Emmy 2018: Sandra Oh se torna a primeira asiática a concorrer como Melhor Atriz

Imagem: BBC/Divulgação

Atriz acaba de fazer história na TV.

A atriz de 46 anos, Sandra Oh, conseguiu sua primeira indicação ao Emmy em sua carreira por um papel principal: a agente do MI-5, Eve Polastri, protagonista da já aclamada série da BBC America, Killing Eve. Assim, Oh – que é coreana-canadense – faz história como a primeira mulher de ascendência asiática a ser reconhecida em uma categoria de atriz principal, em comédia ou drama, no Emmy.

Embora esta seja a primeira vez que Oh indicada por um papel principal nos Emmys, ela não é uma estranha para a Academia de Televisão. Ela recebeu cinco indicações consecutivas ao Emmy na categoria de atriz coadjuvante de 2005 a 2009 por sua atuação como a Dra. Cristina Yang em Grey’s Anatomy, mas não ganhou em nenhuma das vezes.

Continua após a publicidade

Poderia Sandra Oh quebrar o jejum e vencer o Emmy por seu novo papel? De qualquer forma, essa já é uma grande conquista para a atriz.

Nos últimos anos, o Emmy vem vencendo as barreira contra a falta de inclusão. Em 2010, Archie Panjabi, de The Good Wife – que é britânica-indiana – tornou-se a primeiro atriz de ascendência asiática a ganhar um Emmy de atuação, como Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática. Em 2017, Riz Ahmed – que é britânico-paquistanês – foi o segundo ator de ascendência asiática a vencer por sua atuação fascinante em The Night Of.

Vale lembrar que, não faz muito tempo, Viola Davis quebrou outro padrão ao se tornar a primeira mulher negra a vencer na categoria principal por How To Get Away With Murder.

Continua após a publicidade

Mas para vencer a corrida, Sandra Oh terá de derrotar a favorita da categoria, a atriz Elizabeth Moss por sua incrível atuação na série The Handmaid’s Tale.

Em Killing Eve, Oh interpreta Eve, que trabalha como segurança em uma empresa, mas seu emprego estável e dentro de quatro paredes não sucumbe o desejo dela de se tornar uma espiã. É por isso que quando a primeira oportunidade surge, a jovem não pensa duas vezes  e mergulha em uma caçada incansável contra um assassina. Agora, seu alvo é Villanelle (Jodie Comer), uma criminosa tão elegante quanto perspicaz.

Leia mais: Crítica – Killing Eve é um delicioso jogo de gato e rato que vai te viciar

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.