O que faz uma série ser a nossa “série do coração”?

Imagem: Mix de Series
Imagem: Mix de Series

 

Nossa coluna hoje vem tratar de uma assunto delicadíssimo e que pode variar de pessoa para pessoa. O foco, claro, são séries de TV. Mas no geral, o que faz uma série em específico se tornar “aquela série do coração”?

Casos a parte, tentaremos aqui enumerar algumas situações e desvendar o segredo por trás do sentimento que desenvolvemos com uma série que passamos a chamar de nossa.

Precisamos falar sobre…

 

Mas afinal, o que é uma série do coração?

Antes de qualquer coisa, vamos traçar uma definição para o que é uma “série do coração”. Ao mesmo tempo, trataremos dessas características uma a uma. Mas é importante que você mesmo, caro leitor, faça o exercício de tentar decifrar o significado deste termo.

Basicamente, estou falando daquela sua série predileta, que te impactou de alguma forma que, quando você lembra dela, faz seu coração disparar. É como viver um grande amor e isso é uma das coisas mais legais que séries de TV pode proporcionar ao espectador.

CONTINUA QUE EU TO ME IDENTIFICANDO…

 

Aquela série que você assiste incansavelmente quantas vezes quiser!

Talvez um dos maiores sinônimos de “série do coração” seja o desejo de assistir uma série incansavelmente. Quantas vezes for necessária. E não digo somente episódios aleatórios, tipo aquele episódio importante ou uma season finale marcante. Digo a série como um todo.

Finalizando minha maratona Lost pela 14ª vez.

 

Você já sabe que aquela série se tornou a sua do coração quando, por exemplo, ela chega ao fim – ou uma temporada termina – e você já quer assistir tudo, desde o começo, pra não ficar sem aqueles personagens que você ama, sem as histórias e o universo que você passou a respirar.

O mais legal dessa prática é poder analisar tudo diferente, a cada nova vez que você assistir. Um exemplo – na verdade dois – da minha vida é que eu já assisti One Tree Hill e Friends, ambas, três vezes, do início ao fim. A cada vez, é uma abordagem que você interpreta diferente. Diálogos, atitudes de personagens, enredos que antes você poderia achar chato… Tudo muda. É um novo mundo, mesmo sabendo o que vai acontecer…

 

Aquela série que você indica pra todo mundo…

Outro principal sintoma que você tem de identificar para saber se aquela série é sua série do coração: você indica para quase todo mundo que conhece. Se a pessoa já é seriadora e ela nunca assistiu, você usa o clássico “você tem de assistir!”. Se a pessoa não é viciada em séries de TV, o tradicional “Você precisa ver séries. Comece pela tal” é usado.

 

E se essas pessoas assistem e voltam dizendo “não achei isso tudo”, uma ira incontrolável passa a dominar o seu subconsciente.Sim, porque nem todo mundo vai achar sensacional a sua série do coração. E aí vamos para uma principal sintoma do síndrome da “série do coração”…

 

Você passa a sentir ciúmes dela!

Ciume e posse são sentimentos horríveis, eu sei. Mas são consequências de você tomar uma série como “a sua melhor”. Em ocasiões como a que citei acima, em que uma pessoa virá desmerecer sua “série do coração”, um desejo de proteção irá surgir em você. É como se você visse alguém tirando sarro de um filho seu. Meio maluco? Talvez não.

Tudo isso faz parte da natureza humana e só mostra o quão séries de TV tem uma parte fundamental na vida das pessoas. Mesmo naquele momento em que o ciume pode se destacar.

Você provavelmente ficará irritado de ver alguém falando com “propriedade” da sua série do coração, afinal poderá surgir na sua cabeça que você é o fã número 1 daquela série e ninguém sabe mais que você. É preciso controlar… Existem outros fãs que gostam tanto quanto você, o que nos leva a uma grande diversão de ter uma série predileta.

 

Ela te unirá a outras pessoas como você.

Uma das grandes vantagens de você ter uma série do coração é a necessidade de você conversar e discutir sobre ela com outras pessoas. Isso proporcionará uma aproximação e a criação de laços com pessoas que, se não iguais, possuem gostos bem parecidos com os seus.

Amigos pelas séries. Quem nunca?

 

Ter amigos que possuem paixões semelhantes por séries de TV é uma das maiores dádivas que um seriador pode ter. Se tratando da sua série do coração então, é ganhar na loteria. Então invista nestas amizades…

 

Define quem você é…

Após passar por todos estes quesitos, chega-se a conclusão que as séries de TV são grandes definidoras de padrões na sociedade atual. É inegável, portanto, que quando você tem uma série uma do coração, ela te influencie em muitas decisões.

Você vai se inspirar na história de algum personagem, vai se identificar com algum acontecimento, e isso é muito importante para você se identificar, ainda mais, com determinada série.

Desta forma, é como se a série escolhesse você. Percebe-se, assim, a importância de sempre termos aquela série pra chamar de “nossa”.

 

E aí, pensando nestas perspectivas, qual é a sua série do coração?

 

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.