Mix Music: A Trilha Sonora da Segunda Temporada de Jessica Jones

Imagem: Netflix/Divulgação

A heroína bad ass mais respeitável do momento voltou!

Sim meus caros, a longa espera da nova temporada de Jessica Jones foi sofrível, mas valeu a pena. Afinal, a detetive mais enfezada de Hell’s Kitchen precisava enfrentar os seus próprios demônios antes mesmo de saber a verdade sobre seu passado. Apesar da sua segunda temporada ter sido um divisor de opiniões, a trilha sonora fez bonito, mostrando que ainda existe aquele ar de girl power no sucesso da Netflix.

Com apenas 13 episódios deliciosos para se maratonar num fim de semana, Jessica Jones nos presentou uma trilha sonora repleta de artistas novos e algumas canções regravadas em vozes novas. Se a Netflix já tinha mandado bem ao lançar a nova temporada justamente no dia internacional da mulhere (dia 08 de março), ela também foi certeira ao apresentar uma temporada bastante dark e repleta de músicas marcantes para os personagens secundários.

O seriado amadureceu, a personagem principal está tentando sobreviver sem Killgrave e existe a questão do passado da Jessica Jones, porém, os assuntos são tratados de forma mais profundas e as músicas parecem estar conectadas com cada situação. É impressionante o quanto a trilha sonora dessa temporada é tão impactante, o que deixa esse Mix Music bastante especial. E não podemos deixar de mencionar que logo em suas promos, fomos presenteados com duas fortes representantes femininas do rock & roll: The Pretty Reckless e Heart.

Então, borá curtir o melhor da trilha sonora dessa segunda temporada de Jessica Jones! Agora é só apertar o play e escutar as melhores músicas desse Mix Music sobre a heroína mais bad ass da Marvel.

1) “Dancin’ With the Devil” – Lindsay Perry (1×02)

Lindsay Perry é uma compositora pouco conhecida nos EUA, mas seus vídeos no youtube são bastante visualizados. A escolha da música “Dancin’ With the Devil” na trilha sonora de Jessica Jones é interessante, até porque ela aparece numa cena bastante sem sentido: Jeri (aquela advogada que não sabemos em que time joga) está dançando drogadona com duas prostitutas. Mas o que teria essa cena com o seriado? Pois bem, não sabemos direito, mas os roteiristas foram inteligentes, e escolherem essa canção com o nome “Dançando com o diabo” só provou que algo estava errado. Sem contar que, a melodia, é bastante deliciosa e viciante…

2) “Closer Still” – Paul Freeman (2×05)

A deliciosa balada “Closer Still”, do cantor norte americano Paul Freeman, é uma ótima pedida para os românticos: é aquela melodia deliciosa de se escutar ao lado do seu amor depois de um dia repleto de romantismo. E talvez seja por isso que essa canção tenha sido escolhida para tocar no momento em que Griffin pede Patsy em casamento. O que aconteceu depois, nós sabemos muito bem e a canção se casou muito bem com as cenas.

3) “Bua Bua” – Citizun (2×06)

Para quem é fã de uma balada, a canção de Citizun é perfeita. A banda dance/eletrônica é famosa nos EUA e seu hit “Bua Bua” foi escrito em 2015, provavelmente o mesmo ano que vimos o flashback de Jessica em que ela confrontava a mãe de sua melhor amiga.

4) “Sirens Over Paris” – Fytch (2×10)

O DJ Francês Fytch com certeza foi uma grata surpresa nessa trilha sonora. A sua música “Sirens Over Paris” não seria a minha primeira escolha e, talvez, eu tenha me surpreendido com a canção na cena. Entretanto, ficou claro que a química entre os dois era grande e por mais que a canção tivesse um ritmo bastante eletrônico, conseguiu se destacar para entrar nesse Mix Music.

5) “Sunny” – Bobby Hebb (2×12)

Antes de mais nada eu preciso declara que essa música de Bobby Hebb é a minha favorita da temporada simplesmente porque me faz remeter aos anos 60/70. Para quem não sabe, Hebb foi um importante compositor negro dos EUA e seu maior hit  foi “Sunny” que apareceu no penúltimo episódio da segunda temporada de Jessica Jones, sendo regravado por diversos artistas famosos, tais como James Brown e Marvin Gaye. A canção foi composta em 1966 e tem bastante esse soul de R&B, sem mencionar que nos deixou de boca aberta ao ver Alisa dirigindo na estrada enquanto nossa heroína Jessica estava inconsciente.

About Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.