Crítica: Lucifer tenta mas não engrena no episódio 3×16

Imagem: FOX/Divulgação

Parece que cada um colhe o inferno que plantou..

Voltamos com mais um episódio mediano de Lucifer, que tenta, mas falha gravemente em alguns quesitos. Nas últimas semanas, a série vem se preocupando em desenvolver os relacionamentos pessoais, o que é bom, mas que ainda é a mesma coisa que ninguém aguenta mais.

Comecemos por Caim, que é imortal e até então o primeiro assassino do mundo. Luci jurava que Abel voltando a vida, reescreveria a história, mas, gente, não fazia muito sentido mesmo essa ideia. Foi engraçado que ele caísse no corpo errado, mas eu esperava muito mais, não posso negar. Abel se mostrou um babaca, e Deus me perdoe, mas ainda bem que Caim matou ele lá no começo.

A interação do falecido com a vida foi engraçada, ele dando em cima da Chloe e da Charlotte.

Gente, não soube lidar. Mas por outro lado, ficou aquela questão, se nem Abel é capaz de matar Caim, quem será? Está dando dó do Pierce já!

Se esse núcleo foi engraçado, Maze e Amenadiel foi o fim. Eu não sei com qual finalidade fazem isso com ela, que sempre foi tão independente e autossuficiente. Acredito que nem ela entenda seus motivos tão bem, mas o que a motiva, em suma, é o sentimento de traição. Afinal, ela perdeu a melhor amiga, graças a ele. Mas eu imploro, acabem com isso, já deu desse triângulo sem pé nem cabeça.

Se esses pontos deixaram a desejar, Charlotte não foi um deles. A advogada que segue sofrendo para recuperar seu “tempo perdido” foi se consultar com Linda e destruiu nossos corações. Quão triste foi ouvir ela falando sobre o seu inferno, que na verdade era causado por ela mesma. E o pior é que Linda sabe de tudo, mas não pode contar. Tomara que ela consiga se recuperar, afinal de contas, ela vem salvando muitas cenas da temporada.

E por último, mas não menos importante. Chloe conseguiu enxergar que Lucifer é um pé no saco nos casos, mas é seu parceiro e ela não pretende abrir mão dele. Gente, posso dizer que estou amando a reaproximação deles? Nem sei se tenho mais fé neles como casal, mas como parceiros eles são realmente imbatíveis.

Mais do que qualquer coisa, ver que o Luci desistiu de um acordo com o Pierce em nome da segurança de Chloe foi o máximo. Ele assumiu um compromisso, sabe disso, mas assumir o risco de machucá-la como quase aconteceu com a bomba, é muito mais grave. Só queria os dois como casal gente, não é pedir muito.

Nota: Daniel fazendo papel de planta do ano nessa série.

Nota 2: Amenadiel cansando qualquer um que respire, alguém tira ele dessa série, pelo amor.

O pior foi o fim do Abel, parece que o carma acertou em cheio, não acharam? Afnal, o inferno dos irmãos é o mesmo, só que em lugares diferentes.

Infelizmente a temporada continua perdida e com muitos episódios sobrando ainda. Alguém me explica de quem foi a ideia de uma temporada tão longa assim? Em 12 episódios, eles tinham concluído toda a história e feito sucesso, mas nunca escolhem pelo mais simples.

Confiram a promo do próximo episódio aqui em baixo e nos vemos na próxima review. Até lá!

Infernal Guinea Pig

Nota do Episódio - 8

8

Review do décimo sexto episódio da terceira temporada de Lucifer, da FOX, intitulado "Infernal Guinea Pig".

User Rating: Be the first one !

About Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.