Game of Thrones – 5×09 – The Dance of Dragons

got5x9
Imagem: Youtube/Reprodução

 

Bem amigos, não teve para o episódio nono desta vez. De todos os episódios nove bombantes, este foi o mais fraco. Deviam ter trocado o Durolar, o episódio oito, por este, para manter a tradição, pois sem dúvida o episódio passado foi o melhor da temporada. Acho que pelo acontecido com a Shireen não tinha muito clima mais para nada. Mesmo que tenha Ramsay com vinte homens colocando fogo no acampamento de Stannis, Jon conseguindo entrar na Muralha sã e salvo com os selvagens e o gigante Wun Wun, a situação no Norte ficou bem tensa e a minha vontade era sair correndo da sala.

Prêmio de pai do ano ia para quem mesmo? Ah tá. Porque depois deste episódio, Stannis está merecendo é queimar na fogueira junto com Melisandre. Isso porque, quatro episódios antes, ele disse que amava a filha e não deixaria ninguém tocá-la. Eu não entendo mesmo qual o propósito de matar a sua própria filha, sua única herdeira. Se ele morrer na batalha, o trono volta para os Lannisters/Targaryen. Qual a lógica disso? Stannis, o novo rei louco? Ele fará um bebê sombra com a bruxa agora? O Deus deles vão dar um exército para eles vencerem a batalha? Porque né. Queimasse a mulher, queimasse ele mesmo, que eu não acharia ruim, mas não a Shireen. Melisandre é a pior feiticeira. Que sacrifício é esse, querida? Eu já não gostava do Stannis faz tempo, agora mais do que nunca. Achei péssimo. Stannis e Ramsay podem dar as mãos e ir juntos para o inferno. Podiam morrer os dois, hein?! A princesa não morre nos livros, mas este cerco também não acabou por lá. Mas se queriam que odiássemos Stannis e Melisandre, conseguiram. Até mandaram o Davos para a Muralha, para se afastar, de propósito. Achei horrível. Davos tem mais coração que o próprio pai.

Mas vida que segue. Partimos para Dorne, onde o plot não foi dos mais animados, até porque o diálogo foi super pacífico. Doran Martell é muito tranquilo. Trystane será o novo conselheiro do rei. Areo Hotah, o negro forte da guarda de Doran, que acho que merecia mais destaque na série. Ele é tão importante nos livros. Aliás, todo cerco de Dorne deixou bastante a desejar nesta temporada.

Em Braavos, Arya devia estar aprendendo a língua que se fala na cidade, mas está vendendo ostras. Devia estar cumprindo a sua missão de matar a mando de Jaqen, mas encontra Meryn Trant. Quem lembra dele? Ele é o guarda que matou o Syrio Forel, o professor da Arya que sempre dizia: Not today! Ela tinha chance de matar ele no bordel, mas não o fez. Achei bem enrolação esta parte. Poderiam ter desenvolvido mais. Ele conhece o rosto dela, então ela ficou meio assim de aparecer. Será que na próxima oportunidade ela mata ele? Arya não se transformou em uma menina sem face ainda. Não está preparada de jeito nenhum, ao meu ver.

A Dança dos Dragões é o nome do episódio. Além de ser o nome do último livro escrito por George R.R. Martin, é o livro que Shireen está lendo antes de morrer. E serve também para dar sentido ao plot de Meereen, onde se encontra Daenerys, Tyrion e todo o seu pessoal nas arenas de luta. O famoso pão e circo. Colocaram o evento esportivo para esquecermos a desgraça que houve no Norte, mas ainda estou abalada. A cena toda foi bem feita. Daenerys lindamente em seu vestido, que não pode nem olhar que suja. Aquele colar maravilhoso de dragão. Quero um para mim. A plebe vai ao delírio com as lutas na arena. Foi bem emocionante mesmo ver Jorah lutando. Nós e Dany ficamos com o coração na mão. Claro que ele aproveitou para esfregar a Escamagris em todo mundo… hahaha Mas para surpresa de todos, houve este massacre geral pelos Filhos da Harpia. Hizdahr zo Loraq já era. Eu achava ele bem chato, então nem me afetou. Achei maneiro ver Tyrion como guerreiro, salvando Missandei. As lutas estavam boas, mas eu queria ver os dragões. Hehehe. E Drogon apareceu super maravilhoso, com Dany wargzando, foi isso mesmo produção? Achei ele lindo, grande. Isso porque ele nem é adulto.

A produção estava excelente, o CGI ok, investiram bem. Cena de filme. A Targaryen, mesmo receosa, foi em direção a ele, montou no dragão. A filha da Tormenta. Que cena épica! Drogon, salva a mamãe! Foi bem legal depois de tudo que se passou neste episódio, mas não posso deixar de comentar algumas coisas. Cadê os Imaculados para proteger a rainha? Os Filhos das Harpias não jogaram uma lança nela em nenhum momento, como assim? Resolveram ficar olhando ela montar no dragão? Fora que Dany fugiu e deixou Tyrion e seus amigos lá, coitados. Alguns furos, mas tirando isso, a cena foi bacana demais! Adoro dragões, e ver Dany, finalmente, voando neles foi lindo!

A season finale vem aí… GoT já está chegando ao fim, infelizmente. E Brienne vai dar as caras, pelo visto. Bom que faz o favor de matar o Stannis, né?! Parece que veremos Cersei sofrendo mais também. Confiram a promo do último episódio da temporada:

 

About Paula Reis

Paula Reis
Advogada e concurseira de plantão. No Mix, é editora de reviews e escreve a coluna Fashion Mix, as reviews de Game of Thrones e participa do Team Reality.