Crítica: Final da terceira temporada de Supergirl encerra grande ciclo da série

supergirl 3x23
Imagem: The CW/Divulgação

Hora de reparar os erros.

Supergirl chegou em seu penúltimo episódio da temporada com uma qualidade melhor que os dois anteriores. Entretanto, não é de se negar que houveram encheções de linguiça. Algumas coisas aqui e outras ali poderiam muito bem ter sido descartadas em cena, francamente.

Com a fuga de Selena para a Terra, pensei que já teríamos momentos turbulentos logo de cara, depois do trailer divulgado. Acabei me enganado, trouxa que sou. A vilã se uniu com suas irmãs, além de ter usado Corville para trazer Reign de volta. Eu esperava um pouco mais dessa aliança, se ele tivesse continuado devoto à nossa heroína, o personagem teria sido melhor aproveitado.

Lá em Argo, as coisas andavam um pouco mais tensas, afinal de contas, Kara, Mon-El e Alura tinham que arranjar uma forma de deter a inimiga. Fomos apresentados ao laboratório de Zor-El, e logo imaginei que ali teria a solução dos problemas deles. Foi dito e feito, e com a ajuda das tecnologias do pai, a protagonista conseguiu comunicar-se com Winn. Achei bacana a interação deles entre os dois mundos, e é claro que nosso nerd tinha que ter participação em cima disso.

Continua após a publicidade

Sam precisa ser salva!

Após uma leve trégua, ao ser separada de Reign, as coisas para Sam voltaram a piorar. A personagem começou a ficar doente de forma misteriosa, e logo temi o pior. Como se não bastasse, ainda me vem esse lance de que apenas uma delas vai sobreviver, e é claro que a vilã me veio como principal opção.

É hora de entrar em ação no confronto final!

Com a volta de Kara e Mon-El à Terra, nos momentos finais de Make It Reign, era hora do nosso team Supergirl entrar em ação. O começo da season finale foi recheada de tiro e porrada e bomba, com eles tentando deter a destruição de nosso planeta. Enquanto isso, J’onn se despedia do pai, agora de forma digna. Eu havia pensado que isso tinha acontecido no episódio anterior, achei aquilo tão faco e sem emoção. A despedida definitiva foi emocionante sim, mas poderia ter acontecido em outro momento.

Imagem: The CW/Divulgação

Quando Patricia foi morta por Reign, a minha revolta foi muito grande, até que ela me aparece novamente. Por um momento pensei que fosse um golpe ilusório de Serena, para derrotar Sam. Ainda bem que isso não aconteceu, e realmente tratava-se da mãe adotiva da moça. No final das contas, ela acabou tendo papel fundamental envolvendo o último embate da temporada.

Não esperava em momento algum que Sam acordasse, francamente, e muito menos com poderes. Enquanto Supergirl, Mon-El, Caçador de Marte e Alura davam o melhor para acabar de vez com a wordkiller, a grande surpresa foi para sua “gêmea boa”. Quando ela apareceu acabei sendo bem pessimista, apostando em sua morte. Foi dito e feito! Como se não bastasse, todos que estavam no local também tiveram o mesmo destino. A grande surpresa foi por parte da nossa heroína, que usou o Anel da Legião para voltar ao tempo e ajudar Sam a deter Reign. Olha nossa Kara Zor-El bancando o Barry Allen, hein?!

Kara apanhou feito criança de Reign durante boa parte da temporada, para a vilã ser derrotada por sua versão humana. Nunca, em hipótese alguma, esperava um desfecho desse. A luta entre as duas foi boa? Sim, eu gostei, não vou negar. Entretanto, nada chegará aos pés do icônico confronto entre Supergirl e rainha Rhea na temporada passada. Aliás, aquela season finale em específica é insuperável!

O fim de um ciclo. O que acontecerá daqui pra frente?

Com o desfecho do plot central, a enxurrada de despedidas foi tão grande, que pensei por um momento que fosse o series finale. De todas elas a que mais fiquei sentido foi de Winn. Ele sempre foi meu personagem favorito da série, junto com Cat Grant. Se já não bastasse tê-la perdido, agora o mesmo com o rapaz. Não poderiam ter escolhido James para se juntar à Legião, ao invés dele? Me recuso, sabe? Espero que a participação recorrente dele na próxima temporada não seja algo de um ou dois episódios. Sua despedida com Alex, e principalmente com Kara, me partiu o coração.

Já que Sam sobreviveu e sem qualquer vestígio alienígena, a teoria de que Alex cuidaria de Ruby embuste foi por água abaixo. Ainda bem que a nossa agente foi recompensada sendo promovida para diretora do DEO, e estou ansioso para ver como será sua gestão no local.

Quero muito também ver como será o envolvimento de J’onn na história a partir de agora, assim como Brainy. Sobre Alura, espero e muito que ela faça mais participações na quarta temporada. Mon-El? Acho que a história dele com Kara se encerrou de vez, e nossa protagonista mostrou-se bem madura. E o que foi Lena no final? Nunca me enganei sobre essa sonsiane.

Continua após a publicidade

Supergirl encerrou seu terceiro ano fechando vários ciclos. A quarta temporada promete vir com mudanças drásticas, e espero que seja melhor que essa. Vamos ser sinceros que a temporada começou ok, foi ficando boa, mas em sua reta final acabou decaindo de forma gritante. No final das contas, ela acabou caindo na maldição da terceira temporada do Arrowverse.

A cena final deixou bem claro algo que havia ouvido falar recentemente, que a série provavelmente abordará elementos de Superman: Entre a Foice e o Martelo.

Até outubro!

Make It Reign/Battles Lost and Won

Nota do Episódio 3x22 - Make It Reign - 8.5
Nota do Episódio 3x23 - Battles Lost and Won (Season Finale) - 8.5

8.5

Review do vigésimo segundo e vigésimo terceiro episódios da terceira temporada de Supergirl, da The CW, intitulados "Make It Reign" e "Battles Lost and Won".

User Rating: 2.23 ( 2 votes)

About Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira
Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!