Emerald City – 1×06 – Beautiful Wickedness

Imagem: David Lukacs/NBC
Imagem: David Lukacs/NBC

 

Finalmente, tivemos avanços e recuperamos parte do tempo perdido. A oportunidade de dar a volta por cima foi abraçada e, devo confessar, pela primeira vez, estive pregado em frente ao celular esperando pelas próximas cenas. Tudo foi jogado tão rápido para o telespectador que, quando eu me dei conta, o episódio já havia terminado. Como nem tudo é perfeito, fica a impressão de que alguns temas não terão tempo de serem devidamente aprofundados. Quem não ler os livros ficará com dúvidas sobre alguns desfechos. É uma boa pedida para voltar ao hábito da leitura.

Começamos o episódio em 1996, ano em que nasceu Dorothy. Vemos sua mãe Karen Chapman e seus colegas cientistas no experimento que deu origem ao conhecido tornado de transporte ao mundo de Oz. Lá vemos também Frank, o rapaz das instalações, que vem a ser hoje o Mágico de Oz. Título este que deve ser explicado mais para frente, pois não tivemos ainda chance de ver o que ele tanto faz para intimidar os outros assim. Fora a ameaça à vida da pobre da Anna, nada mais substancial prova sua força.

em2
Imagem: David Lukacs/NBC

Força é o que Glinda está reunindo fora das vistas do Mágico e de sua própria irmã. Graças ao empenho da Bruxa do Oeste, a memória do Lucas foi recuperada e agora ele sabe qual era a sua missão: garantir que as pequenas bruxas criadas por Glinda chegassem até a ela em segurança. Isso revoltou a Oeste, que neste episódio estava com o decote mais generoso do que a fada dos dentes. Nem sei como consigo escrever essa review. Agora, basicamente, a guerra está armada. E olha que ainda não identifiquei lados certos, errados, neutros e quem está na janela. Talvez isso até seja algo bom.

Em uma nova comparação com Once Upon a Time, Dorothy afirma ao Frank: “I’dont a saviour”. Isso faz a história dela se parecer com a da Emma ainda mais. É claro que Emerald City não foi feita para crianças, pois suas maiores tramas são sombrias e não dão margem para o universo infantil ser ampliado. O diálogo dos dois foi rápido para nós que vimos as cenas dramatizadas, mas muito profundo para gerar suspeitas na protagonista.

Tip e Jack se encontraram e partiram meu coração. Não sei se ela o merece pelo que fez, mas está claro agora que ela tem medo e não sabe lidar com sua própria situação. Parece ter abandonado a ideia da magia e está mais como uma serviçal no palácio. Os até então amigos, agora, não sabem se encarar e sofrem por isso. Mas justiça seja feita: Jack falou tudo que estava entalado em nossas gargantas.

Fica evidente que muitas histórias foram abertas e de que, dificilmente, todas poderão ser contadas em uma só temporada. Espero que os roteiristas e autores saibam trabalhar bem o tempo, pois a chance de renovação, infelizmente, é mínima.

Parece uma pornô: Que cena foi aquela dos três “tomando banho?” #chocadocomaousadia

 

 

Beautiful Wickedness

Nota do Episódio - 8

8

Review do sexto episódio da primeira temporada de Emerald City, da NBC, intitulado "Beautiful Wickedness".

User Rating: 4.33 ( 2 votes)

Comments

comments

About Wellington Torres

Jornalista, Social Media e Escritor. Vida social? Um desastre. Sou um carioca que vive em SP, mas na verdade nasceu no Ceará. No Mix faço os reviews de 3% (Netflix), Emerald City (NBC), House of Cards (Netflix), Marvel's Iron Fist (Netflix), Shooter (Canal USA), Timeless (NBC) e Westworld (HBO).