após terem fracassado em conseguir a lança, também é clichê. A gente sabe que o Dean se faz de durão e finge que está tudo bem, quando nada está bem.

Gostei do episódio, apesar de ter que poderíamos ter visto mais do Jensen em outro personagem que não o Dean. E estou mais curiosa do que nunca para saber porquê o arcanjo deixou seu receptáculo perfeito tão repentinamente.

Vocês têm algum palpite do que pode ter acontecido?

The Scar

Nota do Episódio - 8

8

Review do terceiro episódio da décima quarta temporada de Supernatural, intitulado "The Scar".

User Rating: Be the first one !

About natalia