Rasteira no SBT: entenda a estratégia do Grupo Globo ao comprar Chaves e Chapolin

Imagem: Reprodução/Twitter

Estratégia tem a ver com guerra de canais pagos… 

A notícia de que o Grupo Globo adquiriu os direitos de exibição de Chaves e Chapolin pegaram muitos internautas de surpresa.

Mas acredite, ela não foi atoa…

Desde quando o SBT começou exibir as séries criadas por Roberto Bolaños, lá nos idos de 1980, Chaves e Chapolin se tornaram pedras no sapato da Globo. Por vezes, Chaves foi campeão de audiência. Bateu programas inéditos e se tornou o coringa do canal de Silvio Santos.

É fato que o SBT diminuiu a exibição do programa em sua grade da TV aberta, mas ela ainda detém os direitos de exibição. E a guerra, agora, é para exibi-la na TV a cabo.

Tudo bem, Chaves e Chapolin já foram exibidos em diversos outros canais pagos. Tanto a animação quanto a série protagonizada por atores. Mas nunca que essa compra teria tanto significado quanto agora.

Os tempos estão sendo difíceis para canais como SBT, Rede TV! e Record TV, que tiveram seus sinais cortados da TV a cabo, após problemas na renovação de contrato. Eles alegavam que a Globo recebia um valor X, que tais canais não recebiam. A Simba, empresa que representa as três emissoras, negociaram veemente, e operadoras como Net e Claro alegavam que a Globo fazia parte de um pacote maior da Globosat, coisa que o SBT, Rede TV! e Record TV não fazem. O sinal até voltou, mas a pressão está grande…

A intenção da Simba, desta forma, é lançar um canal a cabo o quanto antes, oferecendo conteúdo de direitos tanto do SBT, quanto RecordTV e Rede TV!. E a movimentação já começou. Desta forma, com mais conteúdo para oferecer, as negociações poderão ir para outros caminhos, podendo ser exigido um pagamento igual, ou próximo, a que o Globosat recebe das operadoras de TV a cabo.

Ok, mas onde Chaves e Chapolin entram nessa história?

Advinha quem iria ser o carro chefe do SBT nesta festa? Pois é… Certamente, conhecida por exibir muitas produções da Televisa, esses programas iriam movimentar a grade do novo canal a pago. A Globo, muito esperta, foi lá e correu para comprar os direitos de exibição.

Oficialmente, será exibido no Multishow. Pode até ser mesmo exibido. Mas honestamente, deverá cair no ostracismo e ser engavetado em breve. Pelo menos, essa é minha opinião. É aquela velha lei de negócios: acabar com o concorrente, para que ele não me tire clientes. Outro detalhe: oficialmente, disseram que deixaram margem para que a produção seja comprada por outros canais… Mas com qual propósito? Duvido muito que a Globosat invista dinheiro nessa compra e deixe outras emissoras de TV a cabo também exibirem o produto.

Claro, leve tudo isso aqui como apenas uma especulação. Afinal de contas, a história do tal canal da Simba pode até ir por água abaixo. Mas sendo honesto, não vejo a Globosat adquirindo essas séries com o interesse de levá-los ao público. Não é estilo do Grupo Globo de comprar enlatados Mexicanos, ainda mais produzidos há 40 anos. Desta forma a compra foi puramente uma estratégia para tirar o coringa do SBT de uma possível migração para o canal a pago.

É tendência, está em alta, e se vai dar lucro, precisa ser investido. Ponto para a Globosat.

Afinal, o mundo é dos espertos…

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.
  • de Amorim

    A Rede Gayblo vai INCLUIR o Chaves?…
    Ainda bem que, são episódios já gravados!