Shadowhunters – 2×01 – This Guilty Blood

Imagem: Banco de Séries/Divulgação
Imagem: Banco de Séries

E não é que o retorno deu uma acelerada nos pobres coraçõeszinhos dos fãs da série?

Olá, pessoas, estamos de volta com mais uma temporada de Shadowhunters, por incrível que pareça. Sim, a primeira temporada foi um sono eterno, mas eu ainda persisto por aqui com meus queridos amigos seguidores do romance sobrenatural. E como disse logo ali acima, tivemos um retorno agradável. A segunda temporada chega com muito mais emoção do que a primeira. A temática está mais sombria, desde a filmagem até o cenário. Apesar de ser uma série “meio tipo pombo” para muitos, é indiscutível a considerável mudança.

Não digo isso querendo que você, leitor, venha me criticar logo abaixo, falando que um hater faz a review da série. É que de uns tempos pra cá eu venho aprendendo a julgar um pouco mais uma boa produção de uma coisa mal feita. Shadowhunters não teve uma primeira temporada satisfatória, mas voltou bem melhor e com chances de crescer e muito. Claro que certas coisas não mudam, como a péssima atuação de nossa querida Katherine McNamara. Mas ainda assim tivemos grandes momentos que merecem ser mencionados.

Imagem: Banco de Séries/Divulgação
Imagem: Banco de Séries

Malec carrega essa série nas costas não é de hoje. O shipp é, de longe, um dos mais aclamados nas redes sociais nos últimos tempos. E eles tem motivos para tanta algazarra. Entre eles ainda há um equilíbrio perfeito de inocência com malícia. Magnus é aquela pessoa totalmente aflorada, enquanto Alec ainda tem suas restrições como um récem-chegado nesta nova realidade. E é exatamente isso que constrói cenas incríveis entre o casal. Mesmo nos momentos de tensão do episódio, com as discussões por causa do Jace, você ainda tem certeza que vale muito a pena investir na dupla como um par.

Já que comentei do outro sono eterno da série ali acima, vou destrinchar um pouco. Jace é um personagem que Glória Pires definiria muito bem: “Não sou capaz de opinar”. Sua química com Clary já não era boa na série, depois que foi revelado que ele era na verdade seu irmão, aí as coisas desandaram de vez. A atuação dele é bem sofrível, assim como Katherine. Apesar de ter certeza que seu destino é voltar para o lado do “bem”, queria que deixassem ele um bom tempo como um mini-Valentine. Melhor ele lá com um potencial de vilania em ascensão do que junto a Clary em uma família loucamente confusa.

Depois de passar a primeira temporada toda imaginando como seria o despertar de Jocelyn, e as consequências que traria para a batalha contra Valentine, me decepcionei bastante. Resolveram meter a louca na mãe de Clary e fazer com que ela saísse atirando no filho do nada? Tudo bem que não sou muito fã de Jace, mas pra que isso, gente? Porque não colocam ela como uma Shadowhunter f*d@, que tem todas as respostas para derrotar o vilão? Colocar ela de louca já no primeiro episódio não é muito favorável à fama da personagem.

Um retorno agradável, mas muita coisa ainda deve mudar nessa série. Sei que Clary e Jace são principais, mas quem nós realmente nos identificamos sempre está em segundo plano. Simon, Izzy, Alec, Magnus, Lydia… Todos merecem um pouco mais de destaque nessa série por serem quem realmente movimenta os fãs e as redes sociais. Shadowhunters está pegando um rumo certo, mas ainda tem um bom caminho pela frente. E aí, o que achou do episódio?? Semana que vem estou de volta para discutirmos mais um pouco da adaptação do grande sucesso literário… Até lá. 😀

 

This Guilty Blood

Nota do Episódio - 7

7

Review do primeiro episódio (Season Premiere) da segunda temporada de Shadowhunters, da Freeform, intitulado "This Guilty Blood".

User Rating: 3.9 ( 1 votes)

Comments

comments

About Lucas Franco

Lucas Franco
Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, Shadowhunters, OUAT e DC’s Legends of Tomorrow.

Check Also

American Gods – 1×08 – Come to Jesus [SEASON FINALE]

Com “Come to Jesus”, chega ao fim a primeira temporada de American Gods, uma das …