Crítica: Estreia da 4ª temporada de The Affair causou sentimentos dignos de um terremoto

Imagem: Youtube/Reprodução

Welcome back!  Após quase um ano e meio, nosso infiéis favoritos retornaram.

O episódio tem o pontapé inicial com mais um mistério. Talvez, aquele que vá mover a temporada inteira! Em Montauk, Noah e Cole (Olá, Joshua Jackson) estão investigando – podemos dizer assim – o desaparecimento de Alison. 72 horas sem notícias e a polícia vai entrar no caso.

Pulamos para seis semanas atrás com perspectiva de Noah. O garanhão se mudou para Los Angeles para ficar próximo aos filhos, o que não está acontecendo. Está ensinando numa escola cheia de perfis clichês. As garotas sensuais dão em cima do professor (aparentemente ninguém resiste ao charme de Noah); o aluno problemático esconde toda sua inteligência, e só Noah vai conseguir enxergar e libertar esse garoto (mais clichês por aqui). Será? Já temos várias ligações de como ele pode se meter em problemas de agora em diante…

Ainda tem a diretora durona que vai pegar muito no pé de Noah, por ser um professor digamos… legal demais. Com esse gancho, ele sai enfurecido para ver a apresentação de Trevor. Quando é impedido de entrar porque Helen não colocou seu nome na lista. Já virado no Jyraia, partimos para o jantar, onde está Helen, Vic e os pupilos. Noah pega o bonde andando, tenta entrar na conversa e se sente bastante perdido. Torta de climão e os dois vão para o banheiro discutir! 

Uma briga de egos que vem se arrastando por anos.

Vale lembrar que o assunto na mesa era se Trevor é gay, ou não. O que não é uma questão para os dois, porque eles só se atacam e tentam jogar a culpa do que for nas costas um do outro. Noah fala que Helen está forçando Trevor. Helen fala que Trevor tem medo de Noah (nisso eu concordo). E assim segue a noite… Os sentimentos do garoto não são levados em conta hora nenhuma, em meio a toda essa bagunça emocional! Absurdo! Por  incrível que pareça o mais racional e maduro na mesa é Vic, que conduz a noite muito bem e volta sua atenção para Trevor.

Em sua cabecinha, Noah acha que Helen tem que permanecer se culpando por tudo que aconteceu a ele. Ela pode, sim, estar dificultando as coisas entre ele e os filhos. Mas, não deve ficar amarrada ao sentimento de culpa e passar a mão na cabeça dele. Nós sabemos muito bem que ele não é, nem de longe, um bom samaritano. Sua memória só lembra do que lhe convém, onde ele é vítima de tudo e todos!

Aqui chegamos a perspectiva de Helen. Aparentemente, ela está vivendo um sonho. Casa enorme, morando com o namorado perfeito. Os filhos mais velhos, apesar de tudo que enfrentaram, agora estão bem. Os mais novos são uns anjos. O que mais Helen pode querer? Para quem olha de fora, NADA! Mas, não é bem assim que a banda toca. Ela começa a ter alucinações com terremotos, onde tudo que ela construiu pós Noah pode ser destruído. 

O psicólogo não consegue fazer com que Helen relaxe. Alguma coisa a incomoda, e até então não sabemos o que é.

Voltamos para a cena da apresentação de Trevor e da discussão no restaurante. Onde, pelos olhos dela, está tudo normal. Ela não está fazendo nada que prejudique Noah. Pelo menos, não conscientemente.

Um clique na hora e no lugar certo!

É aqui que as coisas acontecem e Helen percebe que os sentimentos que ela tem por Noah é o que está abalando seu alicerce emocional. Achei uma cena muito bonita e verdadeira. Isso foi muito necessário para os dois!

O fator de instabilidade na vida de Helen, como eu disse, é carregar a culpa por ter deixado Noah ir para a prisão em seu lugar. Pense no grito que eu dei quando ele tentou, mais uma vez, usar essa carta para permanecer na vida de Helen. Ela friamente disse: NÃO! THAT’S MY GIRL!

Claro, ninguém aqui é criança, todos tem sua parcela de culpa. Mas, não podemos negar a destruição que Noah Solloway deixa por onde passa. E Helen está certíssima em querer deixar tudo isso para trás. Se vai conseguir? Ainda não sabemos. Uma ruptura necessária para essa dependência do ex-marido.

P.S.: O que essa obsessão de Helen pela sua vizinha vai nos render? Será que vem mais traição por aí?

P.S. 2: Vic, levante não faz isso com a Helen agora!

P.S. 3: Mamãe Ullah não veio para brincadeira. Até eu fiquei intimidada.

Episode 1

Nota do Episódio - 7.5

7.5

Review do primeiro episódio da quarta temporada de The Affair, do Showtime, intitulado "Episode 1".

User Rating: Be the first one !

About Renata Ribeiro

Renata Ribeiro
Publicitária, Alagoana e arretada! Faz cosplay de Meredith Grey . Apaixonada por One Tree Hill e O.C .Nas horas vagas é a Gossip Girl. XoXo