Obama está negociando a produção de várias séries com a Netflix

Barack and Michelle Obama
Imagem: Pablo Martinez Monsivais/Associated Press

Eles estão de volta!

Barack e Michelle Obama estão negociado com a Netflix a produção de vários programas com o intuito de ter uma plataforma. As informações foram primeiramente publicadas pelo The New York Times.

A ideia é produzir vários formatos. Desde documentários até mesmo talk shows e atrações que falem sobre os problemas sociais e a melhor maneira de resolve-los. O contrato, que ainda não foi finalizado, faria com que o casal produzisse conteúdo exclusivamente para a plataforma digital

De acordo com fontes próximas às discussões, o ex-presidente não pretende usar esse novo meio para criticar Donald Trump ou seus críticos da mídia conservadora. A ideia principal seria contar histórias inspiradoras e de pessoas que fazem a diferença. Especialistas afirmam que a ideia de ir para Netflix, um serviço que sequer produz números de audiência, permitiria os Obamas em chegar no maior número possível de pessoas sem se preocupar com eventuais desastres e cancelamentos.

O presidente e a senhora Obama sempre acreditaram no poder de histórias que inspiram,” disse Eric Schultz, assessor sênior do casal em resposta a matéria do Times. “No decorrer das suas vidas, eles procuraram destacar histórias de pessoas que silenciosamente mudaram o mundo para melhor. Enquanto consideram seus planos para o futuro, eles continuam a explorar novos meios em ajudar a elevar tais histórias“.

Caso o acordo seja firmado, certamente é uma nova função para ex-presidentes. Bill Clinton lançará em junho um livro com James Patterson, The President Is Missing; George W. Bush atualmente dedica-se à pintura; Al Gore, vice-presidente e perdedor das eleições de 2000, se tornou um documentarista bem sucedido. Barack Obama seria o primeiro a migrar para televisão.

Vale lembrar que o ex-presidente foi o primeiro convidado no recém lançado talk show de David Latterman na Netflix.

About Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.
  • sergio

    CHEGA de obama.