Critica: The Resident nos traz mais um bom episódio no 1×04

Imagem: FOX/Divulgação

Após um episódio incrível na semana anterior, The Resident nos trouxe mais uma boa prova de que a série veio para ficar.

E o diferencial que estávamos tanto procurando em seu piloto já está ficando claro no desenvolver da série.

A série médica da FOX é muito mais que isso. O drama deixa de ser apenas histórias de pacientes, ou dos relacionamentos entre os médicos. The Resident faz uma crítica em todo episódio, nos faz ver os vários lados de uma mesma história. Aborda algo pouco (ou nunca) abordado em outras séries do tipo. É ousada em fugir da receita de bolo já tão amada pelo público.

Os cortes no orçamento do episódio anterior renderam mais que trabalho extra ou bagunça do PS. Afinal, custaram uma vida. Procuramos culpados neste caso, mas apesar da enfermeira parecer ser uma tonta, lidar com uma crise no primeiro dia de trabalho realmente não é fácil. A culpa real é de quem colocou alguém tão despreparado em um cargo que aparenta ser bobo, mas que na verdade é extremamente importante. E qual o motivo? Dinheiro, é claro.

A crítica principal de The Resident está sendo exatamente aí: quanto dinheiro vale uma vida?

Em qual momento o juramento da medicina deixa de valer em prol de custos e lucros? A realidade fica estampada: CEO’s, chefes de cirurgia, donos de clínicas, em geral, deixaram de amar a medicina e de cuidar de pacientes se não visualizarem o que vão ganhar ou perder com isso. Para compensar, temos os novos profissionais. Apaixonados no que se formaram, com a idealização de salvar vidas, o grupo faz de tudo para passar por cima das ordens oficiais e dar um jeitinho de virarem os mocinhos da história.

Depois de enfrentar Conrad, Devon virou parceiro de seu residente. Conquistou o respeito e se transformou em um personagem agradável. Já estou gostando da dupla que os dois fazem. Há química entre eles, assim como há entre todos da série. Aos poucos, estamos vendo o desenvolvimento dos personagens e de seus relacionamentos e conseguimos enxergar um bom futuro. Os únicos que me parecem ainda um pouco forçados são Mina e Irving. Enquanto Mina parece ser uma tentativa de uma Yang piorada, Irving é um lado tonto que a série não está precisando. Ao invés de se tornar o alívio cômico que imagino que queiram passar com ele, está se tornando bobo e irritante.

Outro fato que percebemos neste episódio, foi que deixamos de ver Conrad como o único protagonista. Nic está tendo muito mais espaço e se mostrando mais perceptiva que o residente. Ao maior estilo Sherlock Holmes a personagem está transformando parte da série em um drama investigativo e até nos preocupando quanto ao bem estar da enfermeira. Afinal, isso não irá passar despercebido pela dra. Hunter. Tenho a impressão de que a história de Lily não irá acabar bem para a paciente e que Nic irá descobrir toda uma trama e acabar com uma bomba nas mãos.

Parece que dr. Bell está de volta… Por enquanto.

Acredito que esta atual melhora vá dar bem errado futuramente. O cirurgião esteve ensinando Mica enquanto precisava dela, mas foi só ter resultados positivos com os remédios que tratou de dispensar a residente, a colocando no lugar dela. Tenho certeza que ainda teremos um revertério aí e que as coisas vão voltar bem piores do que estavam.

The Resident tem estado em uma luta para conquistar seu público, por isso as Olimpíadas de Inverno não serão muito boas para a estreante da FOX. Esperamos que no dia 26 de fevereiro as pessoas estejam lá, assistindo e garantindo a boa audiência. Afinal, os dois últimos episódios mostraram que ela merece.

Identity Crisis

Nota do Episódio - 8

8

Review do quarto episódio da primeira temporada de The Resident, da FOX, intitulado Identity Crisis.

User Rating: 2.67 ( 3 votes)

About Fernanda Azevedo

Fernanda Azevedo