Crítica: Episódio 5×14 de The Fosters nos fazendo pensar fora da caixinha

Imagem: Divulgação/Freeform

The Fosters usou o episódio “Scars” para discutir dois problemas complexos e intensos: a exploração contínua de como a imigração é tratada nos Estados Unidos e os direitos transgêneros. The Fosters adora nos fazer pensar em coisas que nunca pensamos. Nesse episódio, até Callie concordou com isso.

Lembram do agente estranho da ICE que seguiu a Callie depois que Ximena ganhou uma permanência de deportação? Bom ele apareceu para se desculpar com Callie. Perseguir pessoas inocentes não foi o motivo pelo qual ele entrou para ICE. Ele deseja sinceramente manter o país seguro, mas o trabalho mudou e ele não aprova. Ele queria a ajuda de Callie para expor algumas das coisas que a ICE está fazendo, como seu novo mandato para atingir as crianças sem documentação que acabaram de completar 18 anos atacando suas escolas. Callie levou Mariana e Aaron para documentarem essa invasão da ICE. Mas sabemos que nada em The Fosters é simples. Eles decidiram avisar as crianças que estão sendo alvejadas e tentaram de tudo para manter essas crianças a salvo.

Em meio a essa confusão, Aaron foi preso. Ao chegar a delegacia, ele usou o seu direito a uma ligação para pedir ajuda a Callie. Afinal, como um homem transgênero é capaz de sobreviver dentro de uma prisão? Já estamos em 2018, mas muitas pessoas ainda não aceitam. Stef acabou intervindo e aconselhando Aaron a contar a sua história ao policial, que o coloca em uma cela solitária. E vem a questão: “É justo colocar alguém em solitária porque você não sabe o que fazer com aquela pessoa?”

Callie e Aaron vão voltar?

Além disso, Aaron também protagonizou uma cena quente com Callie. Sim, os dois voltaram a se beijar! Mas, não durou muito pois Aaron interrompeu para perguntar o que aquele beijo significava. Callie sendo Callie, entrou em pânico e foi embora. Continuo na torcida por uma Callie sozinha!

Em relação ao Jude e sua nova carreira de influenciador digital, a Lena e a Stef foram muito conservadoras. Ao invés de apoiar o menino nessa missão, elas ficaram colocando obstáculos. Um pouco decepcionante vindo delas que são mães tão liberais e modernas. Até o Noah já cedeu para a ideia de Jude estar trabalhando com Declan. O Jude é influenciador digital sim! E conseguiria ter uma influência muito maior nas pessoas se tivesse o apoio das mães.

Grace secretamente fez Brandon responsável por suas decisões médicas caso ela não possa tomá-las por si própria. Que responsabilidade para um menino de 17 anos. Na minha opinião isso é muito injusto com Brandon e com certeza virá à tona mais para a frente. O que significa também que o futuro de Grace nunca foi tão incerto.

Falando em Brandon, ele continua sendo um filho exemplar quando se diz respeito às necessidades de Stef. Quando Stef sofreu um ataque de pânico, foi Brandon quem ela chamou para buscá-la. Ele lembrou Stef que ela costumava ter ataques semelhantes quando ele era pequeno, levando Stef a levar a terapia um pouco mais a sério. Além disso, sua terapeuta teve uma teoria: poderia ter a chegada de seu primeiro amor desencadeando a ansiedade de Stef?

Vamos terminar essa review com uma fofoca da vizinhança de The Fosters. Tess pediu a Dean para se separarem!! Teria essa decisão alguma coisa a ver com o “encontro” que ela teve com Jenna e Lena no episódio da semana passada? Será que isso vai afetar os ataques de pânico de Stef?

Scars

Nota do episódio - 8.2

8.2

Review do décimo-quarto episódio da quinta temporada de The Fosters, do canal Freeform, intitulado “Scars”.

User Rating: Be the first one !

About Camila Cotrim