MasterChef Brasil – 4×20/23 – Sentamos na graxa

Imagem: Carlos Reinis/Band

Primeiramente gostaria de pedir desculpas aos nossos leitores pelo atraso das reviews do MasterChef Brasil. Sabemos que vocês esperam ansiosamente pelas nossas opiniões e podemos garantir que isso não acontecerá novamente. Dito isso, vamos ao que aconteceu nas últimas quatro semanas.

No vigésimo episódio,tivemos a participação especial do chef Emmanuel Bassoleil que mesmo trazendo dicas interessantes chamou mais atenção pela relação divertidíssima com o Jacquin. Durante todo o tempo eles trocaram insultos, mas da melhor forma possível para fazer o telespectador se divertir. O resultado de ambas as provas foi, no mínimo, surpreendente que culminou com a saída do Victor B. um dos maiores fan favorites até agora.

Na semana seguinte, o programa chegou no seu momento mais tenso – a cozinha profissional. Diferentemente das outras temporadas, a proposta aqui foi ainda mais requintada, tensa e diria que desafiadora para todos desde o mau humor da Deborah, passando pela falta de controle da Mírian até chegar na falta de coleguimos do Valter. É claro que tudo isso serviu para cutucar as redes sociais e gerar ainda mais comentários, mas foram momentos difíceis de assistir.

Imagem: Band/Divulgação

Repito que isso é um programa de televisão, que precisa de audiência e de interação com os telespectadores nas redes sociais, mas não gostei, nem um pouco, da maneira na qual o Valter, principalmente, falou da Mírian nos últimos episódios que ela participou. Soou arrogante, mal educado e uma falta de respeito tremanda com uma mulher que, apesar da idade, estava firme e forte para encarar os desafios assim como qualquer outro.

Mírian foi eliminada numa semana e Leonardo acompanhou-a posteriormente. A internet estava satisfeita de novo e o programa seguia quebrando recordes de audiência, mostrando o quão genias as ideias da produção foram do início ao fim. E é aí que chegamos no episódio desta semana, mais conhecido como as quartas de finais ou até mesmo como um dos melhores episódios do reality show até agora.

A primeira prova trouxe quatro HOMENS bem sucedidos na gastronomia, sendo um deles parecidíssimo com o vereador César Maia há de se ressaltar. Apesar da prova ter sido uma pintura de assistir, confesso que me deixou extretamente feliz o fato da Michele ter contado que é mais uma representante de Santa Catarina, mais especificamente em Palhoça, região metropolitana de Florianópolis. Fiquei muito orgulhoso, principalmente sabendo da nossa pequena expressão nacional.

Quanto a prova eliminatória, que cá entre nós soou extretamente complicada, viu uma guarnição de berinjela mandar Vitor Vieira, nosso muso dos nudes, embora. Serei leviano em afirmar que a decisão não me surpreendeu, mas o que mais importa é que a Michele está ainda mais perto de vencer. Qual é o seu favorito?

Comments

comments

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.
  • Bruno D Rangel

    Como eu já disse em outros comentários, o Valter é extremamente machista e arrogante. Eu não gostava da Mirian, mas não acho que ela merecia todo aquele ódio dos participantes.

    Continuo torcendo pra Michele. Se, infelizmente, a final for entre Deborah e Valter, sou totalmente team Deborah, apesar de ela também ser um pouco esnobe.

    VAI MICHELE!