Crítica: Timeless tem uma season finale cheia de ação e novos mistérios

Imagem: Divulgação/NBC

Se Timeless não tiver uma nova temporada, nunca mais vejo nada da NBC. É sério!

Beaufort County, South Carolina e Chinatown, San Francisco. Talvez estes sejam os últimos destinos que veremos em Timeless. Me recuso a acreditar que possam ser mesmos. A série precisa ser renovada. Em nenhum momento foi encerrada a abordagem de Rittenhouse e o final desta season finale então, nem se fale. Estou sem fôlego até agora.

Os dois episódios (The General e Chinatown) funcionaram muito bem juntos. Imaginei que teríamos um final. E tinha um fio de esperança que houvesse um gancho para uma terceira temporada. Mas jamais esperava que a coisa fosse tão explosiva assim. Lucy e Wyatt do futuro são o casal mais incrível que vimos em toda a série! Quero eles para ontem!

Uma análise dos acontecimentos finais é necessária!

Voltando ao que diz respeito aos capítulos finais, em meio a todo acontecimento histórico envolvendo a liberação dos escravos, o personagem do Rufus ganha ainda mais força. Ele é o centro das atenções cômicas nas viagens no tempo e, mais do que isso, é um parceiro leal de todos os tripulantes. E no mesmo ritmo que ele ganha força, é claro, a profecia de Jiya tinha de se tornar realidade. Para nossa grande tristeza.

Se tratando de uma história sobre máquina do tempo, logo após o choque, me dei conta de que algo poderia mudar. Mesmo com a regra de que não podem ir para um local e momento onde existiram. Não era surpresa que uma solução para salvar ele iria aparecer. Porém, nos minutos finais, tinha quase perdido as esperanças. Mas ver aqueles dois ali saindo da nova máquina do tempo, nossa, isso sim é renovar os ânimos!

Precisamos falar também de outras perdas…

Não só Rufus se foi, também Carol Preston e Nicholas Keynes, encabeçadores de Rittenhouse. E isso feito pela Emma, hein. Não estava errado em admirar essa personagem. Ela é forte e luta pelos seus objetivos, que são… bem, não sabemos ainda. O que se sabe agora é que ela vai trabalhar com a Jéssica, que foi doutrinada pela Rittenhouse a ser uma bela de uma traidora.

Ok, ela fez isso para salvar o irmão e não matou ninguém. Mas que ordinária que é essa menina. Fez o meu shipp ficar separado quase a temporada toda, fica grávida do Wyatt e agora sai como vítima da história? Qual é! Um dos motivos mais justos dessa série retornar é fazer com que ela pague por essas ações. Ou quem sabe alguns flashbacks nos façam nos comover mais com o seu drama, não é mesmo?

Jiya, Mason e Christopher estão o máximo de arrasados que podem ficar. Cada um têm seus motivos e culpas em toda essa confusão. Jiya foi a fundo para descobrir mais sobre as visões, e em meio a isso, não conseguiu evitar nada. Uma grande pena.

Em resumo, tivemos uma finale com o melhor que a série possui e a promessa de que o que está por vir vai ser melhor do que nunca. O que será de Rittenhouse agora? Salvarão Rufus? E as visões da Jiya? E o relacionamento de Flynn com Lucy?

#RENOVANBC: O Wyatt disse que ama a Lucy, gente. Vocês querem mais o quê?
#RENOVANBC 2: Caracterizações perfeitas e belíssimas atuações. Melhor série atual da emissora.
#RENOVANBC 3: Não me decepcionem, companheiros, e façam como eu. Curtam e comentem tudo no perfil da página no Facebook.

Acompanhem todas as novidades no Mix e leia tudo a respeito de Timeless. É só clicar aqui! Nos veremos em breve! #euacredito #Timeless3Season

"The General"/"Chinatown"

Nota do Episódio - 10

10

Review dos nono e décimo episódios da segunda temporada de Timeless, da NBC, intitulados "The General" e "Chinatown".

User Rating: 5 ( 1 votes)

About Wellington Torres

Oi, eu sou o Well. Jornalista, amante de séries, animes e totalmente ligado na cultura geek. Responsável pelas reviews de 3% (Netflix), House of Cards (Netflix), Marvel's Iron Fist (Netflix), Shooter (Canal USA), Timeless (NBC), Once Upon a Time (ABC) e Westworld (HBO).