Supernatural completa 13 anos no ar: relembre os episódios mais bizarros

Imagem: Divulgação

Episódios malucos? Por que não?

13 anos no ar e contando. Quem imaginaria, lá atrás, que Supernatural completaria essa marca? Prestes a estrear sua décima quarta temporada, a série da CW está viva e forte – e, ainda, com uma legião de fãs. Para celebrar esta marca, o Mix de Séries resolveu rever a trajetória da série e nada melhor do que comemorar em grande estilo relembrando alguns episódios bem malucos da série.

É que Supernatural, apesar de ser dark, horripilante e com alto suspense é, muitas vezes, completamente ridícula. E não falamos isso no mal sentido. Apesar de alguns momentos são bem embaraçosos.

Que tal matarmos as saudades e comemorarmos essa data?

Confira:

 “Bad Day at Black Rock” (3ª temporada, episódio 3)

O que o torna estranho: depois de passar por cima de um pé de coelho, a sorte de Sam melhora drasticamente – ele ganha milhares de dólares em uma loteria e encontra um relógio de ouro. Mas uma vez que ele perde o pé, ele perde a sorte. E o sapato dele.

Funciona? Sim! É maluco e delicioso. A reação de Sam em perder o sapato continua sendo um dos momentos mais preciosos de sua vida.

What makes it weird: After happening upon a lucky rabbit's foot, Sam's luck drastically improves — he wins thousands of dollars in a lottery and finds a gold watch. But once he loses the foot, he loses his luck. And his shoe.Does it work: Yes! It's wacky and delightful. Sam's reaction to losing his shoe remains one of his most precious moments ever.

“A Very Supernatural Christmas” (3ª temporada, episódio 8)

O que o torna estranho: quando as pessoas começam a desaparecer de suas chaminés no Natal, Sam e Dean suspeitam que um malvado Papai Noel é o responsável. Eles acabam descobrindo um inimigo muito mais diabólico, deuses pagãos disfarçados como um doce casal suburbano.

Funciona? Sim. O episódio é engraçado e surpreendentemente pesado. Tão divertido quanto um malvado Papai Noel teria sido, os assassinos suburbanos são um belo toque.

What makes it weird: When people start disappearing up their chimneys at Christmas, Sam and Dean suspect that an evil Santa is responsible. They end up discovering a far more diabolical enemy, pagan gods disguised as a sweet suburban couple.Does it work: Yep. The episode is funny and surprisingly dark. As fun as an evil Santa would have been, the killer suburbanites are a nice touch.

Continua após a publicidade

“LARP and the Real Girl” (8ª temporada, episódio 11)

O que torna estranho: Desculpe, LARPers – LARPing (em inglês, jogar atuando) é inerentemente estranho. Sam e Dean indo disfarçados (e ficando meio que isso) tornam tudo muito mais estranho. Além disso, há uma fada.

Funciona? Sim! Apesar da indelicadeza ocasional de Supernatural com a comunidade de nerds, esse episódio é muito bom.

What makes it weird: Sorry, LARPers — LARPing (that is, Live Action Role-Playing) is inherently weird. Sam and Dean going undercover (and getting kind of into it) makes it all that much weirder. Also, there's a fairy.Does it work: Despite Supernatural's occasional unkindness to the nerd community, this episode is pretty great. It helps that Charlie (Felicia Day) gets to mack on the hot fairy.

“Ghostfacers” (3ª temporada, episódio 13)

O que torna isso estranho: Sam e Dean se encontram no meio de um reality show quando eles topam com aspirantes a caçadores de fantasmas filmando o piloto de Ghostfacers. E sim, são basicamente Caçadores de Fantasmas da SyFy, mas são menos profissionais.

Funciona? Realmente funciona. Ed (A.J. Buckley) e Harry (Travis Wester) são tão divertidos que criaram sua própria web.

What makes it weird: Sam and Dean find themselves in the middle of a reality show when they bump into wannabe ghost hunters filming the pilot of Ghostfacers. And yes, it's basically SyFy's Ghost Hunters but way less professional.Does it work: It really does. Ed (A.J. Buckley) and Harry (Travis Wester) are so much fun they got their own web series. And they also show up in the next episode on the list.

“Monster Movie” (4ª temporada, episódio 5)

O que torna estranho: todo o episódio é em preto-e-branco, para começar. Talvez mais para o ponto, o monstro é um vampiro estilo Drácula, nada como Sam e Dean viram antes. E ele também é um lobisomem. E talvez uma múmia. (Ele é um metamorfo muito nerd.)

Funciona? Sim, especialmente se você conhece referências a clássicos filmes de terror.

What makes it weird: The whole episode is in black-and-white, for starters. Perhaps more to the point, the monster is a Dracula-style vampire, like nothing Sam and Dean have seen before. And he's also a werewolf. And maybe a mummy. (He's a really nerdy shapeshifter.)Does it work: Yes, especially if you dig references to classic horror.

“Yellow Fever” (4ª temporada, episódio 6)

O que torna estranho: O episódio começa com Dean correndo em terror de… um Yorkie. Acontece que Dean está infectado com medo e literalmente vai morrer de medo em 48 horas. Mas, por mais terrível que seja a ameaça, é difícil levar a sério quando Dean está gritando com quase tudo, não importa o quanto seja inofensivo.

Funciona? é um dos episódios mais engraçados de Supernatural até hoje. Então sim.

What makes it weird: The episode begins with Dean running in terror from... a Yorkie. It turns out Dean is infected with fear and will literally die of fright in 48 hours. But as dire as the threat is, it's hard to take seriously when Dean is screaming at just about everything, no matter how innocuous.Does it work: It's one of the funniest episodes of Supernatural to date. So yes. Yes, it does.

“My Heart Will Go On” (6ª temporada, episódio 17)

O que torna isso estranho: mais uma vez, somos colocados em uma realidade alternativa sem qualquer explicação. Aqui, Bobby é casado com Ellen (Samantha Ferris), que ainda está muito viva. Acontece que Balthazar (Sebastian Roché) mudou o destino para que o navio Titanic nunca afundasse, alterando toda a realidade.

Funciona? sim. É triste para os fãs da série, por conta de Bobby perder Ellen novamente. E estranhamente ao engraçado ao ver algumas situações – e as razões porque Balthazar mudou o curso do Titanic e o não deixou afundar.

What makes it weird: Once again, we're plunked into an alternate reality without any explanation. Here, Bobby is married to Ellen (Samantha Ferris), who is still very much alive. It turns out Balthazar (Sebastian Roché) changed fate so that the Titanic never sunk, screwing everything up in the process.Does it work: Yes. It's just really, really sad. Bobby has just lost Rufus (Steven Williams), and now he has to lose Ellen all over again. Poor Bobby.

“Pac-Man Fever” (8ª temporada, episódio 20)

O que torna estranho: Charlie é capturado por um djinn que se alimenta de medo. Ela está presa em um pesadelo baseado no videogame The Red Scare, no qual ela (e mais tarde Dean) tem de proteger um hospital de vampiros super-soldados.

Funciona? Sim, e mais uma vez, é uma boa mistura de diversão e melancolia, uma vez que descobrimos a verdadeira razão pela qual Charlie é assombrada por esse hospital em particular.

What makes it weird: Charlie is captured by a djinn that feeds off fear. She's trapped in a nightmare based on the video game The Red Scare, in which she (and later Dean) have to protect a hospital from super-soldier vampires.Does it work: Yep, and once again, it's a nice blend of fun and melancholy, once we learn the real reason Charlie is haunted by this particular hospital.

“Hunteri Heroici” (8ª temporada, episódio 8)

O que torna estranho: as pessoas estão morrendo de formas estranhamente como em desenhos: esmagadas por uma bigorna é um exemplo. Sam, Dean e Castiel descobrem que o homem por trás disso nem percebe que está fazendo isso: Fred Jones (Mike Farrell) é um psicocinético senil que assiste muitos desenhos animados.

Funciona? É engraçado e grosseiro, o que é sempre uma ótima combinação. Além disso, tem as primeiras tentativas de Castiel em ser um caçador. Então sim.

What makes it weird: People are dying in oddly cartoonish ways, like getting smashed by an anvil. Sam, Dean, and Castiel discover that the man behind it doesn't even realize he's doing it: Fred Jones (Mike Farrell) is a senile psychokinetic who watches too many cartoons.Does it work: It's funny and gross, which is always a great combination. Plus, it has Castiel's first attempts at being a hunter. So yes.

“Plucky Pennywhistle’s Magical Menagerie” (7ª temporada, episódio 14)

O que torna esquisito: há palhaços malvados que explodem em glitter e um unicórnio homicida, tudo porque alguém que trabalha na Magical Menagerie de Plucky Pennywhistle está de muito mau humor. Mas quem se importa com o vilão humano quando Sam está sendo perseguido por palhaços?

Funciona? Na verdade pode ser um pouco bobo – se é que isso é possível – mas é divertido.

What makes it weird: There are evil clowns that explode into glitter and a homicidal unicorn, all because someone who works at Plucky Pennywhistle's Magical Menagerie is in a very bad mood. But who cares about the human villain when Sam's being chased by clowns?Does it work: It might actually be a little too silly — if that's possible — but it's fun.

“The Real Ghostbusters” (5ª temporada, episódio 9)

O que torna isso estranho: Sam e Dean assistem a uma convenção de fãs de Supernatural, onde eles encontram – você adivinhou – um monte de gente fazendo cosplay como Sam e Dean. Caso isso não seja suficiente, dois dos cosplayers Sam e Dean são na verdade namorados. Awwn.

Funciona? Sim, com um mas. Supernatural é ótimo em quebrar a quarta parede, mas às vezes leva as coisas um pouco longe demais na maneira como ela caracteriza o fandom. Becky (Emily Rosen) sempre soa um pouco cruel.

What makes it weird: Sam and Dean attend a Supernatural fan convention, where they encounter — you guessed it — a bunch of people cosplaying as Sam and Dean. In case that's not enough, two of the Sam and Dean cosplayers are actually boyfriends. Aww.Does it work: Yes, with a but. Supernatural is great at breaking the fourth wall, but it sometimes takes things a little too far in the way it characterizes fandom. Becky (Emily Rosen) always feels a little cruel.

“Season Seven, Time for a Wedding!” (7ª temporada, episódio 8)

O que torna estranho: como o próprio título do episódio sugere, alguém está se casando. E é o Sam! Com… Becky. Naturalmente, isso acaba sendo o trabalho de uma poção do amor, mas o fato de Sam realmente se casar com uma fã envia isso para o território WTF.

Funciona? Não funciona! Mais uma vez, Becky é uma caricatura de fandom muito cruel. A maneira como ela se aproveita de Sam é mais desagradável do que engraçada.

What makes it weird: As the very meta title suggests, someone's getting married. And it's Sam! To... Becky. Naturally, this turns out to be the work of a love potion but the fact that Sam actually marries a fangirl sends this into WTF territory.Does it work: It doesn't. Again, Becky is just too cruel a caricature of fandom. The way she takes advantage of Sam is more unpleasant than funny.

“Changing Channels” (5ª temporada, episódio 8)

O que torna isso estranho: O Trickster manda Sam e Dean para dentro da TV, onde eles se encontram em um programa médico inspirado em Grey’s Anatomy (Dr. Sexy M.D.), uma sitcom – que é a cada de Full House e Two and a Half Men, um procedural no estilo CSI, e um comercial de herpes genital.

Funciona? Sim. É praticamente o melhor episódio da série. A paródia de Grey’s Anatomy é particularmente hilária.

What makes it weird: The Trickster sends Sam and Dean into TV land, where they find themselves in a Grey's Anatomy-esque medical show (Dr. Sexy M.D.), a sitcom, a CSI-style procedural, and a genital herpes commercial.Does it work: Yes. It's pretty much the best. The Grey's Anatomy parody is particularly good.

Continua após a publicidade

“Scoobynatural” (13ª temporada, episódio 16)

Depois de parar um dinossauro pelúcia que ganha vida em uma loja de penhores e começa a atacar, o grato dono dá a Dean uma nova TV de graça. Enquanto testam a TV, os Winchesters são sugados para o episódio favorito de Dean, de Scooby-Doo, Cadê Você? seguido logo depois por Castiel. Para o choque do grupo, eles descobrem um fantasma que começa a matar pessoas e os Winchesters e a Turma do Scooby são forçados a se unir para pará-lo.

Resultado de imagem para scoobynatural

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.