Crítica: “Você”, nova série da Netflix, é um dos melhores dramas do ano

Imagem: Lifetime/Netflix

“Você” surpreende e agrada do início ao fim

Você (You) chegou ao Brasil nesta quarta (26) pela Netflix. Exibida originalmente nos Estados Unidos pelo canal Lifetime em setembro, a série ganhou status ao ser promovida como “série original” da plataforma, com razão. Afinal, a trama é envolvente, digna de qualquer produção da Netflix, e deve fisgar o público com facilidade.

Mas também, não é para menos: Greg Berlanti, Sera Gamble e outros nomes por trás de séries como Riverdale, assinam a produção. Entretanto, a série é baseada no livro homônimo de Caroline Kepnes e acredite – a versão da televisão é melhor que a escrita.

A trama

Você conta a história de Joe Goldberg – interpretado aqui por Penn Badgley de Gossip Girl. Joe fica simplesmente encantado ao conhecer uma jovem chamada Beck (Elizabeth Lail), uma mulher que ele acredita ser a garota dos seus sonhos. Assim, rapidamente o amor instantâneo é substituído por uma obsessão incontrolada. Joe, então, passa a fazer de tudo para controlar o que está em volta de Beck. Sem perceber, a garota se vê dentro da vida de Joe, e em uma armadilha que se torna, cada vez mais, perigosa.

Com dez episódios, a série te convence logo no primeiro. Através de um recurso narrativo diferente das demais séries, ao final do capítulo inicial você já fica bastante curioso. Com o passar do tempo, dá para perceber que a série é como um passeio de montanha russa, com diversos momentos de tensão e muitas reviravoltas. Dessa forma, Você detém de um combo importante para criar uma história bastante envolvente.

Melhor que o livro?

O caso de Você é uma das raras exceções onde a adaptação sai melhor do que as páginas escritas onde a trama foi originalmente concebida. É que a série consegue exprimir melhor o recurso narrativo optado para contar a história, sob a perspectiva de Joe. Assim, enquanto vamos ouvindo o que se passa na mente psicótica de Joe, vamos nos aproveitando de olhares, caras e bocas e combinam exatamente com cada palavra dita.

Resultado de imagem para penn badgley you
Olhar psicótico de Penn Badgley ajuda a compor personagem de Você. Imagem: Netflix/Divulgação

Esses elementos servem, inclusive, para enganar o público em alguns episódios. Combinando o recurso narrativo com uma ótima direção, em dados momentos, achamos saber o que está acontecendo. Mas, depois de um tempo, percebemos que as coisas não são bem como parecem.

Além disso, a paisagem de Nova Iorque combina com muitos momentos importantes da série. A loja onde Joe trabalha, por exemplo, é um charme. Dá vontade de ficar por lá durante horas. Fora as enormes casas e apartamentos que servem de ambientação para cenas que fisgam o espectador.

Ótimos coadjuvantes

Outro elemento importante que ajuda Você a funcionar é o núcleo coadjuvante. Os personagens são extremamente importantes para contribuir com a fluidez da trama.

Peach, a melhor amiga de Beck, é uma ótima personagem. Não sabemos se ela também possui uma obsessão infundada por Beck, ou um amor reprimido. De qualquer forma, se torna uma pedra no sapato do protagonista.

Resultado de imagem para you netflix
Peach também nutre uma obsessão por Beck. Imagem: Netflix/Divulgação

Além dela, Paco – o garotinho que mora ao lado de Joe, serve como vetor para o público não deixar de gostar do psicopata em qualquer momento. É algo que nos serve para lembrar que Joe é apenas um humano, e que tudo o que ele faz acredita ser com boas intenções.

Recomendada

O final da temporada possui um desfecho inesperado, daqueles que você não acredita estar acontecendo. Mas tudo fica muito bem explicado. E quando você pensa ter a história chegado a um fim satisfatório, a trama abre um leque de oportunidades para a segunda temporada.

Você já foi renovada para o seu segundo ano. Mas diante de uma reestruturação do canal Lifetime, a série sairá de forma exclusive pela Netflix em 2019. Assim, aguardem mais mistérios e muita obsessão, para uma série que está altamente recomendada.

Chegando à Netflix aos 45 minutos do segundo tempo deste 2018, Você fecha um ano repleto de boas atrações na televisão e sem dúvida conquista um lugar dentre as melhores séries do ano.

Partiu maratonar?

Leia também: Você, 2ª temporada – saiba Spoilers e Informações

 

Crítica - Você - 1ª temporada

Nota da Temporada - 9.2

9.2

Crítica da primeira temporada de Você, série original Netflix.

User Rating: 2.97 ( 62 votes)

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.