Os bastidores de Homeland: curiosidades por trás das câmeras

Imagem: Homeland Wiki – Wikia

Muitos especialistas em televisão já atestaram o diagnóstico de “ultrapassado” em Homeland, além de muitos telespectadores já terem dito que “chegou a hora” do drama acabar. Aí vieram eleições americanas de 2016. Além desta série, várias outras ganharam uma razão adicional para se perpetuarem no ar como House of CardsMadam SecretaryVeepAmerican Crime, The Good FightThe Americans e até mesmo a novata Designated Survivor.

É claro que vida real não foi a única razão que Homeland conseguiu voltar a ser revelante, como também a temática brilhantemente abordada nesse último ano que vai desde o efeito corrosivo das notícias falsas até terrorismo, que tornou a série famosa para início de conversa. Não é fácil, nós sabemos, chegar no sexto ano com uma necessidade urgente de se reinventar sob o perigo de sair do ar para sempre, The Good Wife e sua quinta temporada que o digam.

Os roteiristas, e o showrunner responsável, mostram que é sim possível fazer toda essa mudança sem perder a essência do episódio piloto. Exatamente por esse motivo que resolvemos dedicar a coluna desta semana para expor não só o processo criativo de uma das séries mais importantes da televisão, como também tudo o que aconteceu nos bastidores e a vontade da Showtime em mexer nos rumos criativos.

Segundo Claire Danes

Imagem: IndieWire

Antes de todo o processo da série começar, os roteiristas tiveram que mudar um pequeno detalhe na personagem – ao invés de chamar de Claire, homônimo a atriz que a interpretaria, ela seria Carrie. Tal mudança foi a pedido de Claire Danes.

Para se preparar para sua personagem, Claire Danes teve encontros com vários agentes e membros da CIA, além de ter assistido vídeos feitos por pessoas com transtorno bipolar e ter conversado com a autora Julie Fast, que sofre do mesmo problema.

O resultado foi tão impressionante e fora do comum para televisão na época quanto a composição de um papel com o distúrbio que muitos telespectadores enviaram cartas à Showtime pedindo que eles desse mais tempo livre para Claire.

Famosas recusas

Imagem: Mix de Séries

Assim como muitas séries, Homeland não teve o elenco que os produtores e/ou o canal inicialmente queriam. Kyle Chandler (de Friday Night LightsBloodline) foi a primeira escolha para viver Brody, mas acabou recusando e Damian Lewis foi chamado logo em seguida.

Para Carrie os produtores sonhavam com a ideia de escalar Halle Berry, mas em razão das atribuições maternas que a atriz tinha à época acabou recusando a personagem. Sua estreia na televisão veio anos depois na fracassada, e esquecível, Extant da CBS. Morena Baccarin foi chamada pela produção depois que Laura Fraser teve que desistir de interpretar Jessica Brody no episódio piloto.

Joan Allen (dos filmes As Bruxas de Salem Nixon) foi convidada para fazer uma participação especial na quarta temporada. Entretanto, as gravações estavam acontecendo na África do Sul e atriz teve que recusar porque queria estar com a filha no seu primeiro ano de universidade.

Já do outro lado das câmeras, Ben Affleck recebeu o convite para para dirigir o episódio piloto. O ator e diretor, logicamente, queria muito. O problema é que o acordo que tinha com a esposa Jennifer Garner, agora ex, à época estabelecia que ele ficasse mais tempo em casa com os filhos. Tal particularidade impediu que Affleck participasse do projeto.

Fica, Brody!

Imagem: Wikipedia

Desde a estreia, marcando a melhor Series Premiere da Showtime desde 2003 com Dead Like Me, um dos fatores que contribuíram para tamanho sucesso segundo alguns analistas foi o romance entre Brody e Carrie, que surpreendeu não só o canal como também alguns produtores.

O problema é que os rumos criativos que os criadores tinham em mente era que Nicholas Brody morresse na Season Finale da primeira temporada, ao vestir um colete de bombas e provando a tese de Carrie de que o ex-solado era sim um traidor dos Estados Unidos.

Os executivos do canal pediram a Alex Gansa e Howard Gordon para que mantivessem o personagem vivo por mais algum tempo, o que lhe levou até a terceira temporada, apesar de ter voltado no quarto ano da série em participações especiais.

Refugiados, Fake News, Islamofobia e….Trump

Na semana passada o ator Mandy Patinkin, ou mais conhecido como Saul Berenson em Homeland, foi entrevistado pelo jornalidta Chuck Todd no MTP Daily da MSNBC. Numa conversa de quase dez minutos, que você confere abaixo na íntegra, ele falou sobre sua própria experiência com refugiados, os impactos de Trump na série e as próprias críticas que o drama recebeu por sempre mostrar a comunidade muçulmana como terroristas ou os vilões do dia.

Um dos principais pontos que este que vos escreve destaca, está o fato da sexta temporada trazer uma Presidente mulher, que mostra a  grande expectativa de Hollywood em ver Hillary Clinton sendo eleita em novembro de 2016. Segundo Mandy, eles estavam gravando os primeiros episódios da nova temporada quando as eleições aconteceram, mas diferentemente de The Good Fight, eles tiveram que alterar pequenos pontos e nada além disso.

http://www.msnbc.com/live-online/watch/patinkin-refugees-are-the-safest-citizens-we-have-921573443747

Rapidinhas

Homeland era a série preferida do ex-Presidente Barack Obama, segundo ele mesmo. Sua adoração era tamanha que confessou ter comprado todos os boxes lançados.

A vinheta inclui vários ex-Presidentes dos Estados Unidos. Ronald Reagan, George Bush, Bill Clinton, George W. Bush e Barack Obama. Além deles também fazem pequenas participações, o lendário cantor de jazz Louis Armstrong e Colin Powell, ex-Secretário de Estado dos Estados Unidos do primeiro governo de George W. Bush.

A série foi a primeira, e única até o momento, a ter uma temporada inteira filmada em Berlim, capital da Alemanha.

O Departamento de Segurança Nacional, que dá o nome ao drama, foi fundado no governo de George W. Bush em novembro de 2002 como resposta aos atentados do 11 de setembro.

*Abaixo uma entrevista de Damian Lewis ao Good Morning America onde revela a adoração de Obama por Homeland.

Comments

comments

About Bernardo Vieira

Check Also

O elenco de Pretty Little Liars: antes e depois na série

Depois de sete temporadas chegou ao fim na última terça-feira (27), a série Pretty Little Liars. …