Demissão em Lethal Weapon teria sido causada por colega de elenco; entenda

Lethal Weapon, Damon Wayans
Imagem: Fox/Divulgação

Mais problemas nos bastidores de Lethal Weapon

Quando o Deadline publicou uma matéria explosiva que relatava, em detalhes, o comportamento de Clayne Crawford nos bastidores de Lethal Weapon, muitos duvidaram da veracidade dos fatos. Afinal, todas as informações eram ligadas a fontes anônimas.

Dias depois, o próprio Crawford veio a público para pedir desculpas e assumir responsabilidade pelos seus atos. Todavia, uma matéria publicada pela Page Six recentemente sugere que as “fontes anônimas” eram, na verdade, Damon Wayans, colega de cena de Clayne. De acordo com a reportagem, Wayans estaria preocupado com o crescente destaque que o co-protagonista vinha ganhando.

Sabendo que seu contrato estava perto de expirar no início do segundo trimestre, Damon teria vazado determinadas informações para membros da imprensa especializada e encorajado outros membros da produção a fazer o mesmo. A intenção era uma só: de diminuir o prestígio de Clayne atacando sua imagem.

Vale lembrar, entretanto, que nenhuma das denúncias contra Crawford são inverdades. A Warner Bros. TV recebeu tais denúncias e investigou-as para atestar sua veracidade. E por isso tomou a decisão de não renovar o contrato de Clayne e demiti-lo da produção.

Continua após a publicidade

Damon se mostrou bastante contraditório!

No sábado (12), fez dezenas de post no Instagram, marcando o ex-colega de elenco e suplicando para que a Warner Bros. não demitisse Crawford. Nas postagens, inclusive, Damon dizia que Crawford era insubstituível, e que a Warner Bros deveria renovar Lethal Weapon com o seu elenco original. Mas já era tarde demais.

Talvez, o ator que interpreta Murtaugh tenha se arrependido, naquele momento, de expor a situação. Ele viu que Lethal Weapon ainda corria riscos de cancelamento por conta da demora do estúdio em achar um novo protagonista, e talvez tenha resolvido voltar atrás.

Depois da demissão, ator expôs abertamente o colega… 

Passado a renovação, e o anúncio de Seann William Scott que substituiria Clayne Crawford – que estava oficialmente demitido, Damon Wayans resolveu expor a situação abertamente no Twitter (via Hollywood Reporter).

Wayans compartilhou um vídeo de um incidente no set durante um episódio dirigido por Crawford. Nele, Wayans, pode ser visto sendo atingido na parte de trás de sua cabeça por estilhaços. Um tweet subseqüente compartilhado por Wayans – que acabou deixando sua conta no Twitter privada após os burburinhos – apresenta um corte sangrento no lado oposto de sua cabeça, aparentemente questionando sua segurança no set durante o episódio dirigido por Crawford.

Wayans continuou a compartilhar detalhes da suposta reputação de Crawford nos sets do show, postando uma imagem de um adesivo afixado em um poste com uma ilustração de sua antiga co-estrela com a legenda “Clayne Crawford é um terrorista emocional” e observando que os produtores da Warner Bros TV não o apoiou.

Wayans adicionalmente alegou que Crawford socou alguém na boca com uma garrafa antes de postar que ele aguentou o comportamento do ator por duas temporadas e que ele tinha um arquivo de “infrações”.

Em um terceiro tweet, Wayans marcou Crawford e usou a hashtag #NoApology.

Neste momento, tanto sua conta no Twitter quanto no Instagram estão fechadas.

Continua após a publicidade

Terceira temporada deverá ser menor…

O Hollywood Reporter ainda destacou que a terceira temporada deverá ser menor que a habitual: serão 13 episódios, frente os 22 da segunda temporada. Acontece que a Warner Bros. TV está um tanto receosa com a mudança da co-estrela, e irá esperar a resposta do público para encomendar eventuais episódios adicionais.

Caso a resposta da audiência seja a rejeição, já sabem o que futuro reserva para Lethal Weapon… o cancelamento.

Leia mais: Chefe da Fox comenta demissão em Lethal Weapon, “Era o único jeito de continuar”. 

About Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.
  • Meire Carreiro

    Agora a serie perde uma grande estrela Clayne pelo que entendi teve INVEJA . Renovou com um ator que tá com medo da audiencia e diminui os episodios. Agora errado deveria ter conversado com ele antes de demitir juntar os dois. Pena sem Clayne a serie acho que vai se arrastar.

  • Rô Corrêa

    Marketing acho que é uma jogada deles, o ator ironiza e a produtora ainda nem se prontificou a falar alguma coisa da demissão do ator, o cara novo fuscou o estrelado de muita gente de nome rsrsr inveja sem Clayne a serie vai ficar uma merda