Dale Cooper na cidade das maravilhas: Twin Peaks

Imagem: Arquivo Pessoal

Twin Peaks é um dos grandes clássicos da TV. Lançado em 1990, a série produzida pelo David Lynch caiu nas graças do público rapidamente, se tornando um grande sucesso de audiência na época. Por isso, Twin Peaks ganhou uma segunda temporada, mas nesta, a audiência não foi tão boa que acabou sendo cancelada. No entanto, 26 anos depois o drama de David Lynch voltará ao ar pelo canal Showtime e teremos uma terceira temporada, logo após aquela season finale que pedia uma continuação.

A série conta a história de Dale Cooper, um agente da FBI, que viaja até a cidade de Twin Peaks para investigar o assassinato de Laura Palmer. O principal enigma da série é “Quem matou Laura Palmer?”, já que nós sabemos de nada sobre a personagem e descobrimos sobre ela ao decorrer da trama. Palmer é encontrada no rio e esse acontecimento mexe com a cidade, pois ela era jovem, tinha 17 anos e era uma pessoa bastante conhecida e querida na cidade. Ninguém conseguia entender o porquê dela ter sido morta de forma tão cruel porque, aparentemente, não havia motivos para matá-la. No entanto, conforme as investigações avançam, acabamos descobrindo algumas coisas de sua vida que poderiam ter levado a sua morte precoce.

A principal característica de Twin Peaks é o surrealismo, os sonhos e o bizarro. Parece que nada faz sentido naquela cidade e não faz mesmo. As pessoas, o local e a própria cidade têm um ar estranho e nos passa a sensação de que há algo errado com ela e, ao longo dos episódios, descobrimos os segredos mais obscuros de Twin Peaks.

O mais legal da série é que não sabemos nada sobre a cidade e seus moradores. Tudo é muito enigmático e misterioso, elementos estes presentes não só na série como também nas obras de David Lynch. Essas características se tornam fundamentais para o desenvolvimento do drama, pois, sem eles, o drama não teria se tornado esse fenômeno na época. Além disso, é o sobrenatural e o misterioso que acabam nos fascinando e, se pensarmos na época que a série foi ar, muito inovador. Nenhuma série tinha ousado em colocar em uma tv aberta situações bizarras, às vezes sem sentido e inverossímeis. Ouso dizer que tenho dúvidas quanto ao sucesso da série em dias atuais.

Os segredos da cidade são desvendados à medida que as investigações de Dale Cooper, avançam. Então nos sentimos um pouco parte integrante de Twin Peaks, pois tanto nós quanto ele, o Cooper, não sabemos o que se passa na cidade e nem quem era a Laura Palmer.

Twin Peaks influenciou diversas séries. Por exemplo, X-Files (Arquivo X) e Supernatural (Sobrenatural) assim como as séries procedurais. Em Twin Peaks, temos uma figura da FBI que sabe de tudo e por isso consegue resolver os maiores enigmas.  Nas séries procedurais também temos esse alguém inteligente da FBI capaz de descobrir as pistas dos assassinos. O drama de David Lynch revolucionou o modo como se faz o sobrenatural na tv e foi bastante ousado em colocar na tv aberta o tema do sobrenatural.

Por isso, o drama, embora tenha se passado no início dos anos 90, ainda tenha bastante fãs e admiradores. É inegável o quanto a série é importante para a história das séries de tv. Para quem assistiu Twin Peaks sabe que esse revival era necessário porque não houve um fim conclusivo. Ansiosa é pouco para esse retorno maravilhoso de Twin Peaks! Que para melhorar a situação contará com os mesmos atores da época.

About Daniele Duarte

Daniele Duarte
Carioca da gema, amante de literatura clássica. Machado de Assis é o seu autor favorito. O tríade de melhores séries são Six Feet Under, Breaking Bad e Sherlock . Séries inglesas também faz parte da sua grade de séries. Ela é a pessoa que chora rios com a series finale de SFU.