Krypton honra o legado do Superman e leva a DC para novos caminhos na TV

Imagem: Syfy/Divulgação

A história da minha família não é sobre como morremos. Mas sim, de como vivemos…

Krypton, nova série do Syfy inspirada no universo do Superman, é um sopro refrescante para as adaptações de quadrinhos na TV. Ela recicla o velho jeito de contar origens de heróis e tramas na TV, e transforma em algo novo e único, ao se propor contar a história de Krypton, o planeta natal do homem de aço.

Uma das coisas que sempre me incomodaram nas versões do Superman para outras mídias era o quão Krypton sempre fora ignorada. Claro, com o pouco tempo de tela, ela sempre acaba se resumindo a pouquíssimas cenas, ou flashbacks de contextualização. Eu vi algo mudar em O Homem de Aço, filme de Zack Snyder roteirizado por David S. Goyer. Lá, vimos uma perspectiva diferente de Krypton, nos aprofundamos um pouco mais no lado científico de Jor-El, pai do Superman, e exploramos detalhes interessantes como a produção artificial de bebês, e o militarismo que comandava o Planeta.

O mesmo David S. Goyer resolveu trazer para a série Krypton essa perspectiva. E isso, em particular, é um enorme acerto. Mas engana-se quem acha que a série se propõem a contar a história e Jor-El. Na verdade, nosso protagonista é Seg-El, que um dia se tornará o pai de Jor-El, e avô do Superman.

Imagem: Youtube/Reprodução

O personagem deu as caras nas HQs, pela primeira vez, em 1988, na saga World of Krypton. De lá para cá, foi um dos nomes relevantes sempre que os roteiristas querem contar alguma saga envolvendo o Planeta Krypton e os antepassados do Superman.

Goyer, com experiências na franquia Batman do Nolan, e no mais recente arco do Superman para os filmes de Snyder, resolveu pegar toda a sua sabedoria – e sua adoração pela DC Comics, para inserir detalhes incríveis na narrativa de Krypton.

A trama…

Neste piloto, voltamos três gerações antes do nascimento do Superman para mostrar como sempre a casal dos -El foi descriminada no Planeta Krypton. Desde o avô de Seg-El, acusado de traição por tentar convencer as pessoas de que existiam outros planetas e outras galáxias, os El vivem “refugiados” em Kandor City, rebaixados, sem honra e sem o símbolo de esperança que tanto fica famoso com o Superman.

Após Seg-El vencer a adolescência e entrar na vida adulta, somos apresentados ao universo de Krypton, com diversas referências ao universo do Superman. Com os treinamentos militares, comandados pela general Jayna Zod (possivelmente a avó do General Zod, um dos maiores inimigos do Superman), vemos a ditadura que comanda e estabelece as ordens por ali. Tudo é vigiado, e no primeiro ar de rebelião, a morte é o destino certo.

É assim que Seg tem a vida complicada quando um viajante do futuro, Adam Strange, chega a Krypton com uma mensagem para ele: O destino do Superman corre perigo, e ele precisa ajudá-lo. Sim, o membro da Liga da Justiça viajou no tempo para tentar ajudar o amigo, que um dia será o neto de Seg.

A família espantada, tenta esconder a situação. Mas a mãe de Seg-El acaba lhe contando a verdade, e mostrando a Fortaleza da Solidão de seu avô, de onde nascera suas pesquisas – e os motivos para sua considerada traição.

Destino para ser herói!

Com intensas reviravoltas, Seg-El acaba vendo que seu destino é mesmo salvar a Terra, um planeta que ele nem mesmo sabia que existia. Como? Bem, salvando a existência do seu maior herói, o Superman.

Acontece que o nascimento de Kal-El está ameaçado por uma inteligência artificial chamada Braniac, o Colecionador de Mundos. Aqui, Krypton faz uma de suas melhores referências, ao arco Crise das Infinitas Terras, tendo a destruição de mundos como o seu carro chefe.

Imagem: Syfy/Divulgação

Seg precisará deter a chegada de Brainiac, antes que a existência do Superman seja eliminada para sempre. E isso não poderia ser mais empolgante.

Com boas cenas de ação, efeitos especiais de babarem, e uma direção e fotografia incríveis, Krypton é um tiro certeiro no multiverso da DC Comics na TV. Certamente, uma das produções mais empolgantes da editora até aqui, e uma honra para o legado do Superman na TV, que já foi carregado por Lois & Clark e Smallville.

Uma série que, sem dúvida, está aqui para ser observada…

Crítica - Krypton

Nota do Episódio:

Crítica do primeiro episódio da série Krypton, do canal Syfy.

User Rating: Be the first one !

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.