Quantico – 2×08 – ODENVY

Imagem: TV Show Time/Divulgação
Imagem: TV Show Time/Divulgação

Nunca esperei entender muito da trama de Quantico. Depois da primeira temporada, achei que já tinha me acostumado ao modo confuso e extremista deles abordarem traição e agentes duplos. Tudo é muito intenso neste seriado, e isto é uma das coisas que mais me fascina. Esse final foi gigantescamente mind-blowing, e trouxe a tona um mix de sentimentos inexplicáveis. Tivemos, literalmente, um tiro gigantesco e misterioso, várias traições, novas revelações… Coisas que prometem levar tranquilamente os próximos episódios da temporada, sem se tornarem algo maçante ou cansativo.

De início, gostaria de expressar minha profunda admiração por este pequeno plot de Harry na Inglaterra. Ele representa definitivamente a frase “conheço a tão pouco mas já considero pakas”. Não sei o que foi, se é a história misteriosa, se foi a pequena interação entre os personagens, se foi o leque maravilhoso que isso pode abrir até mesmo para um spin-off no futuro; realmente estou empolgado para saber mais sobre a morte do namorado de Harry e todo o dilema familiar tradicional que está pro trás do acontecimento.

Imagem: TV Show Time/Divulgação
Imagem: TV Show Time/Divulgação

E não é que finalmente conhecemos nossos queridos infiltrados? Leon e Dayana estão ao lado de Ryan nessa emboscada. Tinha uma desconfiança geral nos possíveis infiltrados, mas essa conformação da tríade me surpreendeu. Aquela cena da morte do velhinho no armazém me fez agonizar um pouco aqui, pois realmente senti o desespero no olhar do personagem. Os três agora estão juntos nesta emboscada, mas ainda desconfio que todos tem um motivo especial para estar na Farm e um motivo ainda maior para se juntar a corporação inversa.

Miranda, Nimah, Booth… Cada semana temos mais motivos para acreditar que realmente todos são bons e estão infiltrados na corporação para destruí-la por dentro. Ainda mais depois da relação criada entre os três na Farm. Espero que saibam trabalhar a explicação por trás de tudo o que está acontecendo, mas gostaria de ver realmente uma grande traição no fim. Algo inesperado, que movimentasse todos os personagens e criasse um clima pesado para a construção da terceira temporada. Quantico já é uma série um pouco difícil de trabalhar, então eles devem aproveitar todos os plot para construir ganchos futuros.

Os casais da série estão deixandoa trama meio boring com todos os acontecimentos. Alex e Booth ficam naquela coisa de segredo pra cá, segredo pra lá, e nunca decidem se vão trabalhar juntos ou não. Aquele pedido de casamento desesperado no fim não caiu muito bem, uma vez que poderia ser feito quando os dois estavam bem lá no início da temporada. Shelby e Leon estão sem pé nem cabeça. Onde já se viu conhecer uma pessoa, receber ela na sua casa toda ensanguentada e agir naturalmente daquele jeito? Com toda certeza ele deve ter desconfiado de alguma coisa, apesar de estar com seu psicológico abalado no momento.

O choro de Nimah quase no finzinho do episódio me trouxe esperança na inocência da garota. Não deve ser fácil mentir e cortar relações com alguém que você conviveu a vida toda. E mais uma vez, isso cria relações incríveis com o trabalho semanal. Quantico sempre teve este truque de correlacionar linhas temporais, e quase sempre isso deu muito certo. Agora teremos alguns meses para digerir os acontecimentos e continuar acompanhando o desenrolar da trama. Espero que vocês tenham gostado e nos vemos no próximo ano com mais reviews e comentários… Até lá! 😀

About Lucas Franco

Lucas Franco
Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.