Mix Lista: 10 melhores e piores mães das séries de TV

O Mix Lista está especial hoje!

Para comemorar o Dia das Mães nesse domingo (13), resolvemos listar as mais diversas mães do mundo televisivo. Boas ou ruins. Algumas delas a gente queria que existissem no mundo real, outras deveriam simplesmente ficar longe da maternidade. De qualquer forma, essa data não pode passar batida.

Vamos começar pelas mães que não são tão bons exemplos assim…

Tina, bring me the axe!

PIORES MÃES

O que faz uma mãe ser ruim? Tornar a vida do (a) filho (a) um inferno é uma boa resposta, mas vai além disso. Uma mãe ruim é aquela que não tem habilidade nenhuma para amar sua prole, ou dar apoio, carinho e cuidados. Esse tipo de mãe ruim é praticamente uma arqui-inimiga.

No mundo das séries, algumas se destacam por serem horríveis:

[PODE CONTER SPOILERS]

1. Lucille Bluth – Arrested Development

Imagem: Netflix/Divulgação

Um coração abaixo de zero, alcoólatra, materialista, egoísta e com uma língua terrível. Conheça Lucille Bluth. Ela até pode demonstrar um leve afeto pelo caçula, mas no geral, Lucille é tão carinhosa quanto um murro. A impressão que fica é que ela não ama os próprios filhos. Seu prazer em ofende-los também não ajuda na imagem de boa mãe.

2. Fiona Goode – American Horror Story: Coven

Imagem: FX/Divulgação

Essa deixou muito a desejar. Ser a Suprema acabou desviando a atenção de Fiona da criação da filha Cordelia. Ela não se importa com mais ninguém além dela mesma e passaria por cima de qualquer um para ter o que quer, inclusive de Cordelia. Fica claro pelo desprezo que Delia nutre pela mãe que Fiona não foi flor que se cheire, e que sua infância com uma pessoa tão difícil foi algo no mínimo insuportável.

3. Lettie Mae – True Blood

Imagem: HBO/Divulgação

Lettie Mae criou um lar extremamente instável para sua filha Tara. O vício em álcool transformou Lettie em uma mãe ausente, agressiva e sem nenhuma capacidade de prover uma vida saudável para alguém. Para piorar, Lettie Mae tinha a capacidade de julgar Tara por suas escolhas de vida. Vergonhoso.

4. Livia Soprano – The Sopranos

Imagem: HBO/Divulgação

Você sabe que uma mãe é horrível quando ela contrata alguém para matar o próprio filho. O motivo: o filho de Livia, Tony, queria a colocar numa casa de repouso. Só isso seria o suficiente para entrar no ranking de piores mães, mas tem mais. Livia é extremamente maligna e parece obter prazer em ver as pessoas desmoronando. Sádica, pura e simplesmente. Quem precisa de inimigos com uma mãe assim?

5. Norma Bates – Bates Motel

Imagem: A&E/Divulgação

A relação mãe e filho de Norma e Norman é no mínimo desconfortável. Quando eles não estão envolvidos em algum crime sombrio, os dois estão se relacionando de maneiras doentias. A co-dependência chega a níveis absurdos. Norma também ajuda a limpar a sujeira que Norman faz e é uma grande responsável para o filho ficar do jeito que ficou. Sua manipulação sobre Norman é determinante para criar um envolvimento sufocante.

Continua após a publicidade

MELHORES MÃES

Indo na contramão das mães apresentadas anteriormente, essas são as mães exemplos. São mulheres que tiveram que se desdobrar em mil para serem pai e mãe. Que sofreram vários tipos de adversidades para criar os filhos. Que mantiveram a casa e a família unida e ainda proveram afeto de sobra. Mesmo tendo alguns defeitos (pois elas são humanas), todas continuam sendo exemplos incríveis de maternidade:

1. Lorelai Gilmore – Gilmore Girls

Imagem: The CW/Divulgação

Lorelai é mais do que mãe, ela é a melhor amiga da filha. Durante sete temporadas de Gilmore Girls, Lorelai e Rory mantiveram-se extremamente próximas. Lorelai ensinou a filha a não cometer os mesmos erros que ela e esteve presente nas mais diversas fases de sua vida. O esforço de criar Rory praticamente sozinha também deve ser levado em consideração. Lorelai é uma mãe independente, que esbanja carisma e inteligência.

2. Claire Dunphy – Modern Family

Imagem: ABC/Divulgação

Claire tem três filhos difíceis e mesmo assim consegue aturá-los e amá-los imensamente. Ela pode passar dos limites na superproteção, mas Claire com certeza cuida de todos eles e faz o impossível para mantê-los bem – e na linha. – Se não fosse por ela, a casa dos Dunphy já teria virado de cabeça para baixo. Claire é a figura da mãe moderna, que trabalha, cuida da casa, dos filhos e ainda tira disposição, de não sei de onde, para ajudar os outros.

3. Frankie Heck – The Middle

Imagem: ABC/Divulgação

Assim como Claire Dunphy, Frankie tem três filhos que dão trabalho. Não é a toa que ela parece cansada o tempo todo. Apesar da canseira, porém, ela faz de tudo por eles. Não somente isso, ela os ensina a como sobreviver no mundo e está lá para dar apoio quando o mundo dá de costas para eles. Ao longo dos episódios, Frankie vai retendo lições importantes que a transformam em um ser humano mais compreensivo e uma mãe ainda melhor.

Continua após a publicidade

4. Penelope Riera Alvarez – One Day at a Time

Imagem: Netflix/Divulgação

Fica evidente em Penelope seu amor pelos dois filhos e pela mãe. Ela é a força motora de uma família cubano-americana vivendo nos EUA (algo que já é difícil por si só). Penelope é dona da casa, do próprio nariz, cuida de tudo sozinha e ainda luta contra diversas batalhas pessoais e sociais. Ela agrega o que é melhor para os que ama e ainda tem uma personalidade contagiante.

5. Tami Taylor – Friday Night Lights

Imagem: NBC/Divulgação

Não só uma ótima mãe para sua filha, mas também uma espécie de mãe pra todos os alunos da Dillon High. Ela dava os melhores conselhos para os alunos e oferecia um ombro amigo quando eles precisavam de alguém. Ela não desistia nem dos mais problemáticos. Em casa, Tami apoiava sua família apesar de tudo e dava broncas quando era necessário. Ela era um guia para todos a sua volta e com certeza uma das melhores conselheiras que esse mundo já viu.

Para todas as mães o Mix de Séries deseja um Feliz dia das Mães! <3

About Leonardo Cremonini