Fuller House – 2×13 – Happy New Year Baby [SEASON FINALE]

Imagem: Youtube/Reprodução
Imagem: Youtube/Reprodução

Chegamos ao último episódio da segunda temporada de Fuller House, e digamos que muita, mas muita coisa mesmo aconteceu nele, e é claro que a diversão e emoção foram na medida certa. Começamos com DJ fazendo a linha sexy, aguardando o retorno de Matt que foi visitar o pai na India. O que foi aquela cena? O melhor foi ela tentando sensualizar, e na verdade era o carteiro entregando uma encomenda para Kimmy.

Falando na nossa maluca predileta, o plot dela não teve o mesmo destaque que a finale passada, mas isso não quer dizer que tenha sido de todo mal, muito pelo contrário. Alguém me explica o que era aquele vestido que ela ganhou de Fernando? Foi simplesmente a coisa mais ridícula que já vi em toda minha vida, até mesmo para os padrões Kimmy Gibbler aquilo foi uma verdadeira aberração. O melhor de tudo foi a preocupação dele pela chegada do presente de sua Kimberlina, e batendo de porta em porta perguntando aos vizinhos. Pena que não mostraram isso, mas só o fato do rapaz contando já valeu muito a pena. Aliás, amei por demais a evolução e o merecido destaque que Fernando teve nessa temporada, e espero que a tendência seja apenas crescer futuramente.

Claro que para o ano novo não poderia faltar os nossos veteranos de Full House, não é mesmo? Danny, Jesse, Becky e Joey (graças a Deus sem a família insuportável dele) apareceram para esse desfecho, com a história totalmente interligada, e que valeu muito a pena principalmente nos instantes finais. Com a adoção tendo dado certo, a briga da vez foi de quem seria o padrinho da criança, e a lavagem de roupa suja entre nosso eterno trio de marmanjões foi um dos melhores momentos dessa finale. Mas o conflito fraternal não foi apenas entre eles, afinal de contas, as coisas entre Jackson e Max também não foram tão amistosas na última noite do ano. Com o plano de poder beijar Lola na virada, o filho mais velho de DJ, junto com a namorada, Ramona e Popko, armou uma cilada para seu irmão mudando o horário, e então o garoto indo dormir mais cedo. Graças a Rose, ele percebeu o que fizeram com ele, decidindo se vingar dos adolescentes. O que foi Max encarnando a Emily Thorne nesse episódio? Simplesmente genial.

Não podemos esquecer do melhor casal da temporada, Steph e Jimmy. Com o clima de fim de ano e as novidades na casa dos Tanner/Fuller/Gibbler, o irmão de Kimmy começou a sugerir para a namorada de terem filhos futuramente. Isso me deixou meio assim sei lá, pois depois dela ter contado para DJ na temporada passada que não podia engravidar, fiquei com receio de como seria a reação do rapaz ao descobrir isso. Antes, porém, ela se abriu com Becky, e sua tia lhe deu o maior incentivo de contar isso a ele e, caso o relacionamento deles dê certo (já deu), de adotarem futuramente uma criança. O legal foi a forma como Steph contou o fato de não poder ter filhos a Jimmy, e de como ele reagiu a tudo, da maneira mais natural possível, mostrando que a formação desse casal definitivamente, junto com a acensão de Fernando na história, foram as melhores coisas dessa segunda temporada.

Imagem: Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal

O clima acabou ficando meio difícil para DJ e Steve. Sem saber como pedir CJ em casamento na noite de ano novo, o rapaz recorre à sua ex para ajudá-lo nisso, só que na hora em que eles estão em seu último ensaio, a moça aparece bem na hora, deixando tudo bem intenso. A maneira como ele falou, francamente pareceu mais natural para seu eterno amor, o que me deixou extremamente revoltado deles não ficarem juntos. Isso é tão verídico, que Steve mal conseguiu pedir CJ em casamento, tendo que recorrer a DJ nesse momento, que foi o ápice de tudo. O melhor foi Matt chegando e presenciando a cena, nessa hora tive até que pausar por não aguentar parar de rir. No final das contas Steve e CJ finalmente ficaram noivos, porém foi nítido a troca de olhares entre ele e DJ. A season finale da terceira temporada será ele largando CJ no altar sim ou com certeza?

Com 2017 chegando na história, a cereja do bolo foi, em grande estilo, com Jesse e Becky pegando a todos de surpresa, ao trazer a bebê deles para a família conhecer. Essa parte já fiquei bem emocionado, e quando eles dizem que ela se chama Pamella, em homenagem a sua irmã, falecida esposa de Danny e mãe das meninas, aí meus amigos eu já estava completamente aos prantos, não façam isso. Aliás, que bebê mais linda e carismática, já a amo e quero vê-la tocando o terror junto com Tommy nas temporadas futuras.

Fuller House terminou sua segunda temporada bem melhor do que a primeira, apesar da passada ter sido relativamente um pouco melhor como um todo. A série com certeza será renovada, mas vamos torcer para que a Netflix anuncie isso logo em janeiro. Quem sabe as gêmeas Olsen amolecem e finalmente acabam cedendo de aparecer por pelo menos um episódio? Vamos aguardar.

Feliz Ano Novo, galera, obrigado por acompanhar minhas reviews, e até 2017!

About Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira
Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!