Crítica: Mayans M.C., série derivada de Sons of Anarchy, estreia de maneira incrível

Imagem: Divulgação/FX

Após 10 anos da estreia de Sons of Anarchy, a gangue de motocicleta está de volta!

Escrita e dirigida por Kurt Sutter, Mayans M.C. mostra  um grupo latino-americano, situado no sul da Califórnia.

Diferente de SOA, o personagem principal do show, não é o líder do grupo e, sim, um Prospect (aquele que não é um membro definitivo). Ezequiel (J. D. Pardo) é o jovem central da trama, carregando consigo diversos mistérios e segredos. Ele é carismático e enigmático, os flashbacks ajudam na construção do personagem. Ele é o “bom” filho com uma memória fotográfica, que em um ponto de sua vida foi para a Universidade de Stanford antes de ir para a cadeia. Adicione boa aparência e charme e você terá os ingredientes de um herói que pode facilmente seguir os passos de Jax Teller.

Quais as maiores diferença entre Sons of Anarchy x Mayans M.C.?

Mayans M.C. está menos preocupada com o melodrama familiar, mais fixada nos cartéis de drogas perto da fronteira México-Califórnia e o efeito que esses sangrentos conflitos têm sobre o habitantes locais. Embora ainda existam perseguições de moto e tiroteios tensos que os fãs da série original vão reconhecer, a série derivada está tentando ser mais profunda do que seu antecessor, e na maior parte, a série consegue esse esforço.

Continua após a publicidade

A trama também rende planos de fundos que merecem destaques: Pobreza, imigração e preconceito. Tudo isso fica bem claro com a ideia da fotografia do show, com cores vibrantes e quentes.

Imagem: Divulgação/FX

Em muitos dramas de crimes relacionados a drogas, como Breaking Bad ou Narcos, a história é centrada nos criminosos no topo e nos agentes da lei que os perseguem. Mayans M.C., no entanto, inclui as vítimas que são pegas no fogo cruzado e o efeito que esses trágicos eventos têm sobre seus descendentes.

À primeira vista, os rebeldes deveriam ser os heróis óbvios dessa história, mas a guerra é complicada e todo mundo tem sangue nas mãos. A série faz um ótimo trabalho em fazer de todos os seus personagens partes indispensáveis da história, não importa de que lado da fronteira eles estão. Embora existam alguns fatores que os fãs da série original possam apreciar, Mayans M.C. se destaca por si mesma, com um início sólido que esperamos se transformar em uma grande temporada.

Referências à Sons of Anarchy

Logo na abertura do show, com o cachorro e o corvo, sentimos essas referências à série principal. E ao longo do episodio, nos esbarramos com diversos acontecimentos, como por exemplo Gemma em um dos flashbacks de Ez na cadeia. Sem contar claro, quando Samcro resolve aparecer para ajudar o grupo latino.

Claro que para nós, fãs, esses momentos são ótimos. Contudo, para crescer, Mayans M.C. não deve se render ao passado de SOA e deve tentar trilhar o próprio caminho.

Continua após a publicidade
A estreia da série oferece ao espectador vários pontos de vista sobre o drama que se desdobra, de modo que o episódio nunca parece estar parado.

Confira o trailer do próximo episodio, que vai ao na próxima terça-feira (11):

 

 

Perro/Oc

Nota do episodio - 9

9

Review do primeiro episodio da primeira temporada de Mayans M.C, da FX, intitulado "Perro/Oc".

User Rating: Be the first one !

About Letícia Garcia

Paulista, porém mora na Carolina do Norte. Jornalista e apaixonada por séries e futebol. Grey's Anatomy é a série da vida, mas também é fã de Spartacus, Supernatural, Vikings e Friends. No Mix de Séries escreve as reviews de Vikings, Prison Break, 13 Reasons Why e Riverdale.