Crítica: Lethal Weapon recupera o fôlego no 3×04 e 3×05

Imagem: IMDb/Divulgação

Leo dando o ar da graça e Cole encontrando seu espaço em Lethal Weapon foram o que deu um fôlego a mais nesses dois episódios tão marcantes

Esses dois episódios me pareceram mais pé no chão. O que eu estava suspeitando de fato aconteceu. O tempo ajudou a série a adaptar-se à grande mudança. Pelo que percebo, haverá futuro para Lethal Weapon, afinal.

Podcaster com “bico” de advogado?

A fala do capitão Avery não podia ser mais conveniente. Realmente, Leo tem um perfil mais para podcaster do que para advogado. Por isso, devo confessar que eu daria uma carreira de youtuber pra ele. Assim, penso que Leo seria mais bem sucedido. Por outro lado, se fosse assim, não o veríamos em ação com nossos detetives.

A parte mais engraçada de tudo foi o Leo reconhecer – surpreso – que podia ter um cliente, verdadeiramente, inocente.

Algo que me impressiona bastante na série é a competência de Trish. Ela analisou o caso de Leo, percebeu os vários furos do podcaster no processo e o ajudou a provar a inocência de seu cliente, ainda que fosse em apenas um dos crimes.

Achei muito legal, nesses últimos episódios, a relação que Murtaugh tem construído com o novo parceiro. Aos poucos, Cole tem ganhado seu espaço no universo de Lethal Weapon. A discussão sobre os erros do passado de Roger foram bem relevantes para fazê-lo refletir sobre suas ações no presente. Achei que ele foi bem profissional ao pedir afastamento do caso, por achar que havia colocado um homem inocente na cadeia.

Roubo de artes

Achei o mote do roubo de artes bem clichê. Típico da série mesmo. Mas curti bastante a ação e o desenrolar da trama.

O agente Cole, operacional, como sempre, conseguiu descobrir a identidade da ladra com uma mão nas costas, entretanto, não foi capaz de jogar um xaveco decente.

O rumo dessa trama, evolvendo o coração do agente, tem me agradado muito. Ele ainda aparenta ter sentimentos pela ex, mas não consegue lidar com isso de maneira saudável. Alguém mais sentiu falta da Dra. Cahill para ajudá-lo nisso? Acho que esse era o gancho perfeito para que ela voltasse com mais força para o elenco principal, já que suas aparições têm sido bem menores.

Top 5 dos episódios

Pensando nesses dois ótimos episódios, listei cinco situações que valem apena deixar registrado nessa review. Vamos lá!

  • Capitão em ação

Muito louco ver o capitão Avery em ação, não acham? Eu curti demais ele dando cobertura para o Murtaugh no telhado do prédio. Acho que ele deveria sair mais de cena, assim ele seria mais conhecido pelos seus superiores, não é mesmo?

  • O Podcaster

Eu estava sentindo falta do humor do Leo na série. Acho que a presença dele deu uma animada devido à tensão da saída do Riggs e, consequentemente, da possível saída de Roger. Aquelas performances com o Podcast foram, realmente muito convincentes. Espero que ele continue nessa empreitada, afinal, ele tem talento para isso mais do que para defender clientes no tribunal, não acham?

  • A parceria de Trish

Imagem: IMDb/Divulgação

A esposa de Murtaugh sempre se mostra como alguém muito competente e independente. Nesses dois episódios, ela mostrou essas características de uma maneira tão forte que eu não poderia deixa-la de fora da lista. Ela coloca ordem no trabalho de Leo e ainda acerta as coisas em casa, mostrando quem é que manda!

  • Coração solitário

Essa abertura da série para a vida amorosa do agente Wesley Cole está sendo sensacional. Fico pensando no rumo que a vida dele vai tomar, caso a amada, de fato, se case com o anestesista.

  • De mãos atadas

Além das mágoas do coração do agente, outro ponto ponto marcante envolvendo Wesley foi o salvamento de Roger. Do ponto de vista da emoção, aquela cena foi muito marcante. Seja pela conversa encorajadora que os parceiros tiveram, seja pelo empenho de Wesley com a vida de Roger. Do ponto de vista da produção, não marcou tanto assim, mas merece seu lugar de destaque na lista. Principalmente pelo machucado de Cole, que arriscou sua vida para salvar a do parceiro.

Até a próxima!

Leo Getz Justice / Get the Picture

Nota do episódio - 9

9

Review do quarto e quinto episódio da terceira temporada de Lethal Weapon, da Warner Channel, intitulados "Leo Getz Justice" e "Get the Picture".

User Rating: Be the first one !

About Albert Moura

Albert Moura
Jornalista e seminarista, além de pai de primeira viagem. Casado com a Ana, mas amante das séries. Atualmente acompanha Outcast, Better Call Saul, American Gods, Lucifer, Gotham, o universo Marvel, Arquivo X e mais algumas, além de também ser um eterno fã de Friends. No Mix, escreve sobre Preacher e Lethal Weapon.