Precisamos falar sobre… SPOILERS!

Spoiler-Alert

 

Spoiler! Uma palavra completamente temida no mundo dos seriadores. Parece que não, mas o pequeno ato de “contar um spoiler” pode gerar uma verdadeira guerra mundial.

O termo sempre existiu, desde os tempos mais primórdios das séries de TV, mas em tempos de popularização dos serviços de streaming (tipo Netflix), ou do crescimento de assinantes da televisão por assinatura, a coisa desandou, e hoje praticamente TUDO é spoiler. Será? Precisamos falar sobre… 

 

Afinal, O QUE É SPOILER?

Teoricamente, é quando você entrega um fato que ainda vai acontecer em uma determinada série de TV. O termo geralmente é utilizado pelos norte-americanos para furos de reportagens, declarações de atores ou até mesmo de sites como este aqui – mais ou menos como quando você passa por uma banca de jornal e vê, na capa da revista “Minha Novela”, o que vai acontecer durante a semana no folhetim que você acompanha. Sim, aquilo é um spoiler.

Pela facilidade dos serviços on demand (ou seja, aqueles que você pode assistir on line, a hora que quiser) nos Estados Unidos, o termo passou também a designar um fato recente que acontece em algum episódio e é discutido ou repercurtido, praticamente em tempo real, pelos veículos de comunicação ou nas redes sociais. Sim, isso também é um spoiler, afinal nem todo mundo poderia acompanhar em tempo real aquele episódio.

 

Spoilers

 

Mas e no Brasil? O que é spoiler?

Pois bem, analisando todo o contexto em que o termo “spoiler” foi criado e é utilizado, eu emprego aqui no Brasil a mesma prática. É spoiler quando você comenta algo em tempo real com a programação da TV, ou um fato bem recente, afinal, nem todo mundo teve tempo de ver ou possui TV por assinatura.

Além disso, muitos dependem de legendas para assistir, e que geralmente demoram um tempinho para serem feitas (conversamos sobre este processo na coluna passada lembra? Não? Então clique aqui). Então, se você estiver assistindo Game of Thrones simultaneamente e falar que Ned Stark perde a cabeça no final da primeira temporada, então sim, você acabou de dar um spoiler, e um “Spoiler Alert” antes é bem recomendado.

 

CARA, VOCÊ ACABOU DE DAR UM SPOILER DE GAME OF THRONES… Ehr, não!

O problema começa aqui. O termo se generalizou tanto que, praticamente tudo é spoiler. Qualquer comentário sobre a série, envolvendo um acontecimento, principalmente em séries que possuem várias temporadas e fazem muito sucesso, acaba sendo “taxado” como spoiler, e a coisa não é bem assim.

É chato ficar sabendo antes de um acontecimento importante de uma série que você está assistindo depois? Sim. Mas se você está vendo algo um pouco já datado (tipo, as primeiras temporadas de Grey’s Anatomy, que começou em 2005), ou no mínimo atrasado alguns episódios, o risco de descobrir um acontecimento importante é grande, e isso NÃO É SPOILER, é apenas senso comum. Portanto, hoje, é um senso comum saber que Ned Stark perde a cabeça no final da primeira temporada de Game of Thrones.

 

GAME-OF-SPOILERS-700x357

 

O fato é: chega a um certo ponto que um determinado acontecimento se torna conhecimento comum e necessário para discussão de séries de TV, de filmes e livros. Infelizmente, não dá para o mundo esperar você assistir tudo para poderem conversar sobre tal fato, não é mesmo? Então não brigue quando um coleguinha postar em algum grupo uma foto de uma série de anos atrás que contenha um fato que você ainda não sabe. Não é culpa dele que você esteja ANOS atrasado.

E se, mesmo assim, você acha que não merece pegar spoilers, então sinto muito, seria melhor você não participar de redes sociais e sair da internet, que serve para exatamente isso: discussões, conversas e debates completamente LIVRES.

 

Mas e quando meu amigo chega e simplesmente solta um spoiler, porque ele sabe que eu ainda não vi?

É, então fazemos uma recomendação: troque de amigo! Isso é o que chamamos de “Spoiler Babaca”, porque a pessoa simplesmente contou por contar um spoiler, apenas para te irritar ou te sacanear. Recriminamos qualquer ato deste tipo.

O comentário sobre o Ned Stark ali em cima não foi babaca, porque utilizamos como exemplo de um assunto que está sendo discutido, e o ponto desta coluna é este: quando se discute algo que já passou, seja de meses ou anos, deixa de ser um spoiler babaca, não é mesmo? Vamos concordar… há certos spoilers que na verdade são, o que chamei ali em cima, “senso comum”.

 

Então, antes de acusar uma pessoa, arrumar confusão ou criar brigas, principalmente em grupos de Facebook, por conta de spoiler, reflita e veja se realmente a pessoa postou um spoiler ou uma informação que já é senso comum. Quem sabe isso te estimula a ficar em dia com a série ou parar de impedir alguns assuntos livres em tópicos de discussões.

Há a possibilidade também de você viver numa bolha e sair das redes sociais, afim de evitar alguns conhecimentos comuns sobre séries de TV, mas achamos essa maneira bem mais difícil.

Usem e abusem do SPOILER ALERT, mas tenham consciência de que NEM TUDO é SPOILER!

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.