Orphan Black – 5×09 – One Fettered Slave

Imagem: YouTube/Reprodução

Vocês têm noção que essa é a penúltima review? No sábado estaremos assistindo ao último episódio e teremos que nos despedir dessa grande família chamada Clone Club! Ainda não me caiu a ficha, mas esse episódio começou a caminhar para um final. Vamos guardar as emoções e seguir em frente…

Irei começar essa review mencionando sobre o funeral de Siobhan. O episódio em si não deu muito destaque para isso, o que pensei que teria, mas achei essencial em partes, pois talvez tomaria um grande tempo desnecessário nessa altura da série. A singela e simples homenagem que tivemos foi linda! Na carta lida, as palavras resumiram bem a passagem da nossa amada Mrs. S. na série e no episódio anterior tivemos uma despedida à altura!

É nítido que essa temporada em cada episódio manteve o foco em algum personagem. Já tivemos episódios focados em Alison, Rachel, Siobhan… Esse não foi diferente e a protagonista da vez foi Helena, que por sinal estava bem apagadinha e isso foi triste para os fãs dessa clone (que não são poucos). Interessante terem abordado e mostrado como foi à infância e o passado de Helena. Ela foi um mistério quando apareceu na série pela primeira vez, de fato ninguém sabia se ela seria uma espécie de vilã ou alguma criatura fora do cabo. A verdade é que de um jeito estranho ela foi conquistando o coração de todos. Referi-me estranho, pois ela é totalmente violenta e ao mesmo tempo a pessoa mais meiga que existe no mundo, principalmente com aquelas pessoas que ela gosta e criou um afeto forte. Percebemos isso pelo jeito que ela trata suas “seestras”, seus bebês e até mesmo a humanidade que ela teve com Gracie no episódio anterior.

Uma coisa é certa, o passado de Helena não foi nada fácil e percebemos como foi doentio para ela conviver com fanáticos relógios e com Tomas que fez uma lavagem cerebral nela de que sua missão era matar todas suas “cópias”, pois ela era a única e original… Quando ela matou sua primeira vítima, percebemos o quanto ficou abalada ao perceber que aquele ser humano era igual ela e que na verdade ela também era uma cópia, mas deixando o passado de lado e voltando ao presente, aposto que todos ficaram aflitos e desesperados pensando que Helena não iria sobreviver após cortar o pulso para tentar salvar seus bebês e dar a eles uma vida digna, sem experiências e todas as outras loucuras de PT e Virgínia. Por nossa sorte Sarah estava por lá para fazer uma transfusão de sangue. Virgínia que por sua vez havia tacado na cara de Helena que a mesma fedia e era uma assassina, acabou morrendo pela boca ao se descuidar por um segundo, que foi o tempo levado para Helena acabar literalmente com ela rs.

Para finalizar, a única coisa que me incomodou no episódio foi o modo que Felix e companhia trataram Rachel culpando-a pela morte de Siobhan, coisa que ela não teve influência. Sei que todos têm ressentimentos com Rachel e que ela foi uma grande bitch, mas ela se redimiu e se não fosse por ela, as acusações contra a Dyad não teria vazado para a mídia.

Faltando apenas um episódio, algumas perguntas que ficaram no ar são: Os bebês de Helena terão um nascimento tranquilo? Cosima e Delphine finalmente poderão ser felizes juntas? Rachel permanecerá viva e se tornará oficialmente uma #CloneClub? Espero que essas e muitas outras perguntas sejam respondidas no último episódio.

Até lá! 😉   

One Fettered Slave

Nota do Episódio - 8.5

8.5

Review do nono episódio da quinta temporada de Orphan Black, da BBC America, intitulado “One Fettered Slave”.

User Rating: Be the first one !

Comments

comments

About Rodrigo Chechi

Rodrigo Chechi
Pedagogo formado pela Unesp e Pós-Graduado em Tecnologia Educacional. Apreciador de café, séries, filmes, livros e músicas. Um coração igual de mãe, sempre cabe mais uma série! rs No Mix escreve as reviews de This is Us, Pretty Little Liars (RIP), Orphan Black (RIP).