Law & Order: SVU – 19×07 – Something Happened

Imagem: NBC/Divulgação

Depois de um breve hiato, SVU voltou com o melhor episódio que assisti em várias temporadas. Something Happened não teve muito alvoroço, não teve pompa ou circunstância, mas teve atuações maravilhosas, tanto de nossa querida Mariska, como da atriz convidada Melora Walters, que interpretou uma vítima/suspeita de nome Laurel.

A moça foi encontrada por crianças, em uma excursão escolar ao museu, em estado deplorável, por suspeita de estupro. A equipe da tenente Benson foi chamada para assumir o caso. Sem sucesso em fazer a vítima se abrir, Carisi e Rollins chamam a Tenente para que ela tente uma abordagem diferente com a moça. Olivia, com seu jeito todo especial em lidar com este tipo de trauma, consegue com que ela fale algumas palavras, mas logo percebe que há mais coisa entre os céus e a terra que possa imaginar nossa vã filosofia.

Completamente descontrolada e desconexa, Laurel não consegue dizer o que houve. Confusa e agitada, ela mistura presente com passado, e, aos poucos, Olivia vai encontrando, como ela mesmo disse, as peças do quebra-cabeça e encaixando uma a uma.

Após descobrirem que o pai da moça havia morrido no dia do crime e que ela fora atacada logo após deixar seu funeral, eles conseguem rastreá-la até um bar e, assim, até outra vítima. Sim, caros amigos, eles descobrem um homem morto em sua própria cama, semi-nu, com uma tesoura em seu pescoço.

Laurel passa de vítima à suspeita e a conversa começa a tomar rumos que deixam o resto da equipe particularmente preocupados com a Tenente. Elas falam agora da infância de Laurel, de seu pai abusivo, pedófilo, das coisas que ele fazia com ela quando criança. Para o completo choque de todos, ela não assume que foi abusada, “ele me amava”, ela dizia, “nós fazíamos amor”. Deus… Até onde chega a maldade humana? Eu só conseguia pensar: “Como uma criança pode ser tão destruída por um abuso a ponto de acreditar que seu carrasco a amava?”.

Mas as reviravoltas deste belíssimo episódio não acabaram por aí. Nossa Tenente teve que entrar em um assunto delicado de sua própria vida para ganhar a confiança e fazer a vítima entender o que acontecera.

Lutando com todas as forças contra todo o ódio e o ressentimento que ela própria tem do seu progenitor (Ele estuprou a mãe da Olivia, deixando-a grávida. Recuso-me a dizer que ele era seu pai), ela consegue mostrar para Laurel que aquilo nem de longe era amor. E recebe de volta uma revelação que ninguém esperava: a abusada não era ela, mas, sim, sua irmã e, pasmem, a moça ficou tão destruída com os anos de abuso da irmã que presenciou, que tinha ciúmes da mesma. Isso mesmo, gente, ela achava que o pai não a estuprava porque ela não era especial ou bonita o bastante!

Com muita conversa, paciência e as palavras sábias e verdadeiras de quem já viveu e vivencia diariamente tudo aquilo, a Tenente consegue por fim descobrir que a vítima na verdade não havia sido estuprada, mas com várias coincidências naquele homem que a lembravam de seu próprio pai, um relógio e o mesmo cheiro da loção pós barba, ela, em surto, matou o homem com uma tesourada na garganta enquanto ele dormia.

Forte, chocante, extremamente bem feito, é o que resumo este episódio sete da décima nona temporada de Law & Order: SVU. Vi algo que me marcou profundamente, confesso que parei o vídeo algumas vezes para pegar fôlego, porque estava demais para mim. Mas, o pior de tudo mesmo, foi pensar que isso acontece todos os dias no mundo e a gente não está fazendo nada para impedir. Estamos desprotegendo nossas crianças!

Despeço-me pedindo como reviewer, legender, mulher, mãe e cidadã, NÃO SE CALEM. Se você sabe ou conhece alguma criança que sofre de abusos, DENUNCIE! Vamos proteger aqueles que serão nosso futuro! Ligue 181, você não precisa se identificar!

Something Happened

Nota do episódio - 10

10

Review do sétimo episodio da decima nona temporada de Law & Order: SVU, da NBC, intitulado "Something Happened".

User Rating: Be the first one !

About LaryCarvalho

Mãe de 3 princesas, de 2 anjos de 4 patas e esposa dum homão da porra! Mantenho a mente sã legendando e assistindo série. Sempre tento ver as coisas pelo lado bom e espero sempre o melhor dos outros. Brasileira, mineira e feliz, Uai!