Crítica: Season finale explora o potencial de Cloak and Dagger

Imagem: FreeForm/Divulgação

Todo herói tem uma jornada, essa é a de Tandy e Tyrone.

O episódio Back Breaker desacelerou a aproximação de Tandy e Tyrone e, através da figura do professor/padre Delgado, fomos apresentados a construção de um herói, desde seu surgimento, queda até sua ascensão.

Todo herói tem um arco de acontecimentos. A descoberta que é diferente, o conhecimento de suas habilidades e, ao final, ele sempre é abatido por alguma coisa mais forte e perde tudo, inclusive a fé em si mesmo. Mas quando ele se vê em um ponto critico precisa nascer de novo para redescobrir seu propósito. Ele, sem saber, descreveu todo o que vimos, a jornada de Tandy e Tyrone.

Esse episódio trouxe um pouco de regressão para nossos heróis, depois de toda frustração que passaram. Tandy vê que tudo aquilo que ela havia lutado não valeu de nada. Ela não terá seu pai de volta e ele nunca mais será visto com os mesmo olhos depois de tudo que ela viu nas memórias de sua mãe. Ela, de certa forma, volta ao ponto inicial, uma viciada que se vê sozinha. Ela se alimenta dos sonhos e esperanças das pessoas, e chega a ser cruel com Mina.

Tyrone está completamente irritado e frustrado. A prisão de Connors não demorou muito e isso faz ele voltar para o ostracismo inicial. Ele tem sérios problemas com raiva e em deixar pessoas que o amam se aproximarem dele. É preciso entender que ele não precisa fazer e passar por nada sozinho, ele tem sua família, Evita e, agora, Tandy. Ainda que nenhum deles admita, Tandy e Tyrone tem esse vinculo emocional que no final das contas acaba empurrando um para o outro.

O’Reilly investigou a morte de seu namorado, sentiu o luto e enfrentou Connors. Tudo isso sem dizer uma palavra. Seu corpo e seu rosto já diziam tudo. Uma detetive determinada a acabar com a corrupção e que perdeu seu namorado da forma mais brutal. Aos poucos se dirige para seu destino sombrio.

Tyrone e Tandy aceitam seu destino e testam seus poderes como o Casal Divino.

Já no episódio final, Colony Collapse, a cidade de Nova Orleans se torna um caos. Mina finalmente descobriu que ela foi usada esse tempo todo pela Roxxon e viu seu trabalho se tornar uma potencial arma contra a cidade. A apresentação de todas as versões do Par Divino até chegar a versão atual foi ótima para contextualizar e mostrar a importância de Tandy e Tyrone. Um pouco de mitologia e história construiu uma boa narrativa para finalizar a temporada.

Imagem: FreeForm/Divulgação

O episódio cheio de ação provocou o publico ao sugerir que um deles deveria morrer para salvar a cidade de mais uma catástrofe. Claro que isso não poderia acontecer. A jornada pela qual passaram, cheia de dor e erros os levou aquele momento, salvar a cidade. Tandy e Tyrone ganharam uma marca no braço, mas O’Reilly também ganhou. O Par Divino curou a cidade e a detetive encontrou seu próprio destino.

Apesar dessa primeira temporada não ter um grande vilão personificado, Tandy encontrou uma grande adversária, Roxxon, representada por Peter Scarborough. Tyrone perseguiu o policial Connors responsável pela morte do irmão. Foi satisfatório ver Tandy deixando Peter em estado catatônico e Tyrone aprisionando Connors na dimensão negra, um lugar cheio de terror.

Mayhem, nasce uma vilã.

A detetive O’Reilly teve seu destino selado. Após tudo que ela viveu e sofreu ao longo da temporada, seria impossível o publico não torcer pela personagem. Mas, se tem uma coisa que aprendemos, é que todo mundo tem um destino, e o dela foi morrer pelas mãos de Connors. A cena pós-créditos da série mostrou a ressurreição de O’Reilly como Mayhem, e isso já deixa qualquer um animado para o que vem no próximo ano!

Cloak and Dagger trouxe um jeito diferente de falar sobre heróis. Uma apresentação mais humana e crível. A trilha sonora foi essencial para produção. O contraste entre o catolicismo e a prática vodu foi muito bem construído, sem hostilizar nenhuma das partes. Nova Orleans funcionou como um terceiro protagonista.

Alguns personagens ficaram com final aberto e o surgimento de uma anti-heroina/vilã deixa nossa expectativa muito alta. Agora Tandy tem um lar e Tyrone se tornou um fugitivo. Essa mudança traz uma nova dinâmica para segunda temporada, com grandes possibilidades!

Até a próxima temporada de Cloak and Dagger, onde tudo será um caos!

Back Breaker/Colony Collapse

Nota dos episódios - 9

9

Review do nono e décimo episódios da primeira temporada de Cloak and Dagger, da FreeForm, intitulados "Back Breaker/Colony Collapse".

User Rating: Be the first one !

About Yuri Alves

Yuri Alves
Bacharel em Direito, fascinado pelo universo dos heróis e um viciado por séries e filmes. Sou um escritor a procura do meu espaço. Amante dos livros e da boa música. A série da minha vida , The OC. No Mix, sou responsável pelos textos de algumas séries como, The Defenders, Dynasty, Blinspot , Ozark entre outras. Quando não estou no cinema ou maratonando uma série estou me aventurando na cozinha.