Legends of Tomorrow – 3×09 – Beebo the God of War

Imagem: TV Time/Divulgação

Depois de um incrível crossover, as séries voltaram bem interessantes nesta semana e com LoT não foi diferente. O episódio conseguiu reunir grandes referências e transformar algo que de início parecia bobo em uma ideia interessante. Ainda impactados com a perda de Martin, a essência do personagem volta neste episódio como uma lembrança do passado. Já vimos o jovem Stein em outros momentos na série e com certeza é uma homenagem bem interessante ao nosso querido Garber. Os momentos com Jefferson, a possibilidade do retorno, que eu jurei que iria acontecer, tudo se desenvolveu entre as partes do Nuclear. Claro que ainda tivemos bons momentos entre Mick e Leo, ou o aparecimento do chato Damien para arruinar as coisas. Mas no fim, podemos arriscar e dizer que foi um episódio bom para uma winter finale.

Mesmo odiando os personagens da time bureau, ficou mais do que claro o futuro envolvimento da Agent Sharpe com nossa querida Sara Lance. Os olhares estão presentes desde o primeiro episódio, mas somente agora pudemos ter certeza que o sex appeal é gigantesco. De uma maneira icônica, acredito que farão um bom trabalho com esse possível romance, talvez até um booty call, como fizeram com Alex no crossover. O que mais queremos ver é Sara com todo seu potencial exalando seu charme por aí.

Imagem: TV Time/Divulgação

A volta de Wentworth Miller para a produção está chegando ao fim e está interessante ver o personagem de volta. Apesar de cômico e crucial para este momento, ainda sinto falta das ironias de nosso antigo Snart. Sem falar dos momentos com Sara que nunca se concretizaram de verdade e que eram o sonho de muitos como eu. Enfim, a relação com Rory permanece estável e Leo está aqui para ajudar o seu parceiro. A química entre os dois em cena é algo indiscutível, principalmente após anos de parceria nas séries. Gostaria de ver um pouco mais do ator em cena, principalmente em um retorno de Ray, mas seu tempo por aqui está contado.

O caso de Stein me deixou muito pensativo durante o episódio. A morte era algo inevitável e, de acordo com uma teoria bastante aceitável, ele sempre soube. O rapaz tinha certeza do dia de sua morte e guardou isso a sete chaves. Quando Barry e Iris finalmente firmaram o dia de seu casamento, Stein estava pronto para seu fim e fez de tudo para ajudar Jefferson. O tiro que ele tomou foi um ato heroico, para que permitisse a fuga de seus amigos e que eles continuassem sua jornada. Claramente esse fato ainda é uma teoria, mas muito bem fundamentada. Foi bom ter o personagem por aqui e já deixei boas palavras à ele na review passada. As saudades de Victor Garber estão por todo lado!

A menção Viking ao episódio trouxe um pouco de história e até mesmo referencias interessantes. Já tem um tempo que a DC está soltando grandes nomes da Marvel em suas séries. Por mais que Odin seja um poderoso nome da cultura nórdica, não consegui distinguir como uma menção à Thor. Um pouco malfeita a produção e função de Damien no episódio, assim como na série. Mas enfim, vamos ter que aguentar ele por mais algum tempo enquanto Mallus não aparece finalmente. E esse é o ponto onde queria chegar, pois cursa exatamente com a volta de um querido personagem do universo DC.

Constantine apareceu no fim do episódio e deixou muitas pessoas surpresas. Sua participação já estava certa há um tempo, mas não tinha certeza que seria por agora. Ainda não foi elucidado por quanto tempo ele permanecerá aqui, mas o aparecimento de Mallus pode fazer com que ele prossiga conosco até o final da temporada. O personagem é divertido, dinâmico e traz mais do misticismo à série. Vamos ver o que nos espera o retorno no próximo ano. Com a saída de Jax, que provavelmente será momentânea, a equipe fica com menos dois personagens e a vinda de John é mais do que esperada. Nos resta aguardar…

O próximo episódio aborda o sobrenatural, o obscuro, as formas de possessão demoníaca… Muito típico as necessidades de nosso querido personagem. A série retorna em fevereiro quando Supergirl tiver um hiato de nove semanas. Até lá estarei de férias, mas esperando vocês para o grande retorno. Um grande abraço e até a próxima! 😀

PS.: A foto principal dessa review veio com uma cena épica, quando Stein usa um arco e a música de Arrow vem ao fundo. Juro que travei um pouco no momento e comecei a rir kkk.

Beebo the God of War

Nota do Episódio - 8.5

8.5

Review do nono episódio da terceira temporada de Legends of Tomorrow, da CW, intitulado "Beebo the God of War".

User Rating: 5 ( 1 votes)

About Lucas Franco

Lucas Franco
Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.