Crítica: 4ª temporada de Grace and Frankie mostra o amadurecimento da série.

Imagem: SpoilerTV

Após 4 temporadas, a série mostrou que não perdeu fôlego e ainda tem muita história para contar.

Confesso que comecei assistir com um pé atrás, talvez pelo fato de não ser qualquer coisa que esteja me prendendo atenção, ou, com medo da série sofrer aquele desgaste que toda série passa. Os primeiros episódios que contaram com a participação da atriz Lisa Kudrow (nossa eterna Phoebe de Friends) foi uma aposta acertada e rendeu um ótimo plot. Mas ainda deixou aquela dúvida no ar, se a personagem dela estava falando a verdade ou não. Uma pena que durou tão pouco.

Alguns personagens tiveram destaques a mais nessa temporada, como Bud sendo pai de primeira viagem. E Brianna em meios aos conflitos do seu relacionamento com Barry. Além, claro do casamento de Sol e Robert que estava passando por um momento de crise, tendo que recorrer a terapia de casal. Aliás, esse último por muitas das vezes não me desperta o interesse de acompanhar. Tenho a impressão da história deles já está desgastada.

Agora vamos as verdadeiras protagonistas: Nessa temporada o peso da idade se torna o tema central e faz as nossas jovens senhoras terem seus questionamentos, duvidas, medos.

Impressionante como isso pesa muito mais para as mulheres do que para os homens. Todas as suas dúvidas, medos e cobranças que elas têm, parecem não existir para Sol e Robert.

Lógico que rendeu ótimos plots e cenas inesquecíveis. Como Grace se desfazendo por completo na frente de Nick, e perguntando se mesmo assim ele ficaria com ela. Nessa hora percebi o quanto é difícil envelhecer para uma mulher. Aliás, Jane Fonda estava magnífica nessa temporada. Todas as nuances dela, mostrando a insegurança por conta da idade ficaram nítidas na tela. Enquanto, uma aparenta medo, Frankie se mostra mais entusiasmada e disposta do que nunca, principalmente pelo fato de se tornar avó pela primeira vez. Além, de desistir da ideia de morar em Santa Fé, e continuar ao lado de Grace.

E é ai que entram os filhos, “preocupados” com as mães e acabam armando para elas aceitarem morar numa casa de repouso. Obviamente isso não acaba bem, e elas fogem de lá numa cena hilária. E o que acontece depois disso, saberemos apenas na próxima temporada.

Grace and Frankie é aquela série gostosa de assistir, fala de temas importantes, como velhice, sexo na terceira idade, morte, homossexualidade. Mas sem pesar a mão, levantando o debate para o telespectador formar sua opinião. E esse é o barato da série. Agora só nos resta aguardar a próxima temporada para saber o que elas irão aprontar. História para isso tem de sobra.

 

About Diogo Azis

Diogo Azis
Carioca, seriador e administrador. Apaixonado por séries e por essa coisa chamada internet. No pouco tempo livre assisto TWD, Homeland, Scandal, GOT, Greys, Arrow e por ai vai. Porém, sou órfão eterno de Friends e Breaking Bad. Aqui no MIX já escrevi de tudo um pouco. Atualmente escrevo sobre TWD, FearTWD e Homeland. Além de fazer parte do Team Reality.