Crítica: Episódio 2×07 de Timeless prova a força que as mulheres têm na série

Imagem: Divulgação/NBC

Engraçado constatar que um capítulo tão bom quanto esse conseguiu ter aquele finalzinho que nos dá vontade de que chegue logo o próximo domingo!

Não sei vocês, mas eu me diverti e aprendi muito essa semana. Primeiro porque o aprendizado foi direcionado para um grande marco histórico. As mulheres, por fim, ganhariam o direito ao voto. Ver Lucy ali naquele momento forte como nunca, nos prova como Abigail Spencer parece que foi desenhada para esse papel. Amei ela em Suits e agora em Timeless vivo um verdadeiro caso de amor.

No que se refere à trama principal, os heróis vão para Nova York, onde devem impedir que Rittenhouse acabe com os direitos das mulheres, que enfim seriam conquistados. Lá eles se aliam à detetive Grace Humiston, a senhora Sherlock Holmes, para inocentar a sufragista Alice Paul, acusada de assassinato. A reviravolta aí é interessante demais e precisamos pensar sobre as mudanças provocadas pelas viagens no tempo desde a estreia.

Aqui abro espaço para uma reflexão que a Jiya nos fez em alguns episódios atrás: se os eventos são imutáveis (como a morte, por exemplo), por que raios eles conseguem matar pessoas que não deveriam ter sido mortas? Palpites? Ou só falha de roteiro mesmo?

E se me permitem mudar completamente o pensamento agora, precisamos falar da Emma, a melhor nova personagem dessa série! <3

Emma é uma pessoa indecifrável. Nisso a série peca, pois justamente por ser uma história sobre viagem no tempo, deveria valorizá-lo. Porém não conhecemos o passado dos nossos personagens principais. Ou seja, suas motivações e decepções que os moldaram para serem o que são hoje.

Dela, pelo menos pela sua atitude, podemos presumir que tenha sofrido muito com machismo, com os pais ou mesmo a dor de ter ficado tanto tempo no passado. Mas eu devo dizer que gosto muito dela. Há muito para que ela nos conte a respeito de Rittenhouse.

Quero minha bola de cristal para ontem! Tinha certeza de que o retorno da Jéssica teria muitos dedos de Rittenhouse envolvidos. Até os dela, inclusive.

Mason parece estar fazendo um trabalho de mestre e em sua recuperação do material resgatado pelo Wyatt, ninguém menos do que Jéssica aparece. Não fiquei nem um pouquinho surpreso. Tinha clara certeza de que esse seria o caminho. Ela não pode ser tão perfeita assim!

A presença dela não seria apenas para atrapalhar Lucy e Wyatt. Ela tem de ter mais um objetivo. Estou doido para saber qual é.

EU SOU GRATO: Por Lucy não ter se envolvido com o Flynn. Isso foi um presente para nós, roteiristas. Foi exatamente o que esperava de vocês.

Mrs. Sherlock Holmes

Nota do Episódio - 9

9

Review do sétimo episódio da segunda temporada de Timeless, da NBC, intitulado "Mrs. Sherlock Holmes".

User Rating: Be the first one !

About Wellington Torres

Oi, eu sou o Well. Jornalista, amante de séries, animes e totalmente ligado na cultura geek. Responsável pelas reviews de 3% (Netflix), House of Cards (Netflix), Marvel's Iron Fist (Netflix), Shooter (Canal USA), Timeless (NBC), Once Upon a Time (ABC) e Westworld (HBO).