MasterChef Profissionais – 2×04/05 – Semeando a Discórdia

Imagem: Carlos Reinis/Band/Divulgação

Algo que sempre funcionou em qualquer franquia do MasterChef Brasil é a capacidade da produção em construir discórdia e dos participantes participarem dela. Dá audiência, vende-se os produtos promovidos naquele episódio e o Twitter adora. Reafirmo tal pensamento por perceber que já temos o primeiro vilão da temporada, mas o curioso é que nem ele mesmo percebeu que o telespectador já o consagrou em tal posição.

Francisco, ou “o paizão” como ficou conhecido, quis promover um desafio entre duas gerações ao escolher a Raíssa como adversária na prova em equipe. Acredito que o cozinheiro estrelado realmente acreditou que a concorrente era mais fraca por parecer frágil e inexperiente, pensamento que muitos devem lembrar, acabou tornando Dayse a campeã da primeira temporada do MasterChef Profissionais.

Imagem: Carlos Reinis/Band/Divulgação

Durante o desenvolvimento do desafio em equipe pudemos ver que realmente a experiência de Francisco fez toda a diferença na hora de comandar sua cozinha. O serviço estava fluindo de uma maneira jamais vista no programa, enquanto a equipe azul se via perdida e incapaz de comunicar-se para entregar um ovo sequer. A desorganização se manteve até a hora da troca de cozinhas, onde Raíssa conseguiu falar com sua cozinha e delegar com mais clareza e firmeza.

O que chamou atenção, entretanto, foi o resultado. Numa vitória avassaladora em cima da equipe vermelha, o telespectador aprendeu que por maior que seja sua experiência, que a sua liderança seja impressionante e o tempero único, o cliente é soberano porque ele ficará atento ao sabor. Ele não quer saber se 10 pessoas ou 05 pessoas fizeram, se o prato é quadrado ou triângulo, mas sim que o ovo está bem frito, se o feijão e o arroz estão bem cozidos e a salada com o tempero certo.

Depois de poemas e declarações um tanto falsas ao meu ver, tivemos a apresentação da prova de eliminação dita como “a mais difícil da história do programa”. Realmente, ao vermos aquelas esculturas e imaginar que elas teriam que ser feitas em duas horas é de deixar qualquer um boquiaberto, mas o problema é que no desenvolvimento do desafio nós percebemos que ninguém fez uma obra de arte propriamente dita com chocolate, o que foi frustrante não só para quem assistia como também para quem julgou.

Não sei afirmar se a eliminação foi justa ou não, até porque nós ainda não vimos muita coisa desses participantes, mas um vencedor emergiu sutilmente desse quinto episódio – a Cacau Show.

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.